O Super Nintendo Classic vem aí, e Nintendo 64 deve ser o próximo

Seguindo a boa onda de videogames voltados para os fãs mais saudosistas, e após o estrondoso sucesso do NES Classic Edition, a Big N está trazendo de volta em versão miniatura seu console mais querido dos anos 90. Vem aí o Super Nintendo Classic!

Super Nintendo Classic

Saudosismo ou tendência?

O apelo ao retrô não é uma novidade, especialmente no mundo dos games. Desde algum tempo (acredito eu que na era 32bits já tínhamos os primeiros registros) existem compilações de games antigos/de gerações anteriores, assim como remasterizações em alta definição para consoles mais modernos. Algumas vezes são aguardadas e muito bem-recebidas (como o recente caso da trilogia de Crash Bandicoot), outras vezes acabam nem mesmo sendo necessárias (e denotam estratégias bem equivocadas por parte das empresas).

Entretanto, nota-se que atualmente as decisões de revisitar games, franquias e até mesmo consoles antigos têm sido uma decisão de negócios comum entre diversas empresas de videogames. Temos a Tectoy do Brasil trazendo novamente seu carro-chefe da era 16bits, Mega Drive; Temos a Atari anunciando novos consoles com games clássicos e a Nintendo com suas versões em miniatura.

Queridos e difíceis de obter

Inicialmente apostando na versão miniatura do NES (lançado em novembro de 2016), a Nintendo acabou vendendo-o muito bem, apesar de cancelar sua produção por motivos de recursos  e limitando-os a pouco menos de 3 milhões de unidades vendidas, fazendo os leilões dos consoles restantes irem às alturas na internet.

A versão do Nintendinho trazia um controle idêntico ao utilizado no console original, 30 jogos na memória (entre eles o Mario Bros e o Zelda originais), além de uma entrada HDMI para curtir os pixels em sua televisão de alta definição.

Já para 2017 a empresa resolveu anunciar a versão reduzida da casa de grandes clássicos como Donkey Kong Country, Super Mario World e Super Metroid: O (lógico) Super Nintendo. O console de 16 bits chega corrigindo e aprimorando as lições aprendidas com a criação do NES Classic, trazendo controles com fios maiores, maior variedade de games (inclusive Star Fox 2, NUNCA lançado).

O resultado é claro: Pré-vendas encerradas em pouquíssimo tempo -menos de 40 minutos no Walmart, por exemplo-, com solicitações de novas levas a serem lançadas. A Nintendo anunciou que o console receberá mais unidades do que seu último lançamento retrô, embora não deixe claro a quantidade.

E o futuro?

Se o presente mostra uma grande aderência por parte dos gamers (tanto saudosistas quanto modernos), o futuro tende a trazer mais e mais lançamentos prestando homenagem a consoles clássicos. Uma percepção de um usuário do famoso fórum de games NeoGAF (fonte de inúmeros vazamentos, mas também boatos da indústria) mostrou que a Big N registrou uma patente em um órgão Europeu.

A imagem ilustra nada menos que um controle do Nintendo 64, clássico console de 64 bits (como o nome já diz) que trouxe incríveis games como Super Mario 64, Legend of Zelda Ocarina of Time, 007 Goldeneye e Super Smash Bros, entre muitos outros. Talvez dessa vez a Nintendo tenha optado por utilizar apenas o controle como console, visto que ele é bastante grande em comparação com os controles de NES e Super NES.

Esta é a imagem:

Enfim, ainda não temos nada concreto, a não ser a incessante vontade de jogar e a grande demanda dos fãs em adquirir o console, caso lançado. E você, compraria um N64 mini?

Mais sobre: nintendo