Como foi o ano de 2020 para o Mobizoo

O ano de 2020 certamente será lembrado no futuro como uma verdadeira tragédia. Muita gente morreu, muita gente ficou sem renda, muita gente foi morar na rua, muita gente surtou, e toda uma geração de crianças perdeu 1 ano de escola, convívio social e pequenas coisas simples (porém muito importantes) do dia a dia.

Para o Mobizoo, o ano já seria naturalmente difícil, pois o site sofreu um terrível ataque de SEO Negativo no final de 2019, causando enorme perda de visibilidade nas buscas, e consequentemente, grande queda na receita. Em janeiro eu já sabia que passaria 2020 inteiro trabalhando na recuperação do site, e foi exatamente o que aconteceu, independente do pandemônio lá fora.

Ainda no final de 2019 tive que dispensar vários redatores por não poder pagá-los – entre eles o amigo Bruno Salutes (que hoje é editor do Canaltech), e a parceira de longa data Susane de Godoi –, e por isso, de janeiro até abril, fiquei sozinho escrevendo os conteúdos do site, com poucos artigos por semana, apenas para não deixar o projeto morrer, enquanto dedicava a maior parte do meu tempo para reconstruir o que foi detonado pelo ataque.

Se você não sabe o que é um ataque de SEO negativo, aqui vai uma breve explicação:

A reputação de um site é construída através de links de qualidade apontados para ele, numa evolução cumulativa que leva anos para acontecer.

Um belo dia, um dono de site concorrente que ficou incomodado com o crescimento de sua visibilidade (especialmente em palavras-chave concorridas) cria dezenas de “sites fantasmas” de baixa qualidade, geralmente de pornografia e jogos de azar, e aponta CENTENAS de links provenientes dessas páginas para o seu site.

O Google percebe que o seu site está recebendo links demais dessas fontes, e começa a te rebaixar nas buscas. Em poucos meses, todo o seu tráfego orgânico vai pro ralo.

O Google poderia ser melhor nessa avaliação? Com certeza. Mas como não é, tive que correr atrás do prejuízo.

Para reverter a situação fui fazer alguns cursos avançados de SEO, entre eles o excelente SEO de Verdade do Tico Santos, e algumas coisas incríveis eu descobri sozinho no meio do processo, estudando muito!

Aliás, essas sacadas exclusivas eu vou ensinar no meu próprio curso de SEO, que deve sair em 2021. Você que é do ramo: aguarde!

Em abril o site começou a dar os primeiros sinais de recuperação, e foi aí que eu decidi que já dava para contratar alguém. No fim desse mês estreou o Bruno Rodrigues, que me ajudou a manter o site de pé até hoje, cobrindo lançamentos de aparelhos, novidades das operadoras e outras pautas importantes para o site.

O Bruno ficou com as matérias mais corriqueiras, e eu com as mais pesadas (reviews e especiais), enquanto nos bastidores continuava com todo o trabalho de reconstrução de reputação e reestruturação para o site ficar MUITO melhor do que era em 2019.

Modernizei o visual, organizei melhor a navegação, troquei de servidor e otimizei cada centímetro do código (e agora o Mobizoo está mais rápido que nunca), e ainda ampliei muito a produção de vídeos para o canal no YouTube.

E os resultados vieram

O Mobizoo está fechando 2020 com mais de 2 milhões de visualizações nas páginas do site, mais de 2,5 milhões de visualizações nos vídeos do canal (fonte: analytics), quase 300 palavras-chave no top 3 do Google, e quase 1.500 palavras-chave entre a 4ª e a 10ª posição (fonte: Ahrefs).

E olha que engraçado: apesar do Mobizoo ser um site sobre tecnologia móvel, o artigo mais acessado desse ano não foi sobre um aparelho ou plano. “Como assistir A Fazenda online” foi disparado o campeão de acessos de 2020, seguido por “Caixa Tem não funciona? Veja o que fazer“. Isso diz muito sobre o ano, né não?

A verdade é que praticamente todos os sites de tecnologia tiveram que incorporar os temas saúde e entretenimento para “segurar as pontas” nesse ano, muito por conta da queda que tivemos no consumo de eletroeletrônicos, causada pelo combo pandemia+crise+dólar.

Entre os celulares, os mais procurados no Mobizoo em 2020 foram:

  1. iPhone 7
  2. LG K51s
  3. Samsung Galaxy A01
  4. LG K41s
  5. Motorola One Fusion

E por incrível que pareça, o modelo que mais acessou o Mobizoo em 2020 foi o iPhone, com mais de 200.000 acessos, seguido pelo Xiaomi Redmi Note 8, com 24.000 acessos.

76% dos acessos foram por celular, 23% por desktop, e apenas 1% por tablets.

Fonte: Google Analytics

Agradecimentos

Como ficamos sem receita de anúncios em grande parte do ano por conta da baixa visibilidade nas buscas, nossos parceiros foram fundamentais para mantermos o barco no mar.

Por isso, deixo meu agradecimento à MediaTek, NordVPN, Wix, Wondershare e tantas outras que confiaram na gente para seus publieditoriais em 2020, e aproveito para agradecer também às marcas que mesmo com todas as dificuldades, continuaram enviando seus lançamentos pra gente avaliar (LG e Motorola em especial).

Também quero agradecer aos amigos de outros sites que colaboraram muito com a recuperação do Mobizoo, repercutindo nossos furos exclusivos, entre eles a sempre querida Camila Rinaldi (Canaltech), o incrível Nicolas Muller (Oficina da Net), e o super Felipe Ventura (Tecnoblog).

E por fim, e mais importante: quero agradecer a você, leitor e leitora do Mobizoo, que confia no site para escolher seu próximo smartphone, que usa nossas dicas no seu dia a dia (e ainda compartilha com os amigos), e que vem aqui sempre que precisa de resolver algum problema com operadoras, lojas, fabricantes e até softwares.

Obrigado pela companhia, e um excelente 2021 para todos nós!