Review Galaxy S8 Plus: grandes poderes, grandes responsabilidades

O Samsung Galaxy S8 Plus é a versão maior e mais cara do top de linha que chacoalhou o mercado em 2017, e por isso carrega consigo duas grandes questões por onde passa: o peso de estar no topo, e a responsabilidade de justificar seu custo extra.

Passei algumas semanas usando o Samsung Galaxy S8 Plus como meu celular principal, e a seguir você irá conferir todas as minhas opiniões sinceras sobre este smartphone.

Review Galaxy S8 Plus: grandes poderes, grandes responsabilidades - Mobizoo
Atualização: o Galaxy S8 Plus já foi atualizado oficialmente para o Android 8 Oreo. Conheça todas as novidades no link abaixo.

Samsung Galaxy S8 Plus: preço e disponibilidade

O Galaxy S8 é sem dúvida o grande divisor de águas para os tops da Samsung. Afinal, a linha foi completamente reformulada nesta nova versão, e muitas apostas foram feitas para deixar estes modelos realmente à frente da concorrência.

A tela passou a ocupar quase toda a frente do dispositivo, e pela primeira vez na história da marca os tradicionais botões frontais saíram de cena para dar lugar à barra de navegação virtual do Android.

Com menos bordas e botões ocupando espaço, a fabricante conseguiu colocar muitas polegadas num corpo compacto, algo que fica ainda mais impressionante na versão Plus.

Mas será os R$ 400 extras cobrados pelo Galaxy S8 Plus fazem sentido? E como ele se sai frente à concorrentes de peso como o iPhone 7 Plus?

Bom, vou responder essas e outras dúvidas ao longo desta análise, mas caso você esteja com pressa, vale uma rápida olhada na lista de prós e contras:

Samsung Galaxy S8 Plus: prós e contras

Prós:

  • Ótimas câmeras;
  • É um top de linha Dual Chip;
  • Veloz e confiável;
  • Fones de ouvido AKG são simplesmente os melhores que já vieram na caixa de um celular;
  • Desbloqueio por íris que funciona bem mesmo em ambientes escuros;
  • Tela que está um passo à frente da concorrência;
  • A bateria aguenta mais de um dia inteiro de uso;
  • Resistente à água.

Contras:

  • O leitor de impressão digital fica numa posição péssima, e falha algumas vezes;
  • O vidro traseiro fica todo marcado de dedos;
  • Acostume-se a ativar e tocar a tela sem querer diversas vezes ao dia, graças à quase ausência de bordas em torno da tela;
  • Os cantos curvos da tela não possuem funcionalidade real, e exibem um sombreado que pode incomodar algumas pessoas;
  • Assistente Bixby precisa melhorar muito para ser realmente útil.

Samsung Galaxy S8 Plus: unboxing e primeiras impressões

Samsung Galaxy S8 Plus: design

Por conta da tela e bateria maiores, o Galaxy S8 Plus pesa quase 20 gramas a mais que o Galaxy S8, e isso é algo a se considerar antes da compra.

Graças ao aproveitamento do “display infinito“, ele não chega a ser um smartphone grandalhão e pesadão, mas a altura e peso extras são suficientes para torná-lo menos confortável de usar que seu irmão menor, especialmente para quem tem mãos pequenas.

Traseira do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Sua traseira em vidro curvo ajuda um bocado na pegada, mas ela é um verdadeiro ímã para marcas de dedos. Por sorte, essas marcas são menos visíveis na versão prata que testei (na versão preta são BEM visíveis).

O posicionamento do leitor de impressões digitais ao lado da câmera traseira é a única unanimidade negativa entre os especialistas sobre o design do modelo (e do irmão menor também), e eu acrescento que no caso do S8 Plus o problema é ainda pior, já que é preciso esticar bastante o dedo para alcançar o sensor.

Parte inferior do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Ao contrário do que foi feito por outras marcas, a Samsung acertou ao manter o conector padrão de fones de ouvido ao lado do USB Tipo C em seus tops, e para fechar o pacote, ela ainda envia 2 adaptadores USB na caixa, facilitando a vida de quem precisa continuar usando cabos e acessórios micro USB e USB “padrão”. Viu Apple?

Lateral direita do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Em termos de espessura, o Galaxy S8 Plus não é tão fino como o Moto Z2 Play, por exemplo, porém suas extremidades curvadas se encontram de forma bastante harmoniosa nas laterais, gerando um efeito ótico que o faz parecer mais fino do que realmente é (tipo aquela camisa preta que esconde suas gordurinhas).

Lateral esquerda do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Por fim, este é um dos poucos tops de linha com suporte a dois chips de operadora, porém sua bandeja híbrida obriga os usuários a escolherem entre expandir o armazenamento com um cartão micro SD ou usar um segundo SIM.

Parte superior do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Samsung Galaxy S8 Plus: tela

O Galaxy S8 Plus possui display Super AMOLED com a mesma resolução WQHD+ e proporção ultra wide 18.5:9 do S8, porém dispõe de 0.4 polegadas a mais, oferecendo espaço extra para visualização de conteúdos, algo que é bem importante quando falamos de produtividade com 2 aplicativos dividindo a tela ao mesmo tempo, por exemplo.

Como já era esperado, este painel apresenta cores muito vivas, pretos que são realmente pretos, ótima visibilidade em ambientes externos e ângulos de visão perfeitos, porém, na minha opinião, sai da caixa com uma calibragem de cor um pouco fria demais (puxando os brancos para o azul).

Felizmente o sistema do dispositivo conta com uma ferramenta completa para calibração da tela, que permite ao usuário regular do seu jeito o equilíbrio de cores, o balanço de branco e até a tonalidade das bordas Edge.

Tela do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Falando em bordas Edge, eu particularmente ainda não acho que esses cantos curvos sejam úteis de verdade – ainda mais agora que estão menores – e que, no final das contas, eles só servem para deformar as laterais das imagens com um sombreado estranho (pelo menos ele pode ser suavizado nas configurações).

Eu ficaria bem mais feliz com uma versão flat do S8, pois na minha opinião, os recursos Edge que a Samsung implementou no sistema funcionariam sem problemas numa tela “normal”.

Samsung Galaxy S8 Plus: câmeras

Muita gente apostou que a Samsung traria uma câmera dupla na traseira Galaxy S8 – afinal essa era a grande tendência para 2017, mas ela acabou ficando com a estratégia “não se mexe em time que está ganhando”, e trouxe para a nova geração a mesma (e premiada) câmera traseira do Galaxy S7.

O verdadeiro upgrade ocorreu na câmera frontal, que saltou de 5 para 8 MP, mantendo as mesmas tecnologias da versão anterior, numa clara afirmação da importância das selfies.

Câmera traseira do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Nas semanas que estive com o aparelho, pude testar seu conjunto fotográfico a exaustão, mas apesar de na maioria das vezes ter obtido resultados deslumbrantes, um pequeno detalhe não permitiu que eu desse a nota máxima nesse quesito: o modo foco seletivo.

Mas antes de entrarmos nesse assunto, vamos aos exemplos do que a câmera pode fazer, em ordem de condições de luz (da melhor para a pior):

Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo
Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo
Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo
Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo
Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo
Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo
Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Pronto, agora que você já viu do que a câmera principal do Galaxy S8 Plus é capaz no modo automático, vamos para uma sequência de comparações da mesma fotografia, sendo a primeira versão no modo “normal”, e a segunda no modo foco seletivo (com fundo desfocado):

Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo
Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Já de cara, nessa primeira imagem da escultura, é possível observar o recorte grosseiro do primeiro plano feito pelo foco seletivo, algo que acaba deixando a imagem com aspecto forçado, parecendo um efeito mal aplicado do Photoshop.

Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo
Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Em outros tipos de fotos o defeito é um pouco mais difícil de ver, mas ele está lá. Basta olhar com bastante atenção cada detalhe do objeto da foto para encontrar.

Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo
Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Na câmera frontal temos selfies de muita qualidade e amplo ângulo de captura, e também é possível usar o foco seletivo para dar aquele efeito profissional nos seus retratos.

Selfie com o Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Infelizmente o mesmo problema de recorte impreciso e por vezes grosseiro entre o primeiro e o segundo plano se repete na câmera frontal, mas aqui ele é um pouquinho mais sutil, até pela natureza das imagens.

Modo retrato do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo
Modo retrato do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Por fim, a câmera traseira faz um excelente trabalho na hora de capturar imagens de objetos próximos, e as clássicas fotos pratos do Instagram vão ficar lindíssimas, a não ser quando sua comida for feia.

Teste de câmera do Samsung Galaxy S8 Plus - Review / Mobizoo

Caso queira visualizar as fotos em tamanho grande, baixe este arquivo zip.

Samsung Galaxy S8 Plus: desempenho

Em termos de velocidade o Galaxy S8 Plus pode ser considerado o rei dos Androids, mas isso não significa que ele está livre de um oponente à sua altura.

O iPhone 7 Plus é a “pedra no sapato” do top coreano tanto no preço quanto na ficha técnica, e apesar de ambos serem dispositivos muito potentes, há uma diferença bem importante entre os dois quando assunto é desempenho.

A pontuação geral alcançada pelo celular da Apple é maior que a do S8 Plus no teste de velocidade Antutu (e em alguns outros também), mas quando olhamos no detalhe, percebemos que o aparelho da Samsung leva uma vantagem considerável na performance 3D (games), enquanto o iPhone supera o adversário no quesito UX (velocidade de interface).

No caso da UX, o fato pode ser facilmente comprovado com o aplicativo que é um dos grandes vilões de performance do Android: o Facebook. Enquanto ele roda “liso” no iPhone, no S8 Plus apresenta algumas engasgadinhas aqui e ali.

Por outro lado, o S8 Plus consegue rodar games pesados como Asphalt Xtreme de forma muito superior, mantendo qualidade máxima de efeitos e alta taxa de quadros, mesmo numa resolução de tela bem maior. Veja:

Frente aos outros Androids top de linha o Galaxy S8 Plus faz bonito, ficando pau-a-pau até mesmo com modelos mais novos como o Xperia XZ Premium e o Moto Z2 Force, e isso não só papel, mas também na prática.

Antutu Benchmark Galaxy S8 Plus - Mobizoo

O sistema customizado da Samsung está mais bonito e esperto do que nunca, mas eu confesso que algumas funcionalidades me decepcionaram, como a tela Edge que comentei anteriormente, o modo Always On (que na minha opinião é inferior à solução da Motorola), e a Bixby.

Bixby é bacana na teoria e possui voz bem natural, mas na prática fica bem atrás do Google Assistant e serviços similares, seja pela falta de suporte ao português e outras línguas importantes, ou pelas funcionalidades ainda bastante limitadas.

Barra de navegação do Galaxy S8 Plus - Mobizoo

Apesar de não parecer, o tradicional botão Home da linha ainda está presente fisicamente na parte inferior da tela, só que dessa vez “escondido” debaixo do vidro.

Desta forma, você ainda pode acionar o aparelho a qualquer momento apertando (de verdade) este botão, ou opcionalmente dando dois toquinhos nele.

O modelo tem zilhões de configurações que eu não vou detalhar aqui por uma questão de bom senso, mas o importante para você saber é que ela dá conta de todas as tarefas imagináveis num smartphone “com o pé nas costas”, e o raros “soluços” que apresenta são resultado da mais pura incapacidade dos desenvolvedores de aplicativos Android de entregar softwares bem feitos (estou olhando para você, Facebook).

Samsung Galaxy S8 Plus: bateria

Nesse quesito o Galaxy S8 Plus passa por cima da concorrência com certa tranquilidade.

Mesmo saindo da tomada todos os dias por volta das 6:30, e encarando meus testes intensos para esta análise, o modelo nunca chegou ao fim da noite pedindo carga, e normalmente sempre restavam 30% ou 40% disponíveis para o dia seguinte.

E graças ao carregamento rápido, bastavam apenas alguns minutos de tomada na manhã seguinte para “completar o tanque” (ou pelo menos chegar bem perto disso).

Ah, e se você está querendo saber se a bateria dele dura mais que a do S8, a resposta é sim. Quanto? Eu chutaria uns 15% a mais, mas isso vai variar de acordo com a resolução de tela que você selecionar.

Samsung Galaxy S8 Plus: som

Geralmente a qualidade dos fones de ouvido que acompanham smartphones transita entre o medíocre e o satisfatório, mas esse definitivamente não é o caso dos fones AKG que do Galaxy S8 Plus.

Eles entregam de longe a melhor experiência que eu já tive com “fones de celular”, e se aproximam um bocado da potência, profundidade e riqueza sonora de modelos de alta performance, como aqueles caríssimos amados pelos audiófilos.

Fones de ouvido AKG Galaxy S8 Plus - Mobizoo

O alto falante também reproduz som alto e de qualidade, porém sua posição na base do dispositivo não é muito favorável para quem for assistir vídeos ou jogar, já que a saída pode ser acidentalmente obstruída com certa facilidade quando seguramos a tela na horizontal.

Por último, mas não menos importante, o Bluetooth 5 presente no modelo permite que você conecte dois fones de ouvido ou duas caixas de som wireless ao mesmo tempo, possibilitando o compartilhamento de áudio com quem você quiser.

Samsung Galaxy S8 Plus: ficha técnica

  • Android 7 Nougat;
  • 4G Dual Chip (2 nano sim);
  • Tela Super AMOLED WQHD+ de 5.8 polegadas (1440 x 2960 px);
  • Vidro Gorilla Glass 5;
  • Chipset Exynos octa core de 2.3 GHz;
  • 4 GB de RAM;
  • 64 GB de armazenamento interno;
  • GPU Mali-G71 MP20;
  • Câmera traseira de 12 MP f/1.7 com autofoco PDAF, OIS, flash e auto HDR;
  • Câmera frontal de 8 MP f/1.7 com autofoco e auto HDR;
  • Gravação de vídeo 4K/30 fps e slow motion;
  • Entrada para microSD até 256 GB;
  • Leitor de impressão digital;
  • Leitor de íris;
  • Leitor de batimentos cardíacos;
  • Sensores: luz ambiente, acelerômetro, proximidade, magnetômetro (bússola), barômetro e giroscópio;
  • Bluetooth 5;
  • NFC;
  • A-GPS, GLONASS;
  • USB Tipo C 3.1;
  • Bateria 3500 mAh com carregamento rápido.

Samsung Galaxy S8 Plus: vale a pena?

Não é fácil ser um dos smartphones mais caros e desejados do mercado no momento em que os intermediários estão cada vez melhores, mas o Galaxy S8 Plus segura bem essa onda, mesmo com alguns probleminhas aqui e ali.

Sua grande tela infinita é sem dúvida o seu maior trunfo, e pagar um pouquinho mais para ter todo esse espaço no bolso faz bastante sentido. Ah, e você ainda leva um pouquinho mais de bateria.

Ele não é o melhor em tudo – o iPhone 7 Plus e o LG G6 possuem câmeras traseiras mais versáteis, por exemplo –, mas seu conjunto é poderoso, robusto e confiável o suficiente para torná-lo uma das melhores compras da atualidade.

Sendo assim, meu veredito é:

Quer comprar seu Galaxy S8 Plus pelo melhor preço, e ainda dar uma forcinha pro Mobizoo? Basta clicar no botão abaixo!

Use o cupom: CYBERMONDAY

COMPRAR

Ainda não conhece a escala memética de avaliação do Mobizoo? Então veja como fazemos nossas análises de celular.

Deixo o meu agradecimento à assessoria da Samsung que gentilmente emprestou o celular utilizado nesta análise.
Mais sobre: galaxy samsung