LG K62: como desperdiçar um bom design [Review]

O LG K62 é o upgrade natural do K51S: ele sai da caixa com Android 10, a RAM foi de 3 para 4 GB, a câmera principal saltou de 32 para 48 MP, e o design foi reformulado para ficar mais moderno e confortável.

O modelo fica na disputadíssima faixa dos R$ 1.300, e se você quer saber se ele é uma boa compra frente aos concorrentes, está no lugar certo.

Neste review eu conto como foi a minha experiência usando o K62 por algumas semanas, e comparo cada item do modelo com outros dispositivos que já usei.

Tá com muita pressa? Então confira abaixo a minha lista de prós e contras, ou vá direto para:

Prós e contras

Prós

  • Design bonito e confortável;
  • Boas câmeras;
  • Tem 4G+ e WiFi 5 GHz (muitos concorrentes não têm);
  • Bateria de longa duração.

Contras

  • Tela com cores mortinhas e brilho fraco;
  • Desempenho abaixo da concorrência.
LG K62 é bom? Vale a pena? [Review] - Mobizoo

Ficha técnica

  • Modelo LM-K520BMW;
  • Android 10;
  • 4G+ Dual Chip;
  • Tela TFT HD+ de 6,6 polegadas (720 x 1600 px);
  • Processador Octa Core 2.3 GHz MediaTek Helio P35 (MT6765);
  • GPU PowerVR GE8320;
  • 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno;
  • Entrada para micro SD;
  • Câmera traseira quádrupla:
    48 MP f/1.8 – wide com autofoco PDAF e Quad Pixel;
    5 MP f/2.2 – ultrawide;
    2 MP f/2.2 – macro;
    2 MP f/2.4 – sensor de profundidade;
  • Câmera frontal wide de 13 MP f/2.0 com Quad Pixel;
  • Gravação de vídeo Full HD;
  • Otimização de áudio Dts-X;
  • Certificação de resistência militar;
  • Leitor de impressão digital lateral;
  • Rádio FM;
  • USB Tipo C;
  • Bluetooth 5;
  • Bateria de 4000 mAh.

Unboxing

Design e tela

Um dos principais destaques do LG K62 em relação aos seus antecessores é o design.

O modelo é mais leve e compacto que os K51S e K61, tem menos bordas em torno da tela, e o recorte da câmera frontal agora é centralizado, bem mais harmônico.

Esses detalhes, aliados à bela traseira de plástico fosco com novo módulo de câmeras “tipo cooktop”, garantem um visual que é, ao mesmo tempo, mais moderno e mais confortável que o da geração passada.

A tela mais alta e mais estreita também ajuda um bocado na ergonomia, e dá até pra arriscar usar o bonito com apenas uma mão.

LG K62 - tela

De modo geral, o design do K62 é excelente, e é uma pena que a LG tenha desperdiçado a chance de fazer um aparelho nota 10, colocando nesse corpinho delícia um processador tão ultrapassado, e uma tela tão fraquinha (o mesmo vale para o K62 Plus).

O problema do display não é a resolução ser apenas HD+, como você poderia esperar, mas sim a falta de brilho para uma boa visualização ao ar livre, e as cores mortinhas, que dão um aspecto “lavado” às imagens.

E para piorar, não há nenhuma opção no sistema para que o usuário possa calibrar as cores do visor.

Câmeras

A LG costuma colocar câmeras bem competentes em seus intermediários, e com o K62 não foi diferente.

Na traseira o modelo conta com um conjunto de lentes bem completinho e sensores que fazem bem o seu trabalho, e o enorme flash dual tone completa o kit, com a função de acabar com aquelas caras pálidas nos retratos noturnos (ele melhora os tons de pele).

Eu levei o dispositivo para uma sessão de cliques na casa do Ruy Barbosa (não da Marina), e os resultados você confere a seguir.

Deu pra perceber que o pós-processamento da LG ainda não é tão bom quanto o que vemos nos equivalentes da Samsung e Xiaomi, mas parece que ela está no caminho.

Bora pros exemplos? Começando com boa luz e HDR ativado:

Teste de câmera - LG K62 Teste de câmera - LG K62 Teste de câmera - LG K62

Vamos ver a diferença entre a lente principal (1), e lente ultrawide (2):

Teste de câmera - LG K62 Teste de câmera - LG K62

Agora, um comparativo da mesma foto, sem AI:

Teste de câmera - LG K62

E com AI:

Teste de câmera - LG K62

Duas fotos com a câmera macro:

Teste de câmera - LG K62 Teste de câmera - LG K62

E finalmente a câmera principal em situações mais desafiadoras de luz:

Teste de câmera - LG K62 Teste de câmera - LG K62

Para fechar, uma selfie “normal”:

Teste de câmera - LG K62

E uma no Modo Retrato:

Teste de câmera - LG K62

Resumo da ópera: ainda há bastante espaço para melhorias, mas quem comprar o aparelho para fotografia não vai se decepcionar (diferente do que acontece com o K52).

Para ver as fotos deste review em tamanho original, acesse o Google Drive do Mobizoo.

Teste de desempenho [vídeo]

A LG errou feio ao combinar o defasado chip Helio P35 com a tela Full HD+ do K61, então ela precisava corrigir isso no K62.

Então, ela baixou a resolução da tela do novo modelo para HD+ (o que garantiu mais mais fluidez pro usuário, é verdade), mas errou novamente ao manter o mesmo chip, que entra em 2021 como um dos piores do mercado, inferior até mesmo ao Unisoc do Philco Hit P10.

O resultado: até o jogo infantil PK XD fica todo engasgadinho no K62.

Bom, pelo menos eu não encontrei nenhum bug ou travamento durante os meus testes com o K62, coisa que aconteceu bastante nas primeiras semanas com o K51s (isso depois foi corrigido).

 

Ok, você pode até ficar satisfeito com o desempenho do K62 se o seu uso for apenas de redes sociais, YouTube e coisas mais triviais, onde ele entrega uma experiência bem decente, mas o fato incontestável é que ele é um dos piores nesse quesito, quando comparado aos seus concorrentes na mesma faixa de preço.

Pontuação Antutu Benchmark

LG K62 - Antutu

Bateria

Se por um lado o K62 decepciona no desempenho, por outro ele impressiona na autonomia.

Durante as minhas semanas de uso, o modelo manteve com tranquilidade a média de 2 dias inteiros longe da tomada, garantindo sempre mais que 7 horas de tela com uso moderado.

Mesmo nos dias mais intensos de jogos e streaming foi possível chegar ao fim do dia com carga disponível, então posso concluir que certamente esse modelo não vai te deixar na mão.

Ah, e o carregamento não é muito lento não (mas também não é super rápido).

Áudio

Se você busca um celular com alto falante potente, há opções melhores nessa faixa de preço.

A saída de som do K62 é daquelas bem medianas, com volume apenas ok, nenhum grave, e médios um tanto estridentes.

Nos fones de ouvido que vêm na caixa a experiência é um pouco melhor, principalmente se você usar o recurso “Som 3D LG” (anteriormente conhecido como DtsX 3D), que está em praticamente todos os aparelhos da marca.

Veredito

O LG K62 tinha tudo para ser um celular excelente, por conta de seu design redondinho, boas câmeras e bateria de longa duração, mas infelizmente a marca errou em 2 pontos importantes: o desempenho e a tela.

O Android 10 até melhorou um bocado a performance do já idoso chip Helio P35, mas isso não foi suficiente para deixar o modelo competitivo, mesmo com seus 4 GB de RAM.

Pelos mesmos R$ 1.300 cobrados pelo K62, é possível comprar aparelhos muito mais potentes, como o Mororola One Fusion e o Redmi 9, e até modelos mais baratos, como o Moto G9 Play, se saem melhor nesse quesito.

A tela também fica atrás da concorrência, sendo facilmente atropelada pelo belo painel AMOLED do Galaxy M21s, então só dá mesmo pra recomendar o modelo da LG depois que ele chegar nos R$ 1.000.

Enquanto isso não acontece, meu veredito é:

bacana

Ainda não conhece a escala memética de avaliação do Mobizoo? Então veja como fazemos nossas análises de celular.

Deixo o meu agradecimento à assessoria da LG, que gentilmente emprestou o celular utilizado nesta análise.

Mais sobre: LG