Internet 5G: o que é, como funciona e o que muda na sua vida

Você está preparado para a era da Internet 5G? Para muitos brasileiros o 4G ainda é recente (em cidades pequenas esta tecnologia sequer chegou ainda), mas o 5G já está batendo na porta e promete revolucionar o ambiente de internet móvel em todo o mundo.

Engana-se quem acha esta nova tecnologia se limita apenas a uma internet mais rápida no celular, a gama de novas possibilidades é bem maior que isso e ter qualidade maior na sua navegação diária será apenas um dos vários benefícios que essa nova rede irá trazer.

Vamos destrinchar o 5G pouco a pouco para entender o quão grande será o seu impacto.

Internet 5G: o que é, como funciona e o que muda na sua vida - Mobizoo

Internet 5G: como funciona e impactos imediatos

As redes 5G trabalharão com frequências maiores, ou seja, mais oscilações por segundo nas ondas que são transmitidas e com isso conseguirá oferecer velocidades de transmissão bem maiores que as disponíveis hoje. Falando em números, o 4G opera em 2.5GHz, o que significa que as ondas oscilam 2,5 bilhões de vezes por segundo. Já o 5G trabalhará com frequências entre 3,5GHz até 40GHz.

Você deve estar sedento para números de velocidade certo? O 4G atualmente consegue atingir a velocidade de 45Mbps (megabit por segundo). O 5G terá a capacidade de atingir 20Gbps ou 30Gbps (gigabits por segundo), mas na prática serão 10Gbps. Essa velocidade é 10x maior que o que temos disponível atualmente em termos de internet móvel e poderia baixar um filme em resolução 4k em segundos, é realmente espantoso.

Outro ponto é a quantidade de conexões simultâneas suportadas pelo 5G. Alguns dados mostram que em uma área de 2km, cerca de um milhão de dispositivos podem estar conectados simultaneamente. Este fator é impressionante e fará mais sentido daqui a pouco, quando formos falar sobre internet das coisas.

A terceira novidade que é uma das mais importantes é a baixa latência da rede. Atualmente a latência média do 4G é de 50 milissegundos (0.05s), mas com a nova rede, este valor é 50x menor e passamos ter uma latência de 1 milissegundo (0.01s), basicamente uma transmissão instantânea!

Internet 5G e Internet das coisas: um mundo além dos celulares

“Internet das coisas é um conceito que se refere à interconexão digital de objetos cotidianos com a internet. É a conexão dos objetos, mais do que das pessoas, à internet.” Esta é a definição do Wikipedia para este termo que você já deve ter ouvido falar uma vez ou outra.

Em países desenvolvidos está cada vez mais comum termos diversos aparelhos que conseguem se conectar a internet, e além de se comunicarem entre si, coletam nossos dados para “aprenderem” como vivemos e nos darem diversas facilidades. São celulares, geladeiras, relógios, lâmpadas, TVs, carros, fechaduras inteligentes entre milhares de outros produtos.

Internet 5G: dispositivos conectados até 2021
Segundo analistas, até 2020 teremos mais de 26 bilhões dispositivos conectados. Foto: Ericsson/ Gazeta do Povo

Para a popularização de tanta tecnologia, é preciso uma conexão de alta qualidade, que comporte a alta demanda de dispositivos conectados ao mesmo tempo, é onde o 5G brilhará! Imagine carros autónomos “conversando” entre si, pois estão conectados a internet, e com isso poderão evitar acidentes e até melhorar o trânsito.

Ambulâncias conectadas avisando os semáforos que estão chegando e com isso, abrindo o sinal antecipadamente, evitando qualquer tipo de atraso ou até possíveis acidentes. A Internet das coisas deixará as cidades mais inteligentes, e por mais que isso possa soar meio “macabro” para algumas pessoas, será o futuro.

A rede 5G será capaz de atender a grande demanda de dispositivos que estarão conectados, e sua baixa latência poderá tornar tudo que foi citado acima viável. A velocidade desta rede aumentará o consumo de entretenimento como serviços de streaming, conteúdos em realidade aumentada e outras coisas.

A 5G Americas desenvolveu um infográfico bem bacana para apresentar de forma simples o que é necessário para a aplicação do 5G, e quais os principais usos:

Infográfico casos de uso do 5G

 

Internet 5G: problemas e realidade do Brasil

Nem tudo são flores principalmente para nós brasileiros. Apesar de tantas maravilhas citadas, o Brasil não deve receber essa tecnologia tão cedo. Além disso, quando chegar aqui, a cobertura deverá demorar um pouco para se abranger em todo o país, afinal como citado no início da matéria, hoje temos lugares que sequer possuem o 4G ainda.

Na teoria as operadoras poderiam oferecer planos ilimitados de internet com tanta velocidade disponível, mas na prática devem usar mais para alavancar o 4G do que realmente oferecer um 5G puro propriamente dito.

Isso se dá porque para alcançar a velocidade máxima, é preciso que se usem frequências altas, só que frequências altas resulta em menos alcance de sinal, e menos alcance de sinal requer mais transmissores espalhados para cobrir as áreas, então as empresas teriam que investir muito mais na instalação de equipamentos para conseguir tal façanha, e isso sai bastante caro. Até em países muito desenvolvidos como a China ou Estados Unidos, as operadoras começarão com frequências mais baixas, devido ao custo de implementação inicial.

Para ser mais direto em datas, a Coréia do Sul e China pretendem lançar o 5G ainda este ano. Outros países desenvolvidos devem lançar no mais tardar em 2020 e aqui na pátria amada, provavelmente entre 2020 e 2022.

Além dos “problemas” citados acima, tem outro ponto: Tecnologias adaptadas para o 5G! Pegando como exemplo os celulares, cada vez que lança uma rede nova as fabricantes têm que implementar novos chips em seus aparelhos para que sejam compatíveis com a nova rede, então você não pode simplesmente pegar o teu celular e conectar, ele tem que estar adaptado. Atualmente temos poucos modelos que já possuem suporte para 5G como, por exemplo, o Xiaomi Mi Mix 3, Huawei Mate X, Samsung Galaxy S10 (versão 5G), LG V50 ThinQ entre outros.

O 5G é um futuro que para alguns está bem próximo e para outros (brasileiros) nem tanto. Apesar disso, para nós amantes da tecnologia é difícil não ficarmos animados com o que o futuro nos reserva e principalmente com a gama de possibilidades que estarão disponíveis, mas por enquanto só nos resta sonhar um pouco e acompanhar a evolução de toda essa tecnologia.

Imagem da capa: Ericsson

Mais sobre: internet redes