Zenfone Max Pro (M2): bateria enorme e bom hardware por preço acessível

Lançado lá fora no final 2018, o Zenfone Max Pro (M2) finalmente chega ao Brasil para disputar o concorrido mercado de smartphones intermediários, trazendo como destaques sua grande bateria, chip Snapdragon 660, e Android puro.

São nada mais nada menos que 5000 mAh para dar conta de uma tela de 6.3 polegadas com resolução Full HD+, duas câmeras traseiras e uma frontal com flash.

Será que esse conjunto é bom o suficiente para brigar com o Redmi Note 7, Galaxy A50, Motorola One Vision e companhia? É o que vamos descobrir.

Zenfone Max Pro (M2): preço, ficha técnica e onde comprar- Mobizoo

 Zenfone Max Pro (M2): design e construção

Esse aparelho não possui muitos detalhes em sua traseira, mas ainda é bem bonito. A Asus fez um ótimo trabalho com a tampa, que parece muito ser feita de vidro. É dura, passa a sensação de resistência e é brilhante, mas o material é plástico. Suas bordas são arredondadas e feitas de alumínio, dando uma boa aparência e deixando o aparelho bem ergonômico.  Um ponto interessante que vale destacar é que seu peso é muito semelhante aos concorrentes, mesmo com uma bateria enorme.

Zenfone Max Pro (M2) - traseira

As duas câmeras traseiras e Flash são localizadas na lateral do aparelho, e também temos um leitor de digitais localizado um pouco mais para o centro. Apesar de ter um design simples, o plástico brilhante deu uma cara bem bonita ao aparelho. Ele está disponível nas cores Black Saphire e Titanium.

Zenfone Max Pro (M2) cores

Indo para a parte da frente, temos uma tela de 6.3 polegadas com um display IPS LCD e resolução Full HD+. As cores são relativamente boas, mas poderiam ser melhores. Sem fazer nenhuma configuração a sensação que se tem é que a imagem está levemente azulada e as cores são um pouco saturadas. Você pode resolver parte do problema alterando a configuração de temperatura de cores.

Esse aparelho ainda faz parte da família de celulares que teve que adotar o notch em suas telas. O entalhe que grande parte das pessoas odeia, tenta ser o mais sútil possível, mas ainda é grande o suficiente para causar desconforto em alguns. Esse entalhe abriga a câmera frontal e o Flash.

Zenfone Max Pro (M2) tela

Zenfone Max Pro (M2): câmeras

O Zenfone Max Pro (M2) possui duas câmeras em sua traseira, sendo a principal de 12MP com abertura f/1.8 e a secundária de 5MP com abertura f/2.4, que é um sensor de profundidade. A câmera frontal possui 13MP e abertura f/2.0.

A qualidade da câmera traseira é bem satisfatória! O nível de detalhes é bom, as imagens não chegam com muitos ruídos e o balando de brancos é bem feito. As cores são bem precisas e na maior parte das vezes não satura muito, mesmo se você botá-lo em prova em ambientes internos. O alcance dinâmico é muito bom e o HDR funciona como deve funcionar, não saturando as fotos em um nível que muitos preferem deixar o recurso de lado. O recorte do efeito retrato é muito bem feito e entrega resultados ótimos, graças a câmera dedicada para isso.

Este aparelho faz gravações em 4K que são bem interessantes e com uma boa gama de detalhes, mas aqui temos um problema: sem estabilização eletrônica. Esse recurso funciona apenas para a gravação 1080p, que também é muito boa e tem um ponto a mais pelo recurso citado.

A câmera frontal também tem boa qualidade e será o suficiente para muitos que não são tão empolgados com selfies. Em condições com boa iluminação você conseguirá ótimos resultados, já em ambientes fechados ou a noite, as fotos virão com ruídos e sem muitos detalhes.

O aplicativo para câmera é personalizado pela Asus (um dos poucos) e foi aprimorado desde a versão presente no Max Pro (M1).  Todos os recursos básicos estão presentes e o modo Pro está bem feito, mas a interface parece um pouco desatualizada.

Zenfone Max Pro (M2) interface da câmera

Zenfone Max Pro (M2): destaques

As atualizações para o Android P já estão disponíveis  neste aparelho e a Asus promete uma experiência de uso de um sistema operacional bem puro, com um visual bem semelhante a um sistema sem nenhum tipo de personalizações. Quando falamos semelhante é porquê, na prática ainda temos algumas personalizações da empresa aqui, mas são tão poucas que muitos nem sequer percebem.

Este aparelho possui um processador Snapdragon 660 e 4 GB de RAM, o que é suficiente para aplicações cotidianas sem nenhum tipo de problema. Ele possui versões com 64 ou 128 GB de memória, essa que é expansível via cartão de memória. a cereja do bolo é sua bateria, são 5000 mAh que prometem uma autonomia incrível! Para usuários mais “comuns”, você pode ter entre 1 dia e meio até dois dias de bateria, enquanto que para o mais hardcores é possível sair cedo e chegar em casa a noite ainda com uma porcentagem no aparelho.

Zenfone Max Pro (M2): ficha técnica

  • Android 8.1 já com atualização para o Android 9;
  • 4G Dual Chip (2 nano SIM);
  • Tela IPS LCD de 6.3 polegadas e 19:9 (1080 x 2400 px);
  • Processador Snapdragon 660 (14 nm) com 4 núcleos 2.2 GHz (Kryo 260) e 4 núcleos 1.8 GHz (Kryo 260);
  • Adreno 512;
  • 4 GB de RAM;
  • 64 ou 128 GB de armazenamento interno expansível até para 2 TB com cartão de memória;
  • Câmera dupla:
    12 MP, f/1.8, 1/2.9″, 1.25μm, PDAF
    5 MP, f/2.4, 1.12µm, sensor de profundidade
    Led para Flash;
  • Câmera frontal:
    13MP, f/2.0, 1.12µm;
    Led para Flash;
  • Gravação de vídeo: 4K@30fps, 2160p@30fps, 1080p@30/60fps;
  • GPS, AGPS, Glonass, QZSS;
  • Sensores: NFC,  Acelerômetro, Sensor de Impressão Digital, Giroscópio, Bússola, Sensor de Proximidade;
  • microUSB 2.0;
  • Bluetooth 5;
  • Bateria de 5000 mAh;

Zenfone Max Pro (M2): preço e onde comprar

O Zenfone Max Pro (M2) já está disponível nas lojas com preço sugerido de R$ 1.699 para a versão com 64 GB de armazenamento, e R$ 1.799 para a versão com 128 GB.

Fotos: Asus, GSMarena e Firstpost

 

Mais sobre: asus