PUBG mobile: game febre do momento chega aos celulares

A grande febre dos games no estilo Battle-Royale finalmente chega aos smartphones, e desta vez traz consigo o maior sucesso da atualidade. Totalmente gratuito para ser jogado, Player Unknown’s Battlegrounds, ou PUBG mobile, aterrisa com tudo nos Androids e iPhones.

Neste artigo eu conto todos os detalhes de PUBG mobile, mas antes de começar, vamos primeiro descobrir se o seu celular está pronto para rodar o game.

PUBG mobile: game febre do momento chega aos celulares - Mobizoo

PUBG mobile: requisitos

O game está disponível gratuitamente para Android na Play Store e para iOS na App Store, mas obviamente você precisa de um smartphone com hardware capaz de rodá-lo satisfatoriamente.

Aparelhos Android com chipset Qualcomm Snapdragon 425 e 2 GB de RAM conseguem performance suficiente para a qualidade média de gráficos, mas se você quiser fluidez total com gráficos no máximo, vai precisar de um modelo com Snapdragon 625 ou superior.

Para dispositivos com chipset da MediaTek, o recomendado é utilizar modelos acima do Helio P20.

No iPhone o jogo roda bem em todos os modelos recentes (iPhone SE, 6/6S, 7, 8, X e variantes Plus), mas pode apresentar lentidão em modelos mais antigos, como os 5S e 5C.

PUBG mobile: o game

Player Unknown’s Battlegrounds é um game de ação em terceira (e primeira) pessoa, onde você aterrisa de pára-quedas em uma ilha muito grande, junto de vários outros jogadores, com um único propósito: ser o último jogador a sobreviver.

Para isso, você deverá coletar itens e equipar-se para enfrentar os outros jogadores. Armas, munições, capacetes, mochilas, coletes, miras aprimoradas, silenciadores, kits médicos, energéticos e muitos outros objetos poderão ser encontrados no mapa para ajudá-lo a sobreviver.

PUBG mobile: interface do game no smartphone - Mobizoo

O game possui ainda diversos veículos para dar aquela mãozinha na locomoção, já que de tempos em tempos o mapa vai se fechando e diminuindo seu espaço, punindo com um eletrochoque os jogadores que ficarem de fora da área.

O desespero de observar que a área está para fechar do outro lado do mapa é parte da experiência. As motos, lanchas, carros, jipes, vans e buggies estão entre os veículos que o game disponibiliza, sempre sendo encontrados em lugares aleatórios.

Além desses fatores principais, PUBG pode ser jogado solo, em dupla ou em grandes equipes. Para a sobrevivência, a comunicação é vital, pois andar em campo aberto pode significar morte num piscar de olhos. Outra característica MUITO importante no game (e também relacionada ao áudio) é a atenção necessária aos sons.

Antes de adentrar uma casa, por exemplo, você pode circundar a área para ver se possui alguma porta aberta, mas também para ouvir se algum inimigo está se movendo dentro do território. Tiros, explosões e veículos também podem ser ouvidos na direção em que se localizam, o que rende muita tensão e, não raro, alguns bons sustos e situações engraçadas.

PUBG mobile: modos de jogo - Mobizoo

PUBG mobile: a experiência de jogar na telinha

A versão lançada para os smartphones (Android e iOS), além de ser incrivelmente adaptada para os comandos touchscreen, também foi portada com otimizações gráficas muito interessantes (diferente da versão para PCs, que ainda precisa de muito trabalho pela frente), chegou inteiramente gratis, diferente da versão para computadores e consoles, que custa cerca de 60 reais.

Obviamente, a jogabilidade tem suas perdas, já que o game roda em uma tela menor, compartilhando o espaço com todos os botões para direcionar, mirar, atirar, abrir o inventário, agachar/deitar, além do mapa, contagem de sobreviventes e informações sobre pontos de energia, armamentos e munição disponíveis.

PUBG mobile: limitações na tela pequena - Mobizoo

A quantidade de botões disponíveis versus ações que precisam ser feitas rapidamente acaba sendo um grande desafio, pois no momento dos confrontos, por exemplo, correr, mirar nos inimigos, agachar-se e trocar de item acabam sendo tarefas um tanto quanto bagunçadas em uma tela pequena. Em contrapartida, o recuo foi minimizado e um sistema de mira direcionada foram adicionados para minimizar essas dificuldades.

Facilidades

Já alguns comandos de uso frequente foram facilitados: O loot do game (ato de saquear os itens dos mortos ou simplesmente do mapa) foi repensado para ser semi-automático, contando com vantagens como por exemplo os aprimoramentos, que são adicionados automaticamente para as armas que estão equipadas (no caso de serem compatíveis, obviamente).

Distâncias também são sinalizadas de forma mais simples no mapa, assim como sinalizações mais claras de onde os tiros foram recebidos, para aqueles jogadores que não podem jogar com fones de ouvido.

PUBG mobile: armas - Mobizoo

Apesar dessas diferenças, a essência do game foi perfeitamente mantida: As emboscadas em pontes, as corridas suicidas para buscar o drop (uma caixa que cai aleatoriamente no mapa com itens poderosos e raros), corridas para fugir das bombas que caem dos céus, cair em uma área com outros 10 jogadores, a falta de munição em momentos cruciais, a física maluca de colisões com veículos e todo o charme que fez a fama do game, o mais jogado do ano passado na Steam.

Conclusão

Com um pouco mais de 1 gigabyte, você pode jogar inteiramente gratis o Battle Royale do momento. O game também conta com adicionais de missões e moedas que poderão ser trocadas por itens cosméticos que NÃO garantem vantagens técnicas para os combates. Finalizando, é uma incrível experiência adaptada, que não necessita dos investimentos que as versões de PC e consoles necessitam para saborear o melhor multiplayer de 2017.

PUBG mobile: mira e mapa - Mobizoo

E você, já jogou PUBG mobile? Curtiu a experiência no seu dispositivo? Compartilhe conosco suas histórias de sobrevivência!

Mais sobre: android diversão ios