Dicas

Entre nessa festa: a Realidade Virtual já está entre nós!

A galera mais velha deve ter acompanhado, desde os anos 80, uma série de fracassos do mercado ao tentar emplacar a tecnologia da Realidade Virtual para as massas. Lembra do Virtual Boy da Nintendo? E do Kinect, que até chegou a ser modinha, mas logo foi esquecido?

Pois é, vários projetos carríssimos Realidade Virtual foram desenvolvidos e jogados no lixo após o público perceber que a imersão era ruim, que o dispositivo era desconfortável e cansativo, ou que a tecnologia simplesmente não estava pronta.

Felizmente, tudo mudou quando a Google percebeu que não era necessário gastar uma fortuna para ter uma boa experiência em RV: bastava um acessório de papelão e um smartphone para entrar na brincadeira.

O pequeno, grande Google Cardboard

O passo reconhecidamente mais importante desta virada, começou em 2014, quando a Google distribuiu a um público seleto, em seu encontro anual – Google I/O, um envelope de papelão com instruções de montagem de um óculos de realidade virtual, surpreendendo a todos os presentes pela simplicidade do projeto. Tratava-se da primeira apresentação do Google Cardboard.

Google Cardboard, uma ideia simples e genial para finalmente popularizar a realidade virtual.
Google Cardboard, uma ideia simples e genial para finalmente popularizar a realidade virtual.

Desta forma, a Google saiu na frente e abriu a porteira para uma enxurrada de óculos de papelão, de plástico, de neoprene, nylon (?!) que utilizam o padrão Cardboard. Na loja oficial da Google – ainda não disponível no Brasil – é possível escolher entre uma infinidade de modelos feitos por empresas parceiras do projeto Cardboard, com preços que vão de 14 até 120 dólares.

A Realidade Virtual está mais acessível do que você imagina!

A grande virada para o acesso e a popularização da RV foi o barateamento do equipamento. Agora, para começar a usufruir desta experiência basta ter qualquer modelo de óculos do padrão Cardboard e um smartphone com tela de no mínimo 4.7 polegadas.

O maior segredo do funcionamento destes óculos está no próprio smartphone que utiliza o poder do processador, do acelerômetro e giroscópios presentes nesses dispositivos. Mas a indústria promete melhorar ainda mais a latência das imagens (velocidade ao se formar a imagem), que pode dar uma sensação de tontura ao usuário, e o desempenho geral dos óculos.

Se você ficou animado(a) e está a fim de entrar na onda, saiba que você já pode adquirir vários modelos de óculos aqui no Brasil. No Mercado Livre por exemplo, é possível encontrar desde modelos de papelão por R$ 12,99 até o fantástico Samsung Gear VR, que é um tantinho mais salgado para o bolso.

Samsung Gear VR
Samsung Gear VR: opção mais sofisticada, porém mais cara.

Realidade Virtual em todo lugar

A onda de popularização desta tecnologia é tão forte, que na Suécia, o McDonald’s aproveitou o baixo custo dos óculos e inseriu o produto em suas promoções. O cliente leva o lanche dentro de uma caixinha que posteriormente ele desmonta, coloca as lentes e pronto, tem um óculos de RV para a criança ou adulto curtir. Sente só:

Na Coréia, a Coca-Cola está desenvolvendo um protótipo para óculos RV a partir da reciclagem de suas embalagens. Dá uma olhada:

Diversão para todos os gostos e idades

Quando o Cardboard surgiu ele só podia ser usado nos aplicativos da própria Google, como o Google Earth, YouTube 360, Photo Sphere e Street View. Felizmente, muitos criadores abraçaram a ideia e logo muitas experiências começaram a surgir.

Hoje em dia, graças à essa nova onda da Realidade Virtual, é possível passear por cidades como Londres ou Paris, visitar museus deslumbrantes do mundo e até mergulhar no oceano ao lado de tubarões – tudo isso sem sair do sofá. Muitos filmes e games já estão sendo criados em 360º e até instituições educacionais estão começando a utilizar a RV como recurso didático.

E para os crescidinhos, já existem diversões adultas que prometem ser para lá de excitantes, como o PornHub. O site pornô mais famoso do mundo agora conta uma bela seção de conteúdos RV (ou VR – Virtual Reality), que proporciona ao visitante uma experiência bem mais “envolvente” nas cenas.

Já imaginou que loucura?!

Separamos alguns links para você que quer conhecer o melhor que está rolando no universo RV: