O que esperar da LG no Mobile World Congress 2018?

Em 22 de fevereiro de 2017 não se falava em outra coisa: “a LG reinará sozinha no MWC”. Com a maior competidora juntando os pedaços da sua reputação depois do fiasco Galaxy Note 7, e trazendo ao palco de uma das maiores feiras de tecnologia da Europa nada mais do que apenas um tablet, a LG se refestelou, era o próprio pinto no lixo. Mas e o que podemos dizer da fabricante sul-coreana em 2018?

Caso você ainda não tenha notado, ao contrário do ano passado, em 2018 a LG não deve lançar nenhum dispositivo durante o Mobile World Congress, em Barcelona. Bom, é isso ou a empresa guardou todas as informações referentes ao anúncio de um novo aparelho a sete chaves. Conhecendo a indústria dos rumores, penso que esse não seja o caso.

Logo, como vejo na maioria dos sites especializados em smartphones, o que podemos esperar da LG no MWC é nada, nem mesmo uma variante do LG V30 que, aliás, deve ser anunciada em meados do mês de junho.

Rumores indicam que a LG vai lançar uma variante do LG V30 em junho deste ano

A bem da verdade é que o último ano não foi bom para a divisão Mobile da LG Electronics. O LG G6 que tinha tudo para competir diretamente com o Galaxy S8 e o iPhone 8 ou iPhone X, saiu de fábrica com um processador ultrapassado para um topo de linha e, infelizmente, com o preço de um aparelho Premium. A estratégia da LG claramente não foi a mais acertada.

De acordo com recente boletim financeiro da empresa, nos dois últimos trimestres de 2017, a divisão de smartphones acumulou prejuízos. Foram 192,3 milhões de dólares entre outubro e dezembro; e 331,3 milhões de dólares entre julho e setembro. Além das sucessivas perdas, a receita da divisão de Mobile caiu: as vendas representaram 10,5 bilhões de dólares em 2017 contra 11,7 bilhões de dólares em 2016. Não precisa ser nenhum gênio da matemática para ver que as coisas não estão indo bem para a companhia sul-coreana.

Teremos um LG G7 em 2018?

No meio do ano passado, a LG do Brasil entrou em contato com alguns membros da imprensa especializada – me incluo neste grupo – perguntando a opinião dos jornalistas sobre os produtos da empresa. Na ocasião, lembro de ter dito que o que mais me chama a atenção da marca LG é o fato de buscar inovação a todo o custo. Foi assim com o LG G2, com o LG G5 e com o LG G6.

E, de acordo com os rumores envolvendo o LG G7, podemos esperar uma grande reformulação da linha. Pelo menos é o que Jo Seong-jin, CEO da LG, teria pedidos aos engenheiros e designers da companhia. Aliás, é possível que toda a divisão de dispositivos móveis seja repensada.

No livro “Assim Falou Zaratustra”, Friedrich Nietzsche escreveu: “é preciso ter um caos dentro de si para dar à luz uma estrela cintilante”. Bom, aparentemente, o caos se instaurou na divisão Mobile da LG, logo, nos resta esperar pela grande estrela cintilante que pode muito bem ser o novo LG G7. Avante LG!

E aí, o que você está achando da LG em 2018? Quais são às suas expectativas em relação ao futuro topo de linha da fabricante sul-coreana?

Mais sobre: LG MWC 2018