Opinião

Seu smartphone virou um vício? Compre um celular flip e desconecte-se

Pode parecer bizarro, mas você sabia que cada vez mais pessoas (inclusive algumas celebridades) estão trocando as ansiedades da vida ultra-conectada pela paz de espírito do bom e velho celular flip?

Se você acorda todos os dias com o despertador do seu smartphone, provavelmente na sequência já checa suas mensagens, seus e-mails, suas notificações do Facebook, o clima e as notícias. O seu dia e o de milhões de pessoas pelo mundo começa do mesmo jeito: uma avalanche de informações que gera ansiedade antes mesmo de você tomar o seu café.

Mas calma, ainda há esperança: para se desconectar e se desintoxicar dos maus hábitos trazidos pelos smarphones, parece que a melhor solução é voltar a usar o saudoso celular flip.

rihanna celular flip
Detox tecnológico: Rihanna era ultra-conectada, agora só anda com seu celular flip. (foto: Santi/Splash News)

A cura para um vício?

Pesquisadores da Universidade Britânica de Worcester, divulgaram em 2012 dados de uma pesquisa que relatam casos de pessoas tão conectadas aos seus smartphones que são capazes de ouvir notificações sonoras do celular mesmo quando elas não existem, ou que quando seus celulares encontram-se inativos, sentem-se estressadas e até infelizes. E segundo a pesquisa, estes efeitos são os responsáveis pela baixa qualidade de vida destes “dependentes”.

Talvez tenha partido destas e de outras pesquisas a iniciativa de cada vez mais pessoas sentirem a necessidade de se desconectarem, mesmo que seja por algumas horas, quando não se está trabalhando, por exemplo, já que esta necessidade é mais sentida em pessoas que passam horas diante da tela de um computador.

Na França, há uma ação sendo tramitada desde setembro passado, em defesa do empregado a não responder mensagens e e-mails quando está fora do horário de expediente, chamada de “direito a se desconectar”. Ironicamente esta ação é movida por Bruno Mettling, vice-diretor da Orange, empresa de telecomunicações.

Para a professora de psicologia Holly Parker, da Universidade Harvard, o uso de celulares comuns, do tipo flip, pode ajudar muitas pessoas a colocar um limite entre o trabalho e o lazer. E completa “As empresas podem se beneficiar com aumento de produtividade se permitirem que seus funcionários mantenham um espaço para se recuperarem do trabalho”.

editora vogue celular flip
A editora da Vogue Anna Wintour com seu celular flip “antigão” (foto: Getty Images)

O advogado e especialista em “Ética da Tecnologia”, David Ryan Polgar sugere que “Adotar um modelo simples de telefone é uma maneira luxuosa e enfática de dizer que é você quem está no comando”. Mas, ele lembra também que o simples fato de você não carregar seu smartphone para todos os lugares já pode ser uma boa solução, e que é mais uma maneira de projetar seu poder e sua liberdade.

E o precinho óh 🙂

O site de vendas Ebay tem um artigo bem robusto, que diz “Embora possam ser considerados os dinossauros do mundo da tecnologia móvel, os telefones flip não estão extintos”, e lista quatorze razões para muitas pessoas preferirem um flip, e a primeira delas é o preço (a partir de R$ 122,00), seguidas por vantagens como o tamanho, a durabilidade, memória expansível, 3G, GPS, bateria durável, simplicidade e downloads de aplicativos entre outras.

No Brasil, você encontra no Mercado Livre um modelo básico de flip phone da Samsung pelo preço médio de R$ 200,00.

celular flip mercado livre

Qual é o seu caso?

O seu celular está a seu serviço, ou você está a serviço do seu celular?

Você tem total controle de sua vida, ou já está possuído pela conectividade e vive um caso de dependência assumida?

Será que você tem cura?

Compre um celular flip e venha contar os efeitos deste tratamento aqui no Mobizoo.

Nossos ouvidos de terapeuta estão aguardando. Conta!