Compra Fora: vale a pena importar pelo sistema dos Correios?

No fim de janeiro, os Correios em parceria com a Visa lançaram o Compra Fora, um serviço para o consumidor que deseja, por conta própria, importar produtos dos EUA. Porém, analisando os detalhes do novo serviço, muita gente teve a seguinte dúvida: será que o Compra Fora vale a pena?

Neste artigo nós vamos conferir como funciona o Compra Fora, seus pontos positivos e se realmente vale a pena utilizar este novo modelo de importação dos Correios.

Compra Fora: vale a pena importar pelo sistema dos Correios? - Mobizoo

Porque utilizar o Compra Fora

De acordo com os Correios, o maior apelo deste serviço é o fato de que grande parte dos sites estadunidenses não vendem (entregam) mercadorias para o Brasil.

Pensando nisso, o Compra Fora busca solucionar esta questão, oferecendo aos consumidores brasileiros um endereço nos EUA, para receberem suas compras realizadas pela internet.

Então, segundo os Correios, todas as mercadorias encaminhadas através deste serviço seguirão diretamente para a casa do consumidor. Dispensando assim, a necessidade de buscá-la em uma agência de Correios.

Observação: O Compra Fora pode ser utilizado tanto para produtos que não são vendidos no Brasil como também para os que são encontrados no país. Além do Visa, são aceitos também os cartões: MasterCard, American Express, Diners Club International e Elo.

Como funciona o Compra Fora

Para utilizar o Compra Fora basta efetuar o cadastro gratuito, caso você já não tenha um, no site dos Correios.
Imediatamente após o cadastro, o usuário tem acesso aos endereços e telefones nos EUA para encaminhar suas compras, assim como, um número identificador (suíte).

A partir daí já é possível realizar compras em qualquer site nos EUA informando o endereço americano escolhido e o número identificador.

O valor do produto comprado será pago diretamente à loja virtual. Então, a loja, ou vendedor, dos EUA encaminhará a compra para o endereço fornecido pelo usuário, onde o pacote será identificado através do suíte.

No momento em que a compra chega ao endereço dos EUA, o consumidor deve realizar o pagamento dos valores relativos aos serviços do Compra Fora e impostos.

Resumidamente, o consumidor que utilizar esse serviço irá pagar pelo:

  • Manuseio do pacote nos EUA;
  • Frete aéreo para o Brasil;
  • Suporte nos trâmites aduaneiros;
  • Entrega no Brasil;
  • Impostos referentes à importação.

Por fim, o produto será enviado ao Brasil, passará pelos trâmites aduaneiros e será entregue na residência do comprador.

Durante todo o processo, o consumidor é informado sobre as movimentações e ocorrências com o seu pacote através de seu perfil no Compra Fora ou e-mail.

Compra Fora: passo a passo

Vantagens de utilizar o Compra Fora

Como já mencionamos, a grande vantagem do serviço é ter acesso a produtos dos EUA que normalmente não são entregues no Brasil. Portanto, é como se o consumidor estivesse fazendo compras dentro do país.

Outro ponto positivo é a junção de pacotes, onde o consumidor pode juntar até cinco pacotes em uma única caixa. Para isso, é necessário solicitar a junção das encomendas no site do Compra Fora. Mas, o valor adicional irá depender do endereço nos EUA utilizado.

Como há muitas lojas nos EUA que não cobram pelo frete dentro do país, os Correios informam que com este serviço é possível economizar até 50% no envio juntando várias encomendas em um pacote só.

O Compra Fora oferece também em seu site uma calculadora para simular antecipadamente o quanto você vai gastar.

Além de não ser cobrado nenhum custo para a criação ou manutenção de uma conta no Compra Fora e da facilidade de rastreamento, segundo os Correios, outra boa vantagem deste serviço é a desburocratização deste processo de importação. Isso acarreta, portanto, em mais agilidade na entrega.

Nota: Não há limite mensal de gastos na conta do Compra Fora. Porém, a soma do valor aduaneiro dos produtos dentro de cada pacote não pode exceder US$3.000,00. Além disso há um limite máximo de peso, 30 kg, e tamanho, 200 cm, para cada pacote.

O Compra Fora vale a pena?

O Compra Fora pode de ser muito atraente para a aquisição de mercadorias como livros, por exemplo, onde não há a cobrança de impostos sobre importação. Mas, para produtos como eletrônicos parece que nem sempre será vantajoso.

Isso porque, é possível que ao chegar ao Brasil e passar pelo processo de desembaraço aduaneiro, a Receita Federal do Brasil arbitre um valor diferente ao pacote e, consequentemente, haverá alteração quanto à cobrança de impostos. Além disso, a calculadora de envio do Compra Fora não leva em conta o IOF sobre o produto.

Apenas como exemplo, um iPhone XR de 64 GB comprado através deste serviço fica por R$ 4.527,69 (sem IOF e a possível tarifação da RF) e não pode ser parcelado.

Simulação de compra de iPhone no Compra Fora dos Correios

Enquanto que este mesmo modelo comprado diretamente no site da Apple do Brasil sai por R$ 4.679,10 à vista.

Simulação de compra de iPhone no Compra Fora dos Correios

Então, pela pequena diferença de preço, você já pode concluir se vale a pena arriscar ser tarifado novamente ao chegar no Brasil.

Outro aspecto negativo que os consumidores do Brasil costumam salientar é a falta de garantia e assistência técnica de muitos destes produtos eletrônicos aqui no Brasil.

Por fim, e talvez o mais grave de todos os pontos negativos deste serviço seja a própria Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.

Os Correios, infelizmente, nos últimos anos tem deixado muito a desejar para com seus usuários. Seja pelo excesso de cobrança de taxas, ou seja pelas inúmeras falhas em suas entregas, que já deixou muita gente sem o seu produto importado, inclusive eu.

Agora é com você! Conta pra gente o que você achou da proposta deste novo serviço de importação dos Correios! Compartilhe sua experiência!

Mais sobre: correios importação