Relembre os melhores momentos da história do iPod

A Apple anunciou recentemente que irá encerrar a produção dos iPods Shuffle e Nano, e com isso chega ao fim a história do iPod, o mais icônico “tocador de música” de todos os tempos.

É verdade que o iPod Touch continuará a ser vendido, mas ele está muito mais próximo de um iPhone “capado” do que do player de música que revolucionou o mercado fonográfico e tirou do buraco a empresa de Steve Jobs. Ou seja, podemos dizer que o iPod como conhecíamos realmente está morto.

O memorável click wheel –”rodinha” sensível ao toque que era o elemento mais marcante do design desses aparelhinhos – já havia se aposentado quando o iPod Classic saiu do mercado há alguns anos atrás, e agora chegou a vez dos modelos mais modernos, com outros tipos de controles – também dizerem adeus.

Sem dúvida este foi um dos gadgets mais importantes da revolução digital do novo milênio, e certamente os momentos que passamos com ele vão ficar em nossa memória durante muito tempo.

O que nos resta agora é apenas deixar nossa homenagem, e tentar relembrar um pouquinho de seus melhores momentos.

História do iPod - Mobizoo

Veja também: Esta é a história dos smartphones

A história do iPod: o início de tudo

O grande (não o primeiro) player de música foi anunciado pela Apple no ano de 2001, em uma apresentação não tão mágica, não tão fabulosa quanto as mais atuais, com slides contendo uma fonte que parece bastante com a famigerada Comic Sans (o pesadelo de todo designer).

Assista à apresentação logo abaixo:

O modelo inicial trazia apenas 5 GB de capacidade, permitindo ao usuário guardar cerca de 1000 músicas na qualidade de 160 k, com autonomia de 10 horas de bateria, um display ainda em preto-e-branco (lembrando aquelas boas e velhas calculadoras), mas contendo uma vantagem de mobilidade, portabilidade (era do tamanho de um baralho de cartas) e praticidade que os concorrentes mal possuíam com seus walkmans “super modernos”.

Esse era seu visual:

O primeiro iPod - Mobizoo

Gerações Intermediárias

Com sua primeira versão descontinuada logo em 2002, as próximas versões do player trouxeram poucas novidades: A segunda geração (2002 – 2003) veio com suporte ao Windows e o dobro de capacidade; A terceira (2003 – 2004) contou com botões iluminados separados da roda principal, e trouxe também o primeiro dock connector (aquela base para carregar).

O mais interessante é que a loja de músicas iTunes Store só surgiu nessa terceira geração do iPod!

Modelos Incomuns

Em seguida tivemos dois modelos incomuns e ‘de transição’, que traziam funcionalidades que seria melhoradas em um próximo estágio e outras particularidades. Foram estes:

  • iPod Photo (2004 – 2005): Essa versão continha um display colorido, que podia mostrar as fotos guardadas em seu aparelho, assim como um micro porta-retrato, assim como a primeira versão da click wheel em sua forma (praticamente) final, sem nenhum outro botão externo. Vinha também em uma edição especial da banda U2, contendo autógrafos dos membros do grupo;
  • iPod HP (2004 – 2005): Sim, tivemos uma versão do player licenciada pela HP, apesar da parceria incomum não ter durado tanto tempo assim. A versão era simplesmente um iPod comum com o logo da HP em sua capa, acabou sendo responsável por apenas 5% das vendas de iPods do período e encerrou suas atividades devido às condições de contrato muito restritas por parte da Apple.

A Grande Mudança

O modelo que trouxe o formato “final” do iPod como o conhecemos veio em 2005 (e encerrou-se em 2007) foi o iPod Video, que expandiu a capacidade do iPod Photo para rodar vídeos. A sensação de visualizar clipes de músicas na tela de um dispositivo portátil era incrível. Em seguida veio o iPod Classic, que consolidou a “cara” do iPod. O design arredondado e moderno durou de 2007 até 2014.

Os Outros Modelos

Os outros modelos de iPod também tiveram seus fãs, trazendo custos e funcionalidades mais simplificadas para os fãs de música. Foram eles:

  • iPod Shuffle: Com apenas botões e um clip para prender às suas roupas ou acessórios, essa versão realmente simplificada trazia consigo apenas o player, rodando playlists pré-definidas ou totalmente aleatórias, como o próprio nome já dizia. Menor que uma caixa de fósforos, essa versão fez muito sucesso entre atletas, especialmente pela portabilidade.
  • iPod Nano: Essa versão do iPod trazia um display com touchscreen de 2,5 polegadas, uma versão pequena e leve do famoso…
  • iPod Touch: Essa versão mais atual tinha toda a semelhança com o iPhone, exceto realizar ligações (embora algumas versões tivessem até mesmo um face chat).

Conclusão

O player de música mais famoso do mundo dá seu adeus depois de 16 anos no mercado, mostrando que a ascensão dos smartphones tomou o lugar de dispositivos com funcionalidades mais restritas, assim como os grandes serviços de streaming mataram o formato mp3 e a dificuldade em encontrar conteúdo na internet.

Ficamos por aqui com o primeiro comercial do iPod, somente pela nostalgia:

Mais sobre: apple iphone