iPhone rejeitando cabos e carregadores não oficiais? Veja o que fazer

Na semana passada eu tomei um susto ao plugar um iPhone no carregador genérico do meu carro, dando de cara com a irritante mensagem: “Este cabo ou acessório não é certificado e talvez não funcione.”. Até então, iPhone rejeitando cabos era apenas uma lenda para mim.

Depois da raiva de não conseguir fazer o cabo ser reconhecido de jeito nenhum pelo aparelho respirei fundo, e fui pesquisar soluções para esta “simpática” atitude da Apple, e a seguir eu conto o que eu descobri.

iPhone rejeitando cabos e carregadores não oficiais? Veja o que fazer - Mobizoo

Desde que a Apple trocou o antigo cabo de 12 pinos pelo cabo Lightning para carregamento e transferência de dados em dispositivos iOS alguns usuários começaram a relatar problemas e impedimentos em seus acessórios “genéricos”.

Ou seja, desde o iOS 7 isso vem acontecendo, mas felizmente era possível driblar este bloqueio até a versão 9.3 do sistema com um procedimento bem simples. Veja como fazer:

  1. Conecte seu cabo não oficial no computador;
  2. Conecte a extremidade Lightning do cabo no iPhone ou outro dispositivo iOS;
  3. Desbloqueie a tela do dispositivo;
  4. Desconecte o cabo apenas do computador e DEIXE a extremidade Lightning ligada no dispositivo iOS;
  5. Depois de 5 segundos conecte novamente a ponta USB no computador, e em seguida bloqueie o dispositivo iOS.

Pronto, se o seu aparelho está rodando qualquer iOS entre as versões 7 e 9.3 isso deve resolver o problema, permitindo que você volte a utilizar seu cabo.

cabo lightning caro e ruim

Mas e se eu atualizei para iOS 10 ou posterior?

Aí lascou, meu fí!

A informação não é confirmada pela Apple, mas muitos usuários afirmam que seus cabos e carregadores genéricos deixaram de funcionar após a atualização do sistema iOS para a versão 10.

É uma teoria ainda não confirmada, mas parece que a Apple começou a recusar qualquer cabo Lightning não oficial por conta do risco que esse tipo de cabo pode causar, entre eles superaquecimento e danos aos receptáculos dos aparelhos fabricados pela empresa.

Além, disso a medida coincidiu com os casos de explosão do Galaxy Note 7, reforçando a suspeita de que esse movimento foi fruto da preocupação gerada pelo fiasco da concorrente.

No final das contas, é possível que alguns cabos não originais continuem funcionando, mas não sabemos até quando. O jeito é contar com a sorte, ou partir logo pro Android.

Nada disso precisaria acontecer se os cabos Lightning fossem tão caros, algo que acaba forçando o público a buscar alternativas mais em conta na barraquinha de camelô mais próxima. Na boa, R$ 120 por um cabo é sacanagem!

Mais sobre: apple ios iphone