LG K10 Novo: mais feio no nome e no design

LG K10 Novo. Esse é o nome que a fabricante coreana resolveu dar para a nova versão 2017 do popular LG K10. Sério.

Parece até piada, mas chega até a ser uma inovação, de tão inusitado que o fato é.

Nenhuma outra fabricante, desde as origens dos smartphones, teve a cara de pau coragem de simplesmente colocar a palavra novo em um lançamento.

E isso me faz imaginar um cenário ainda mais assustador: o lançamento, em 2018, do LG K10 Mais Novo, e do LG K10 Muito Mais Novo em 2019.

Ah, e como se não bastasse o nome bizarro, a LG também resolveu tirar toda aquela personalidade que o LG K10 original possuía em seu design, em favor de um visual bem convencional (eu diria até pouco inspirado) nessa nova versão.

Sinceramente, eu não sei o que eles estão pensando.

lg k10 novo

Como você já deve saber, faz tempo que a LG não lucra com smartphones Android, e o fracasso nas vendas do LG G5 só aumentou a pressão sobre os designers e engenheiros da empresa.

Resumindo: a fabricante PRECISA emplacar algum modelo de sucesso este ano, ou vai entrar numa zona perigosa, também conhecida como ostracismo.

O LG K10 está posicionado na faixa de preço com maior volume de vendas atualmente no Brasil (logo abaixo dos R$ 1.000), e é importante para a marca que ele permaneça na posição de destaque que conseguiu em 2016, aparecendo sempre nas listas dos mais vendidos.

Preço e especificações

Com relação ao preço do novo modelo, não há com o que se preocupar: o LG K10 Novo foi lançado com o mesmo preço de lançamento do LG K10 em 2016 (R$ 1.199), e assim como aconteceu com o modelo anterior, deve cair para preços abaixo dos R$ 1.000 já nos próximos meses.

Quanto às especificações do aparelho, há boas e más notícias. Vamos começar pelas boas:

  • agora são 2 GB de memória RAM (antes tarde do que mais tarde!);
  • o armazenamento interno pulou de 16 para 32 GB;
  • o conjunto chipset + GPU recebeu bom upgrade;
  • a bateria cresceu de 2220 mAh para 2700 mAh;
  • ele sai de fábrica rodando Android 7.

Agora as más:

  • aparentemente as câmeras não receberam melhorias, e, segundo alguns reviews, a câmera frontal até piorou;
  • o som do alto falante continua muito fraco;
  • a interface do Android customizada pela LG continua ruim.

Além disso, a tela poderia ter evoluído de HD para Full HD, e o botão circular traseiro deveria ter a função de leitor de impressão digital (ele parece ter, mas não tem).

Essas duas características já estão presentes nos três principais concorrentes da mesma faixa de preço (Galaxy A5 2016, Moto G4 Plus e Lenovo Vibe K6), e isso pode pesar bastante para o consumidor na hora da compra.

Sai personalidade, entra mesmice.
Sai personalidade, entra mesmice.

Design

Já era esperado um ar mais conservador nos smartphones da LG em 2017, depois de um 2016 com muita ousadia e “personalidade” tanto na linha G quanto na linha K.

Esse direcionamento já havia sido apontado, inclusive, pelas imagens vazadas do LG G6, que mostram um aparelho com visual bem “padrãozão”, nada empolgante.

O K10 2017 segue pelo mesmo caminho, abandonando todas as características singulares da versão anterior: a ótima pegada da textura “jeans”, os botões de volume traseiros, a moldura arredondada, e o acabamento do alto falante de ligações, claramente herdado do saudoso Nexus 4.

O resultado: um celular que pode facilmente ser confundido com qualquer outro da categoria.

É triste como ver um nerd tentando fazer qualquer coisa para se enturmar com os valentões.

Mais sobre: lg
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

Apoie o conteúdo que você ama!

Desative o seu bloqueador de anúncios e nos ajude a manter o site :)