O que é o Android Webview e como ele afeta a performance do seu celular

Se o seu smartphone está rodando qualquer versão do Android igual ou superior à 5.0 Lollipop, ele contém instalado em si (de forma independente) o Sistema Android Webview.

Hoje trazemos um artigo detalhado mostrando a você, usuário, qual a função dessa aplicação e como ela pode afetar a performance do seu celular.

Tudo sobre Android Webview - Mobizoo

O Webview

Conforme a página da Google Play com as informações do aplicativo, o Webview pode ser descrito como:

O Android WebView é um componente do sistema com tecnologia do Google Chrome que permite que apps Android exibam conteúdo da Web. Esse componente vem pré-instalado no dispositivo e deve ser mantido atualizado para garantir que você receba as atualizações de segurança mais recentes e outras correções de bugs.

Mas, o que isso tudo quer dizer?

Funções do Android Webview

O Webview é um componente do Android baseado no projeto chamado Chromium, e trata-se basicamente de um navegador web compacto com código aberto da Google.

A partir da versão 5.0 do sistema ele começou a ser distribuído como um aplicativo separado, podendo ser atualizado de forma independente do sistema operacional do smartphone.

O Webview, explicando de forma simplificada, permite aos aplicativos que abram janelas do navegador de forma interna, sem ter que ‘chamar’ o navegador externamente, e assim abrindo uma outra aplicação, consumindo mais recursos do smartphone.

Essa funcionalidade é extremamente importante para os aplicativos que são utilizados com frequência e que têm muitos links sendo compartilhados/disponibilizados em si como Facebook, Twitter, Instagram e demais redes sociais.

De forma prática, é aquela aba que abre quando você clica em um link no Facebook, apresentando a página a ser acessada, mas sem exigir que uma instância do Chrome (ou do navegador nativo) seja aberta.

Um exemplo disso é que ele consegue fazer a clara distinção entre os conteúdos que serão abertos de outras fontes em sua timeline, evitando aqueles ‘engasgos’ maiores enquanto é realizada a navegação.

Considerações

Entretanto, após uma decisão estratégica da Google em 2015, os aparelhos com versões do Android inferiores a 4.3 perderam o acesso ao recurso, visto que ele continha cerca de 11 ‘buracos’ de segurança (encontrados por pesquisadores independentes), sendo comparado por especialistas em TI como o ‘Internet Explorer do Android‘, uma das principais portas de entrada para ataques. A polêmica em torno dessa questão foi em relação a exclusão dos usuários com versões abaixo da 4.3, que na época eram 60% dos usuários.

Em sua versão mais recente (7.0 Nougat), o Android acaba utilizando o próprio Chrome no lugar de uma aplicação desvinculada, pois acabou avaliando que o uso de memória nesta versão (assim como os aparelhos que a receberam) está otimizado o suficiente para poder renderizar de forma mais eficaz através do próprio Chrome, não necessitando de uma aplicação externa.

Concluindo, podemos dizer que, para usuários (com Androids de 4 a 6), é importante manter o Android Webview sempre atualizado, pois evita brechas na segurança do sistema, auxilia a acessar conteúdos web de forma mais veloz. Já aos desenvolvedores, é recomendável utilizar o recurso na hora de criar suas aplicações que consumirem conteúdo de páginas web por questões de desempenho do sistema, pois muitos smartphones ainda possuem versões anteriores a 7.0 Nougat.

Mais sobre: android google play store
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!

Apoie o conteúdo que você ama!

Desative o seu bloqueador de anúncios e nos ajude a manter o site :)