LG K41S: salvo pelas câmeras [Review]

O LG K41S é o modelo mais básico da nova linha K de smartphones da LG, mas apesar disso, ostenta visual que lembra aparelhos premium, e uma câmera traseira quádrupla, rara na categoria.

O modelo foi lançado por R$ 1.299, porém já pode ser encontrado por R$ 1.000 em algumas ofertas, preço que certamente está despertando interesse de muita gente.

Mas será que ele vale a pena? Bom, eu usei o aparelho como meu celular principal durante algumas semanas, e a seguir eu respondo essa e outras perguntas.

Vá direto para:

LG K41S é bom? Vale a pena? [Review] - Mobizoo

Tá com pressa? Então passa o olho na lista de prós e contras:

Prós e contras

Prós

  • Bom conjunto de câmeras na traseira;
  • Bonito e confortável;
  • Bateria de longa duração.

Contras

  • Desempenho inconsistente e alguns bugs;
  • Tela com cores lavadas e pouco brilho;
  • O novo carregador de 10w não é ruim, mas 15w seria bem mais legal;
  • Sai da caixa com o Android 9 Pie, e ainda não há previsão para atualização.

Unboxing [vídeo]

Ficha técnica

  • Android 9;
  • 4G+ Dual Chip;
  • Tela TFT HD+ de 6,55 polegadas (com notch em V);
  • Processador Octa Core 2.0 GHz MediaTek Helio P22 (MT6762);
  • GPU PowerVR GE8320;
  • 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno;
  • Câmera traseira quádrupla (13 MP Quad Pixel + ultrawide 5 MP + macro 2 MP + sensor de profundidade 2 MP);
  • Câmera frontal de 8 MP f/1.8;
  • Gravação de vídeo Full HD;
  • Otimização de áudio Dts-X;
  • Certificação de resistência militar;
  • Rádio FM;
  • USB Tipo C;
  • Bluetooth 5;
  • Bateria de 4000 mAh.

Design e tela

Sem dúvida um dos grandes acertos da LG na linha K 2020 foi o design.

Ao colocar o mesmo desenho e acabamento nos três modelos, a marca fez com que o modelo mais barato, o K41S, não parecesse tão inferior.

A construção é robusta, leve, e conta com certificação militar de resistência, e o corpo de plástico cheio de curvas é bonito e gostoso de segurar.

Os dois únicos itens que diferenciam o K41S dos demais são o volume da câmera traseira, (que nele é quase zero, no K51S é um pouco maior, e no K61 é um calombo), e o notch na tela em forma de “V”, que nos irmãos é apenas um buraquinho de canto.

LG K41S: tela

Você pode até se impressionar com a grande tela do K41S numa primeira olhada, mas basta passar alguns dias usando o aparelho para perceber que ela não é boa.

Diferente dos bons painéis TFT que temos nos K51S e K61, o do K41S é bem decepcionante, pois apresenta cores lavadas, branco amarelado, vazamento de luz nas bordas, brilho fraco, e nenhuma possibilidade de configuração.

O resolução é ok, o contraste é ok, e até os pretos são ok, mas você vai se lembrar que esse é um smartphone básico toda vez que usá-lo em situações mais desafiadoras, como debaixo da luz do sol.

Câmeras

Entre os novos modelos da linha K, o LG K41S é o que possui conjunto quádruplo de câmeras mais humilde. Na traseira são 13 MP na lente principal, 5 MP na ultrawide, 2 MP de macro, e mais um sensor de profundidade de 2 MP para o efeito de fundo desfocado, e na frontal são 8 MP.

Mas calma, não tire suas conclusões ainda, pois apesar dos números pouco inspiradores, os resultados impressionam, e muito.

Para um dispositivo que certamente ficará abaixo dos mil reais nos próximos meses, o K41S tira fotos muito boas, como você pode conferir nos exemplos a seguir.

Para começar, vamos de câmera principal com boa luz e HDR:

Teste de câmera - LG K41S Teste de câmera - LG K41S Teste de câmera - LG K41S

Agora, confira essa captura com o modo AI Camera da LG, que ativa sozinho as melhores configurações:

Teste de câmera - LG K41S

Veja como a lente normal e a ultrawide se saem capturando a mesma cena:

Teste de câmera - LG K41S

A lente ultrawide captura um quadro muito mais amplo, e eu não percebi grandes quedas de qualidade em relação à principal (pelo menos em ambientes com boa luz).

Teste de câmera - LG K41S

Num dia mais nublado é possível perceber as limitações das duas câmeras, mas mesmo assim os resultados são bons frente aos concorrentes:

Teste de câmera - LG K41S Teste de câmera - LG K41S

Na câmera macro eu não consegui resultados tão bons quanto os do K51S, mas isso não chega a ser um problema, já que a maioria das câmeras macro de celulares são fracas:

Teste de câmera - LG K41S

E finalmente para finalizar, temos a câmera frontal, com a selfie tradicional:

Teste de câmera - LG K41S

E a selfie no Modo Retrato:

Teste de câmera - LG K41S

No geral eu gostei dos resultados, e por isso recomendaria o LG K41S para quem busca um bom celular para fotos até R$ 1.000.

Para ver as fotos deste review em tamanho original, acesse o Google Drive do Mobizoo.

Teste de desempenho [Vídeo]

Para começar esse quesito, preciso avisar que tive uma experiência “bem louca” com o K41S nas minhas semanas de uso.

Nas tarefas normais do dia a dia, o aparelho apresentou desempenho bastante inconsistente, hora funcionando com velocidade satisfatória e boa fluidez, hora ficando lento e todo engasgado.

Para você ter ideia, nesses momentos problemáticos a animação de abertura de apps se comportou de forma estranha, e até os áudios do WhatsApp engasgaram enquanto estavam sendo reproduzidos.

Claramente há um problema de otimização na relação hardware-software, que provavelmente será resolvido numa futura atualização.

Essa é a lista completa de bugs que eu encontrei:

  • Áudios do Whatsapp ficam engasgados depois que a tela se apaga;
  • Às vezes o botão Power “esquece” de acender a tela;
  • Lentidão nas animações de abertura de apps;
  • Stories do Instagram têm queda brusca de frame rate (taxa de quadros);
  • As notificações continuam aparecendo, mesmo com o modo Não Perturbe ligado;
  • Às vezes a tela não acende no fim de uma ligação.

Nos meus testes com jogos eu percebi boas engasgadinhas e frame rate baixo na configuração padrão de Asphalt 9, mas em outros títulos, como Free Fire e Call of Duty, o dispositivo se saiu bem.

No geral eu fiquei bastante decepcionado com a performance do dispositivo, que além de tudo ainda fica bem abaixo dos concorrentes nos testes de benchmark.

Antutu V8: LG K41S, K51S e K61

Bateria

Durante minhas semanas de uso, a bateria do LG K41S ultrapassou um dia inteiro de uso mesmo quando foi mais exigida (com jogos e vídeos), e em várias ocasiões chegou a ficar 2 dias longe da tomada.

O carregador de 10w que acompanha o modelo é o mesmo presente nos K51S e K61 e, como eu disse nos outros reviews, melhorou em relação aos modelos anteriores, mas continua abaixo dos concorrentes que trazem ao menos 15w.

Áudio

O K41S também é o modelo mais simples entre os três novos K quando o assunto é áudio.

Ele traz o mesmo fone de ouvido básico e sistema Dts-X presente nos demais, porém seu alto falante é claramente inferior ao dos irmãos mais caros.

O som dele é alto, porém não há muita definição ou graves, e no volume máximo tende a ficar bem estridente.

Veredito

Celulares básicos que custam mil reais fazem parte do “novo normal” imposto pela pandemia, e a LG não está sozinha nessa.

O salto no preço de celulares como o Motorola Moto E6 Plus e Samsung Galaxy A11 comprovam o duro impacto econômico que o vírus causou, e, no meio dessa categoria, o LG K41S acabou surgindo como única alternativa para quem deseja um conjunto fotográfico “com tudo que tem direito” sem pesar muito no bolso.

A câmera quádrupla é o grande diferencial do modelo frente à concorrência, e também foi o item que mais me agradou nos testes, e por isso eu recomendaria o dispositivo apenas para quem foca nesse quesito.

Também dá para recomendar o aparelho aos que buscam boa duração de bateria, mas essa não é uma exclusividade dele nessa faixa de preço.

Por outro lado, infelizmente o K41S me decepcionou em dois itens que considero extremamente importantes na hora de escolher um smartphone – qualidade da tela e velocidade de processamento –, e por isso meu veredito não pode ser nada além de um belo:

bacana

Ainda não conhece a escala memética de avaliação do Mobizoo? Então veja como fazemos nossas análises de celular.

Deixo o meu agradecimento à assessoria da LG, que gentilmente emprestou o celular utilizado nesta análise.

Mais sobre: LG