Hands-on do Samsung Galaxy J2 Pro: um basicão elegante

Acaba de chegar às lojas o Samsung Galaxy J2 Pro, ou Galaxy J2 2018, modelo básico que chega para ocupar o lugar do Galaxy J2 Prime na linha mais popular da marca.

O dispositivo ganhou novo design, seguindo as mesmas linhas dos modelos mais caros, mas perdeu a TV Digital, e continua com ficha técnica BEM humilde. As boa notícias: a tela AMOLED voltou, e o chipset Snapdragon também!

Samsung Galaxy J2 Pro: hands-on em vídeo

Samsung Galaxy J2 Pro: design e recursos

Em relação ao Galaxy J2 anterior, o modelo 2018 ganhou um belo “banho de loja”, ficando mais compacto e moderno, por dentro e por fora.

Apesar de ser um “basicão”, o smartphone herdou elementos de design do Galaxy S8, que vão desde os botões capacitivos abaixo da tela, até a interface Samsung Experience, com seus ícones, fontes e animações.

 

Samsung Galaxy J2 Pro: preço, ficha técnica e primeiras impressões - Mobizoo

Infelizmente ainda não há leitor de impressões digitais incorporado no botão home – como há nos modelos mais caros da linha J –, e o alto falante principal também não está na lateral direita como no resto da linha. Ele foi parar na traseira ao lado da câmera.

E para surpresa de muitos (eu incluso), a Samsung colocou em seu modelo mais barato para 2018 um chipset da Qualcomm, e não um Exynos, como vinha fazendo em toda linha J desde 2016. No Galaxy J2 Pro temos o Snapdragon 425, o mesmo presente no Xiaomi Redmi 5A.

Samsung Galaxy J2 Pro: câmeras

As câmeras nunca foram o destaque dos J2, e nem de nenhum celular mais barato, como é de se esperar. O mais importante nesse quesito para quem não pode gastar muito num aparelho é ter resultados minimamente decentes, especialmente na selfies, um dos focos da linha J.

Com sensores de apenas 8 MP na traseira e 5 MP na frente, e abertura f/2.2, não dá para esperar milagres do J2 pro, principalmente em ambientes mais escuros, onde a abertura f/1.7 do Galaxy J7 Pro faz toda diferença.

Com esse conjunto podemos esperar boas fotos em dias ensolarados, e capturas satisfatórias para redes sociais, mas nada muito além disso.

Assim que eu puder, colocarei aqui alguns exemplos de fotos tiradas com o aparelho.

Samsung Galaxy J2 Pro: ficha técnica

  • Android 7.1 Nougat;
  • 4G Dual Chip (2 micro sim);
  • Tela Super AMOLED HD de 5 polegadas (540 x 960 px);
  • Chipset Snapdragon 425 quad core 1.4 GHz;
  • GPU Adreno 308;
  • 1,5 GB de RAM;
  • 16 GB de armazenamento interno;
  • Entrada para microSD de até 400 GB (slot dedicado);
  • Câmera traseira de 8 MP com abertura f/2.2, flash e HDR;
  • Câmera frontal de 5 MP com abertura f/2.2 e flash;
  • Gravação de vídeo Full HD 30 fps;
  • Leitor de impressão digital traseiro;
  • Sensores: acelerômetro, proximidade;
  • Bluetooth 4.2;
  • A-GPS, GLONASS;
  • Rádio FM;
  • Micro USB 2.0 com OTG;
  • Bateria removível de 2600 mAh.
Samsung Galaxy J2 Pro: preço, ficha técnica e primeiras impressões - Mobizoo

Samsung Galaxy J2 Pro: preço e disponibilidade

O Samsung Galaxy J2 Pro foi lançado com preço sugerido de R$ 749, mas pode ser comprado por até R$ 659 em algumas promoções à vista.

É um preço salgado para o que o aparelho oferece, ainda mais se pensaremos que há opções com fichas técnicas bastante superiores na mesma faixa de preço, como é o caso do Quantum You, que tem 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento.

Assim como o Galaxy J2 Prime lançado no ano passado, o modelo deve cair de preço nos próximos meses, chegando à faixa dos R$ 600 com parcelamento sem juros até o meio do ano, ficando assim com um custo-benefício bem mais interessante.

Samsung Galaxy J2 Pro: preço, ficha técnica e primeiras impressões - Mobizoo

Samsung Galaxy J2 Pro: vale a pena?

O mercado de celulares baratos anda meio abandonado no Brasil, e não é à toa que muita gente recorre à importação para ter aparelhos melhores que os nacionais pelo mesmo custo.

Um bom exemplo disso é o modelo básico da Xiaomi, o Redmi 5A, que custa bem mais barato que o J2 Pro (em torno de R$ 569), e oferece design mais premium, tela com resolução maior, mais RAM, mais bateria e câmeras melhores.

O aparelho da Xiaomi já é vendido com garantia por grandes lojas online do Brasil (como a Shoptime, por exemplo), mas infelizmente não há assistência técnica local, como aliás é o caso de todo importado, é sempre bom frisar.

Resumindo, há aparelhos melhores e mais baratos por aí, mas o modelo básico da Samsung pode ser uma boa opção para quem faz questão da interface da Samsung (atualmente imbatível no ecossistema Android), tela AMOLED e bateria removível.

Mais sobre: galaxy samsung