Como montar um cinema em casa sem gastar muito

Tela grande, poltronas confortáveis, um som eletrizante e o cheirinho de pipoca. Aspectos que fazem as salas de cinemas ficarem cheias a cada nova sessão. A paixão pelo cinema se popularizou a ponto de muitas empresas ofertarem como benefício, o serviço de desconto nas entradas das bilheterias, ou ainda, criarem opções inspiradas nos clubes de assinaturas.

Mas cinéfilo de verdade quer mesmo é contar com um cinema em casa. E para construir o seu próprio espaço, sem gastar muito, é preciso planejamento, criatividade e equipamentos de qualidade. Que tal um check-list? Papel e caneta na mão para tomar nota do que é necessário para criar o seu ambiente perfeito e curtir um bom filme.

Como montar um cinema em casa sem gastar muito - Mobizoo

Antes de qualquer coisa é preciso decidir sobre o cômodo onde será montada a estrutura, afinal, é a partir do tamanho do local que será possível definir itens como acústica, móveis e os dispositivos.

Com o lugar definido é hora de escolher aquela que será o centro das atenções – a tela. Existem, atualmente, no mercado inúmeros modelos de TVs – LED, LCD, plasma, 3D, 4k, entre outros. Avalie as características de definições que melhor se enquadram com o seu planejamento.

Quando for escolher a TV é importante ter em mente ainda o tamanho da tela. Se ela for muito pequena, não haverá o efeito de cinema desejado. Já se for muito grande para um espaço pequeno, não será possível desfrutar o filme com conforto. Veja na tabela abaixo a distância, considerada, ideal entre a TV e quem assiste:


Tamanho da TV Distância para assistir
32″ 1,8 metros
43″ 2,4 metros
50″ 2,8 metros
55″ 3,1 metros
60″ 3,4metros
65″ 3,7 metros
71″ 3,8 metros

Uma boa opção de recurso para ser utilizado como tela são os projetores. Mas assim como as TVs, eles também precisam ter suas características observadas. Os modelos oferecem definições como Full HD e alguns até 4K. O mais importante é entender que quanto maior a resolução, melhor será a qualidade da imagem.

Outro detalhe é a quantidade de lúmens do aparelho. Quanto maior, mais fácil será lidar com a iluminação do ambiente. Vale também ficar de olho nas conexões, ou seja, entradas para notebook e TV, e sempre ficar atento às novidades do mercado, pois, já é possível encontrar projetores que podem ser acoplados ao smartphone, sem a necessidade de fazer uso de um laptop.

Uma das coisas que faz toda a diferença, e do cinema algo tão especial, é o áudio. O segredo está na disposição das caixas de som, que são posicionadas ao redor do espectador, fazendo com que a imersão no filme seja completa.

Por isso, investir em um home theater é uma das tarefas mais importantes para o seu cinema em casa. Nesse quesito, vale distribuir as caixas de som ao lado da TV, nos cantos do cômodo e, se possível, no teto, para amplificar a sonorização do ambiente.

Não existe cinema, se não houver conforto. Um ambiente preparado para receber uma sessão precisa ter opções que tragam comodidade e ao mesmo tempo sejam aconchegantes. Quando for escolher o sofá, opte, por exemplo, por uma peça que ofereça maior espaço para esticar as pernas, ou em caso de poltronas, que sejam reclináveis, e que contem com um lugar garantido para o balde de pipoca.

Atente-se para a cor das paredes do ambiente. Prefira tons de cinza, preto, marrom ou vermelho, essas cores evitam que as imagens sejam refletidas. Cubra janelas com cortinas, para que a luminosidade externa não atrapalhe a visão do espectador. Você ainda pode incluir lâmpadas de LED, para tornar a sala mais harmoniosa.

Agora é só chamar os amigos, a família, aumentar o som e apertar o play, para aproveitar momentos únicos.

Mais sobre: diversão