Samsung Galaxy S23 FE é bom? Vale a pena? [Review]

Depois de uma longa espera – e um hiato na geração S22 –, eis que a Samsung atualiza a linha FE com o lançamento do Galaxy S23 FE.

O top acessível chegou caro, mas já caiu para a faixa dos R$ 2.699, e muita gente já está se pergunta se agora ele vale a pena, mesmo trazendo o (sempre polêmico) chip Exynos e aquele jeitão de A54.

Bom, eu testei o Galaxy S23 FE por 2 meses como meu celular principal, e a partir de agora conto como foi a minha experiência com o produto, começando pelo nosso vídeo de unboxing e primeiras impressões, e a lista do que eu gostei e não gostei no modelo.

Prós e contras

Prós

  • Tela excepcional;
  • Desempenho muito superior ao do S21 FE, livre de engasgos e travamentos;
  • Ótima câmera principal, câmera zoom muito competente, e ultrawide satisfatória;
  • Bons alto-falantes estéreo;
  • Já no Android 14 e com atualizações garantidas por mais 4 anos;
  • Modo Desktop (Dex) que funciona com ou sem fio;
  • Carregamento wireless e wireless reverso (para carregar acessórios);
  • Resistente à água.

Contras

  • Maior, mais pesado e mais grosso que a geração anterior, com a mesma capacidade de bateria;
  • Câmera frontal inferior à da geração anterior;
  • Não tem entrada para cartão de memória.
Samsung Galaxy S23 FE é bom? Vale a pena? [Review] - Mobizoo

Design e tela

Assim como aconteceu no Galaxy A54, temos no S23 FE a mesma receita de design do Galaxy S23: frente e traseira em vidro totalmente plano, laterais levemente curvas, e câmeras traseiras dispostas em grandes círculos na vertical.

A tela do S23 FE tem as mesmas 6,4 polegadas do A54 (ótima para quem acha a tela do S23 pequena demais), e as bordas em torno dela são bastante avantajadas (assim como no A54).

Numa olhada rápida o Galaxy S23 FE parece idêntico ao A54, mas na real o modelo acessível da linha S possui acabamento mais premium, com o chassi, os botões laterais, e o aros das câmeras em alumínio.

Outra coisa que parece idêntica entre os dois modelos é a qualidade do display.

No papel o S23 FE tem um painel Dynamic AMOLED 2X consideravelmente mais avançado que o Super AMOLED “convencional” do A54, porém, na prática, eu achei os dois iguais: o mesmo brilho intenso e contraste adaptativo quando os aparelhos estão no sol, os mesmos 120 Hz dinâmicos sem a opção de fixar a taxa de atualização máxima (coisa que o S21 FE tem), e o mesmo tom esverdeado na tela quando ela está apagada.

Conta pra mim, Samsung, não é a mesma tela não?

Samsung Galaxy S23 FE - Tela

Agora, uma coisa que não faz o menor sentido é a relação tamanho x capacidade de bateria do S23 FE.

O S21 FE era fino, leve e compacto, com bateria de 4500 mAh adequada para a proposta, mas o S23 FE é maior, mais grosso e mais pesado, e tem a mesma bateria? Como assim?

O A54 tem as mesmas dimensões do S23 FE e tem 5000 mAh, entende?

Câmeras

Um dos maiores upgrades do Galaxy S23 FE em relação ao S21 FE é sem dúvida a câmera principal de 50 MP, que nos meus testes mostrou a que veio, entregando fotos vibrantes e bem definidas, com HDR impecável e bom controle de ruídos.

Confira as capturas que eu fiz:

Teste de câmera - Samsung Galaxy S23 FE Teste de câmera - Samsung Galaxy S23 FE Teste de câmera - Samsung Galaxy S23 FE Teste de câmera - Samsung Galaxy S23 FE

Como você viu, o sensor principal faz um excelente trabalho em situações de luz abundante, mas ele também manda bem em ambientes internos, mantendo os detalhes visíveis até mesmo em áreas mais escuras (abaixo):

Teste de câmera - Samsung Galaxy S23 FE

A câmera secundária ultrawide mantém a qualidade alta em termos de cores, definição e HDR, porém eu achei que a Samsung poderia ter calibrado melhor o processamento para minimizar as distorções nas extremidades das imagens.

Veja abaixo como o carro à esquerda está muito distorcido, bem como as pessoas à direita:

Teste de câmera - Samsung Galaxy S23 FE

De qualquer forma dá para fazer umas fotos bem legais com essa ultrawide quando você se aproxima de um objeto, e nesse caso as distorções são menos exibidas.

Teste de câmera - Samsung Galaxy S23 FE

A câmera teleobjetiva com zoom óptico é uma das minhas preferidas nos celulares Samsung, e no S23 FE ela continua fazendo belas capturas mesmo no zoom máximo (3x):

Teste de câmera - Samsung Galaxy S23 FE

Só tem uma coisa que eu preciso deixar clara aqui: o processamento de imagem das câmeras traseiras do S23 FE prioriza entregar imagens “mais limpinhas”, com menos ruídos, e por isso perde alguns detalhes mais sutis.

Eu percebi isso comparando as mesmas fotos feitas pelo S21 FE, que exibe bem mais ruídos, mas mantém esses pequeníssimos detalhes.

Isso fica mais claro na principal e na teleobjetiva, já que na ultrawide as distorções e aberrações cromáticas atrapalham a comparação.

Veja a comparação da foto anterior no S23 FE e no S21 FE:

Comparativo de câmera - Samsung Galaxy S23 FE vs S21 FE

Na câmera frontal temos selfies muito bonitas graças ao processamento de primeira da Samsung, tanto no modo normal quanto no modo retrato, porém há um ponto negativo que comentarei a seguir.

Teste de câmera - Samsung Galaxy S23 FE

Acontece que a câmera frontal do S23 FE tem apenas 10 MP, enquanto a do S21 FE tem 32 MP, assim como a do A54.

E aí não há como fazer milagres: as fotos do S23 FE são menos definidas, e pronto. Veja no comparativo abaixo a mesma selfie pelas lentes do S23 FE (esquerda) e S21 FE (direita):

Comparativo de câmera - Samsung Galaxy S23 FE vs S21 FE

Se num lugar iluminado como esse da foto a queda de resolução é perceptível, imagina num ambiente mais escuro?

Para ver as fotos deste review em tamanho original, acesse o Google Drive do Mobizoo.

Teste de desempenho [vídeo]

O Galaxy S23 FE me surpreendeu no quesito desempenho, sendo super veloz nas tarefas do dia a dia, entregando uma experiência fluida em todos os aplicativos, e ainda se saindo bem com jogos sofisticados, como os que eu testei no vídeo abaixo.

De fato a Samsung conseguiu otimizar bem o chip Exynos 2200 no aparelho, deixando para trás o gosto ruim que o S21 FE deixou na boca dos usuários. Tudo funciona bem, e não há nenhum travamento ou lentidão como os que aconteciam no modelo anterior.

Bateria

Como eu disse anteriormente, o S23 FE traz os mesmos 4500 mAh do modelo anterior na bateria, mesmo sendo um celular consideravelmente maior. Isso significa que a bateria é ruim? Não. Apenas abaixo da expectativa.

No meu uso o aparelho aguentou um dia inteiro longe da tomada com tranquilidade, e eu confesso que o tempo de tela ativa até me surpreendeu, batendo mais de 6 horas na maior parte das vezes.

O carregador de 25W da Samsung está incluso na caixa e carrega o smartphone bem rapidinho (em menos de 1h), então você acaba não sentindo tanto quando a autonomia do aparelho não te satisfaz.

Áudio

Os alto-falantes estéreo do Galaxy S23 FE não são os melhores que eu já ouvi num smartphone, mas são muito bons.

O modelo entrega som potente e robusto, com graves mais encorpados que os do S21 FE, além de médios e agudos que permanecem claros e agradáveis mesmo no volume máximo.

Mais uma vez é uma experiência parecida com a do A54, então nesse quesito o upgrade de categoria não é muito percebido.

Veredito

O Samsung Galaxy S23 FE é um upgrade real tanto para quem tem o S21 FE, quanto para quem possui o A54.

O modelo de fato corrigiu os problemas de desempenho do S21 FE, trazendo um chip confiável, estável e muito veloz, e você ainda leva uma tela melhor, já que o S23 FE trouxe o reforço de contraste ao ar livre que o S21 FE não tinha.

No caso do A54 os ganhos são vários, com o modo Dex e a ótima câmera zoom entre os principais, passando pelo acabamento em metal, o processador mais poderoso, e o carregamento sem fio.

A única coisa que eu não curti de verdade no S23 FE foi a câmera frontal de 10 MP, que entregou resultados inferiores aos dos modelos que acabei de citar (ambos com 32 MP), e também menos empolgantes que os do concorrente Motorola Edge 40.

Ainda sim o conjunto do S23 FE me parece bem interessante para a faixa dos R$ 2.000, então espere o preço cair mais um pouquinho para pegar a versão 8/256 GB no valor justo.

O modelo entrega uma ótima experiência em praticamente todos os quesitos, e por isso meu veredito é:

Aprovado

Ainda não conhece a escala memética de avaliação do Mobizoo? Então veja como fazemos nossas análises de celular.

Deixo o meu agradecimento à assessoria da Samsung, que gentilmente emprestou o celular utilizado nesta análise.

Ficha técnica

Características

Sistema Android 13 (One UI 5.1)
Lançamento 05 outubro, 2023
Dimensões 158 x 76.5 x 8.2 mm
Peso 209 g
Cores preto, verde claro, creme, caramelo, roxo e azul
Biometria Leitor de impressão digital na tela, Reconhecimento facial
Construção Chassi de alumínio, Traseira de vidro, Vidro Gorilla Glass na tela
À prova d'água

Tela

Tecnologia do painel Dynamic AMOLED 2X, 120Hz, HDR10+
Tamanho 6,4 polegadas
Resolução Full HD+
Proporção 19.5:9

Hardware

Chipset Exynos 2200
Processador Octa core (máx. 2.8 GHz)
GPU Xclipse 920
RAM 6 GB, 8 GB
Armazenamento 128 GB, 256 GB
Entrada p/ microSD Não

Câmeras

Principal 50 MP f/1.8 OIS, PDAF
Ultrawide 12 MP f/2.2 EIS
Teleobjetiva 8 MP f/2.4 com zoom óptico 3x OIS
Frontal 10 MP f/2.4
Gravação de vídeo 4K 30 fps

Conectividade

Dados móveis 5G
Dual chip
eSim
Wi-Fi Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac/6e dual band
Bluetooth 5.3, A2DP, LE
NFC
GPS A-GPS, GLONASS, GALILEO, BDS
Infravermelho
USB Tipo C 3.2 (com OTG)
Sensores Acelerômetro, Proximidade, Giroscópio, Bússola, Barômetro

Bateria

Capacidade 4500 mAh
Carregador 25W, Carregamento sem fio

Áudio

Alto falante Estéreo
Entrada P2 (3.5mm)
Rádio FM
Amplificador digital Dolby Atmos

Mais sobre: Samsung