5 ferramentas SEO pro seu site Wix decolar

Criar um site bonito, fácil de navegar e com conteúdo relevante parece ser tudo o que você precisa para ter sucesso na Internet, mas não é. Na verdade, isso é só metade do trabalho. Conhecer e saber utilizar as principais ferramentas SEO do mercado, é o que de fato irá fazer suas páginas ganharem visibilidade, e quem sabe até aparecerem no topo das buscas.

O Mobizoo sempre cresceu ano após ano graças ao meu foco na qualidade do conteúdo, mas foi só na virada de 2017 para 2018 que eu vi um verdadeiro “salto quântico” acontecer: um aumento de quase 400% no tráfego orgânico (aquele proveniente do Google e outros buscadores), depois que eu passei a utilizar as ferramentas SEO que eu apresentarei a seguir.

5 ferramentas SEO pro seu site Wix decolar - Mobizoo

Aí você me pergunta: “mas Anderson, dá para conseguir o mesmo resultado em um site grátis que eu fiz no Wix?”. Mas é claro! E é por isso que eu digo para todo mundo: se você souber como criar um site grátis e também como aplicar as técnicas SEO corretamente, suas páginas vão decolar sem você gastar nenhum tostão!

Antes de começarmos, é importante deixar claro que existem inúmeras estratégias para melhorar o ranking de páginas no Google – criação de backlinks, otimização do conteúdo, campanhas em redes sociais, etc. –, mas a que eu vou tratar neste artigo é a mais feijão-com-arroz de todas: a Pesquisa de Palavras-chave. E sim, o resultado do gráfico acima foi conseguido apenas com essa estratégia.

Uma boa ideia na cabeça, as ferramentas SEO certas nas mãos

Ferramentas SEO ultra elaboradas e cheias de recursos como o SEMRush e o Ahrefs são excelentes para grandes agências de marketing digital, mas com mensalidades que ultrapassam os 100 dólares, são simplesmente caras demais para quem está começando um site.

Felizmente já existem ferramentas SEO gratuitas ou semi-gratuitas (grátis com limite de uso) que quando combinadas te dão o mesmo “poder de fogo” das grandes, permitindo que você vá bem longe na sua estratégia sem gastar nenhum centavo. Vamos à elas!

1. AnswerThePublic

Vamos supor que você seja um@ fotógraf@, e tenha criado um site no Wix ou em outra plataforma para vender seus serviços.

A primeira coisa que você precisa fazer, é definir quais serão as palavras-chave que você quer ranquear, para que seus clientes consigam chegar ao seu site quando buscarem por estas palavras. A palavra “fotografia” parece óbvia, certo? Mas acredite, você não vai querer usá-la. Já explico.

Acontece que “fotografia” é um termo amplo e valioso demais, e por isso possui competição altíssima. Somente sites com autoridade altíssima (leia-se anos de vida e muita grana rolando) conseguem chegar na primeira página do Google com ele. Você não vai querer entrar nessa “briga de cachorro-grande”, vai?

É aí que entra a AnswerThePublic. Esta incrível ferramenta vai sugerir dezenas de palavras-chave “cauda longa” para você, com base na palavra-chave central que você informar. Veja o resultado para o nosso exemplo:

AnswerThePublic: a ferramenta SEO para descobrir as melhores palavras-chave.

As palavras-chave “cauda longa” são bem mais fáceis de ranquear por serem menos disputadas, mas antes de fechar a sua lista, você precisa descobrir quais delas possuem bom volume de pesquisa, e principalmente, baixo índice de dificuldade. É aí que entra nossa próxima ferramenta SEO.

2. Ubersuggest

A Ubersuggest foi comprada pelo guru do SEO Neil Patel no ano passado, e desde então vem ficando cada vez melhor. Eu comecei a usá-la no início do ano, e desde então não largo mais.

Através dessa ferramenta, é possível descobrir, por exemplo, que os brasileiros ainda são bem machistas quando o assunto é fotografia:

Ubersugget: a ferramenta SEO do guru Neil Patel.

Pois é, o volume de buscas para “fotógrafo” é quase dobro do volume para “fotógrafa”, e para piorar, a competição do termo feminino é ínfima. Se você é fotógrafa, é hora de plantar! #girlpower

Resumindo, você vai passar horas pesquisando suas palavras nessa ferramenta, até achar aquelas em que realmente vale a pena investir. A dica é: evite aquelas com competição 1.00 ou próximo disso, e também aquelas com menos de 300 no volume de buscas.

O CPC também é algo importante a se verificar, mas somente se você vai trabalhar com blocos de anúncio no seu site.

3. SERPStat

Agora é hora investigar como andam seus concorrentes. Por que? Porque se funciona para eles, pode funcionar para você também!

A SERPStat é a melhor ferramenta para essa missão, já que através dela você consegue saber exatamente quais são as palavras-chave que os outro sites da sua área de atuação estão ranqueando, e principalmente, quais são as páginas que mais geram tráfego neles.

Quando eu coloco “fotografia” no Google, um dos primeiros resultados que aparece é do site www.photopro.com.br. Se ele já tem essa autoridade toda, é perfeito para a nossa simulação.

SERPstat: a ferramenta SEO para investigar seus concorrentes.

E olha que interessante: a lista com as palavras-chave do site que ranqueiam melhor no Google Brasil está repleta de variações para o termo “fotos de gestantes” nas primeiras posições!

Resumindo: se você é fotógraf@, é melhor incluir gestantes no seu portfólio!

4. SERPmojo

Agora que você já escolheu sua palavra-chave foco e produziu um conteúdo otimizado para os buscadores e supimpa para o usuário, é hora de acompanhar a escalada da sua página no ranking.

Eu já testei diversas ferramentas SEO para esta finalidade, mas cara, nenhuma bate a praticidade da SERPmojo! Sério, basta instalar o app no seu celular ou tablet, inserir a URL do seu site e as palavras-chave que você quer acompanhar, e pronto.

SERPmojo: uma das melhores ferramentas SEO para celular.

Todos os dias o app vai atualizar a posição do seu site para as palavras-chave que você colocou, mantendo todo o histórico dos termos. Perdeu posições? Precisa melhorar o conteúdo ou trabalhar na estratégia. Subiu no ranking? Tá fazendo tudo certo!

5. Google Analytics + Search Console

O Google Analytics não é exatamente uma ferramenta SEO, mas se você souber criar relatórios personalizados, pode tirar muito proveito das informações que vai conseguir. O mesmo serve para o Search Console, que pode te dar pistas importantes sobre como as pessoas estão chegando ao seu site. É o chamado SEO reverso.

As vezes você coloca todo seu esforço de otimização na palavra-chave “fotos de gestantes”, e acaba descobrindo através o Search Console que na verdade as pessoas chegam na sua página por outra busca, como “book fotográfico para grávidas” por exemplo.

Aí não adianta lamentar. O jeito é arregaçar as mangas e modificar seu conteúdo de acordo com o que as pessoas estão buscando. Vai dar trabalho, mas eu garanto: vale a pena.

O Analytics entra em cena para complementar esta análise, mostrando quais são as páginas que estão com taxa de rejeição alta. Se as pessoas estão buscando “book fotográfico para grávidas” no Google, e estão caindo num conteúdo do seu site que não atende às suas necessidades, pode ter certeza, a taxa de rejeição estará alta.

Fica a dica: por melhor que seja o seu conteúdo, ele nunca vai chegar no topo das buscas se estiver com taxa de rejeição acima de 90%.

Ferramentas SEO do Google.
Repare como os 4 posts mais acessados do Mobizoo possuem taxa de rejeição abaixo de 90%.

Dica extra: ferramentas SEO do Wix

Se você está desenvolvendo seu site de forma gratuita no Wix, faz muito sentido usar as ferramentas disponíveis na plataforma.

Aliás, os próprios “caras do Google” confirmaram, no último Google I/O, que é possível alcançar um nível profissional de SEO com Wix, especialmente se você começar sua estratégia pelo excelente Wix SEO Wiz.

Funciona assim: você responde três perguntas simples sobre o seu negócio, e o “mágico” Wiz analisa seu site todinho, criando automaticamente um plano de SEO personalizado, com passos simples para melhorar seu posicionamento nas buscas.

E não é só isso não! O Wix SEO Wiz ainda indexa todas as suas páginas no Google em questão de segundos.

Olha o que os especialistas do Google disseram no evento, durante uma apresentação sobre a colaboração entre o Google e o Wix:

“Para os usuários Wix, é uma experiência muito legal, pois eles podem ver suas páginas nos resultados de busca imediatamente após criá-las. Não precisa esperar, não precisa se questionar ‘Vou aparecer nas buscas ou não?’. Em questão de segundos, eles estão no Google.”

Quem trabalha com isso sabe que essa etapa normalmente dá um trabalho enorme, por isso o Wix SEO Wiz é uma verdadeira uma “mão na roda” para começar. Mas como você pode imaginar, o trabalho não termina aí.

O próximo passo é utilizar as configurações de página do Wix para otimizar os conteúdos de acordo com os termos que você deseja ranquear. Acompanhe:

É aqui que você trabalha as palavras-chave que pesquisou nas ferramentas SEO.
É aqui que você trabalha as palavras-chave que pesquisou nas ferramentas SEO.

Na janela Configurações de SEO da Página são exibidos três campos que você precisa preencher em cada página, sendo os dois primeiros; título e descrição, o que irá aparecer na busca do Google, e o último; a palavra-chave para a qual você deseja indexar seu texto.

Também é importante colocar descrições precisas nas imagens que você utiliza (campos title e alt), e claro, caprichar nas chamadas para as páginas, usando títulos que atraiam a atenção do visitante.

Indo além

No Wix App Market você encontra diversas ferramentas voltadas para a otimização de conteúdos nos mecanismos de busca, e entre elas está o Rabbit SEO, um app gratuito que centraliza os principais dados de SEO do seu site de forma simples, inclusive enviando notificações sobre o seu posicionamento nas buscas. Ele não é o único, mas é um dos melhores.

Depois que você começar a ver os resultados, é interessante pensar em contratar um dos planos premium do Wix, pois com eles você terá um domínio próprio, hospedagem profissional, e principalmente; melhoria na velocidade de carregamento das suas páginas, um item fundamental para os critérios de ranqueamento do Google.

Um dos planos mais atraentes é o de R$ 14,45, que inclui tudo isso que eu citei acima, mais as ferramentas Site Booster (focada em desempenho, tráfego e SEO), e Form Builder (para você criar formulários de forma simples e rápida).

Bom, agora é com você! Curtiu as dicas? Então compartilhe com seus amigos! Se tiver dúvidas, deixe nos comentários que nós iremos responder.

Mais sobre: internet