POCO X4 GT é bom? Vale a pena? [Review]

Depois de decepcionar os fãs com um POCO X4 Pro sem tempero, eis que a marca se redime com o lançamento do POCO X4 GT.

O smartphone traz o mesmo DNA “topo de linha gamer acessível” do POCO X3 Pro – trazendo um processador absurdamente potente e um conjunto completo –, porém sem o visual extravagante do antecessor, e desta vez com 5G.

O design lembra os celulares mais caros da Xiaomi, mas o custo-benefício continua imbatível, com tudo isso saindo por menos de 2.000 reais.

Mas e aí, será que vale a pena? Bom, eu passei as últimas semanas usando o modelo como meu telefone principal, e conto tudo o que achei a partir de agora.

Tá com muita pressa? Então confira abaixo a minha lista de prós e contras, ou vá direto para:

Prós e contras

Prós

  • Desempenho excepcional;
  • Excelente conectividade 5G, 4G+, Wi-Fi e GPS;
  • Design elegante e bom acabamento;
  • Boas câmeras (destaque para a principal);
  • Bom alto-falante estéreo;
  • Carregamento absurdamente rápido.

Contras

  • Sem entrada para micro SD;
  • A vibração é fraca para notificações.
POCO X4 GT é bom? Vale a pena? [Review] - Mobizoo

Design e tela

O design e a tela eram as minhas principais reclamações do POCO X3 Pro. Afinal, o aparelho era grande, pesado e esquisito, e ainda tinha uma tela com branco estranhamente rosado.

Felizmente o POCO X4 GT oferece o oposto disso tudo, trazendo um design muito mais refinado, além de uma tela melhor trabalhada em todos os sentidos.

O modelo é mais fino, mais leve e mais compacto que o antecessor – por isso mais confortável nas mãos –, e, apesar da construção toda em plástico, possui aspecto mais sofisticado, talvez por conta do tratamento fosco na traseira e nas laterais planas.

POCO X4 GT - Tela

A tela possui calibração de cores impecável, ótimo contraste, brilho forte e bons ângulos de visão, então você pode usá-la até mesmo ao ar livre sem grandes preocupações.

A taxa de atualização de 144 Hz é incrível e torna qualquer rolagem de tela viciante, e o motor de vibração do aparelho completa a experiência positiva com um retorno tátil delicioso ao digitar no teclado virtual. Só experimentando pra entender.

Só tem duas coisinhas que eu não gostei: o sensor de brilho automático escurece demais o painel quando estamos num ambiente menos iluminado, e o “queixo” abaixo da tela poderia ser bem menor em pleno 2022, né? Até a Motorola, que adorava um “queixão”, botou um pequenininho no Moto G82 5G.

Ah, e antes que eu me esqueça: o formato da tela do POCO X4 GT é aquele um pouco mais comprido e estreito na vertical. Pessoalmente eu prefiro as telas mais largas, então é bom avisar.

Unboxing

Confira os detalhes no nosso unboxing:

Câmeras

Eu gostei bastante do sensor principal de 48 MP da Sony no POCO X3 Pro, mas eu gostei ainda mais do sensor Samsung de 64 MP do POCO X4 GT.

E pasme; além do sensor de primeira, a câmera principal do modelo ainda possui lente com distância focal excelente, que permite que você consiga o efeito de fundo desfocado (bokeh), até mesmo sem ativar o Modo Retrato.

E pera que ainda não acabou: o processamento de imagens do chip MediaTek Dimensity 8100 também faz bonito, conseguindo HDR espetacular de forma instantânea, até mesmo quando o zoom digital está ativado.

Vamos aos exemplos:

Teste de câmera - POCO X4 GT Teste de câmera - POCO X4 GT Teste de câmera - POCO X4 GT

Lembra que eu falei da distância focal? Não tem Modo Retrato aqui:

Teste de câmera - POCO X4 GT

E o zoom digital? Olha isso:

Teste de câmera - POCO X4 GT

A câmera principal ainda manda muito bem em condições de contra luz…

Teste de câmera - POCO X4 GT

E também no Modo Noturno:

Teste de câmera - POCO X4 GT

Obviamente nem tudo é perfeito, e a câmera secundária ultrawide ficou devendo um pouco em termos de qualidade. Veja o comparativo:

Teste de câmera - POCO X4 GT Teste de câmera - POCO X4 GT

A frontal fecha o conjunto em grande estilo, entregando selfies muito definidas e com bom HDR, mas eu recomendo que você maneire no embelezamento, pois o software da câmera tem a tendência de deixar tudo artificial demais.

Teste de câmera - POCO X4 GT Teste de câmera - POCO X4 GT Para ver as fotos deste review em tamanho original, acesse o Google Drive do Mobizoo.

Teste de desempenho [vídeo]

Esse é o ponto onde o POCO X4 GT brilha.

O modelo é extremamente veloz para qualquer tarefa do dia a dia, e ainda impressiona no desempenho com jogos pesados.

Genshin Impact, por exemplo, roda muito bem na qualidade alta à 60 fps, e todos os outros games que eu testei rodam lisinho com tudo no máximo.

Ah, e o dispositivo não esquenta demais ou consome mais bateria do que deveria quando é mais exigido.

Confira o nosso teste de desempenho em vídeo:

Pontuação no Antutu Benchmark

POCO X4 GT - Pontuação no Antutu Benchmark

Bateria

A bateria do POCO X4 GT possui capacidade similar à do POCO X3 Pro, porém sua duração é um pouquinho menor que a do antecessor, provavelmente por conta do processador mais potente.

Mesmo assim, o novo modelo manteve uma boa média de autonomia, conseguindo chegar com certa tranquilidade aos 2 dias inteiros longe da tomada com uso moderado, e o principal; apresentou consumo baixo nas tarefas mais exigentes. como streaming, jogos e câmera.

A grande vantagem aqui é o carregador: são 67W de potência, que nos meus testes levaram o aparelho dos 5 aos 90% em apenas 35 minutos.

Áudio

Os alto-falantes estéreo do POCO X4 GT são tão bons quanto os do X3 Pro. Ou seja, têm boa potência e clareza, uma pitadinha de graves, além de agudos e médios que não distorcem no volume máximo.

O modelo conta com o otimizador Dolby Atmos, que adiciona mais graves aos alto-falantes, e também serve para aprimorar o áudio em dispositivos externos, com o ou sem fios.

Aliás, o POCO X4 GT possui entrada padrão para fones de ouvido com fio (coisa que nem o POCO F3, nem o F4 possuem).

Veredito

Esqueça o POCO X4 PRO. O POCO X4 GT é o verdadeiro sucessor do POCO X3 Pro.

O modelo traz exatamente a mesma proposta: um processador de topo de linha num intermediário de respeito, porém está melhor em diversos aspectos, a começar pelo design mais elegante e a adição do 5G.

A tela tem qualidade claramente superior, o motor de vibração é mais sofisticado, e até a câmera principal recebeu um belo upgrade.

Pra completar, o X4 GT é ainda mais potente que o X3 Pro, e o preço se manteve na mesma faixa do antecessor. Ou seja, abaixo dos 1.900 reais (via importação).

Como diz o Casimiro: quem não gostar desse celular é maluco.

AProvadíssimo!

Ainda não conhece a escala memética de avaliação do Mobizoo? Então veja como fazemos nossas análises de celular.

O celular utilizado nessa análise foi comprado pelo Mobizoo.

Ficha técnica

Características

Sistema Android 12 (MIUI 13)
Lançamento 27 junho, 2022
Dimensões 163.6 x 74.3 x 8.9 mm
Peso 200 g
Cores azul, preto, prata
Biometria Leitor de impressão digital lateral, Reconhecimento facial
Construção Chassi de plástico, Traseira de plástico, Vidro Gorilla Glass na tela
À prova d'água

Tela

Tecnologia do painel IPS LCD, 144Hz, HDR10
Tamanho 6,67 polegadas
Resolução Full HD+
Proporção 20:9

Hardware

Chipset MediaTek Dimensity 8100 5G
Processador Octa core (máx. 2.85 GHz)
GPU Mali-G610 MC6
RAM 8 GB
Armazenamento 128 GB, 256 GB
Entrada p/ microSD Não

Câmeras

Principal 64 MP f/1.9
Ultrawide 8 MP f/2.2
Macro 2 MP f/2.4
Frontal 16 MP f/2.5
Gravação de vídeo 4K 30 fps

Conectividade

Dados móveis 5G
Dual chip
eSim
Wi-Fi Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac/6 dual band, Wi-Fi Direct, hotspot
Bluetooth 5.3, A2DP, LE
NFC
GPS A-GPS, GLONASS, GALILEO, BDS
Infravermelho
USB Tipo C 2.0 com OTG
Sensores Acelerômetro, Proximidade, Giroscópio, Bússola

Bateria

Capacidade 5080 mAh
Carregador 67W

Áudio

Alto falante Estéreo
Entrada P2 (3.5mm)
Rádio FM
Amplificador digital Dolby Atmos

Mais sobre: Xiaomi