iPhone 11 vale a pena para 2021?

Black Friday 2020 Mobizoo

Está pensando num iPhone 11, mas antes de comprar quer saber se ele vale a pena em 2020, ou, mais importante: se ele ainda será um bom smartphone para te acompanhar em 2021? Então tá no lugar certo.

O dispositivo se consagrou como o celular mais vendido do mundo em 2020, e ainda deve vender muito em 2021, já que é o modelo com tela grande mais acessível da maçã, saindo por R$ 4.199 nas melhores lojas.

Mas, será que seu conjunto ainda dá conta do recado? A câmera entrega boas fotos? E a bateria, segura um dia inteiro?

Isso e muito mais você descobre nos próximos parágrafos.

iPhone 11 vale a pena para 2021?

Qual é a versão mais indicada?

Antes de falarmos do aparelho em si, é importante deixar claro qual é a versão mais recomendada para você comprar este ano.

A versão com 128 GB é a ideal, já que 64 GB já estão ficando apertados para os dias de hoje, e a diferença de preço entre as duas versões é pequena (em torno de R$ 200).

Você provavelmente vai querer ficar com seu novo iPhone por pelo menos 2 anos, e na hora da revenda, com certeza vai ser mais fácil vender seu usado com 128 GB em 2022.

Além disso, é importante lembrar que a Apple está removendo o carregador e os fones de ouvido da caixa do aparelho, sendo assim, só unidades em estoques antigos trarão os acessórios. Portanto, verifique o conteúdo da embalagem na loja na hora da compra.

O desempenho ainda dá conta?

Apesar de ter sido lançado em 2019, o iPhone 11 conta com um processador de altíssimo nível, melhor que muitos Androids topos de linha atuais. Para você ter ideia, o aparelho faz mais pontos nos testes de benchmark que o Galaxy S20!

Nas tarefas do dia a dia, como rolar redes sociais, alternar entre apps, executar vídeos e fotografar, tudo roda de forma muito veloz e fluida, e provavelmente continuará assim por um bom tempo, mesmo após as atualizações do iOS.

Aliás, falando em atualizações, você que compra o iPhone 11 hoje, já garante os iOS 14 e 15, e até quem sabe o 16. Isso permite que o aparelho permaneça atualizado durante toda sua vida útil (levando em conta que você deve revendê-lo depois de 2 anos).

Nos jogos o modelo também dá um show, rodando títulos como Genshin Impact com o “pé nas costas”, mesmo com gráficos no máximo.

Sobre as câmeras, no vídeo abaixo eu mostro como elas ainda continuam porretas:

E quais as desvantagens do iPhone 11?

Dentro do ecossistema Apple não há muitas desvantagens em comprar o iPhone 11, porém, se você comparar o modelo com um Android de mesmo valor, é possível encontrar vários pontos onde o iPhone 11 leva a pior.

Numa comparação direta com o Galaxy S20 Plus, por exemplo, o iPhone 11 perde no tamanho e na qualidade da tela – já que o painel do S20+ é um Super AMOLED Quad HD, enquanto o do iPhone 11 é apenas IPS HD –, e também fica para trás na quantidade de câmeras, já que não conta com uma lente zoom, presente no S20+.

A bateria e a velocidade de carregamento do S20+ também são melhores, isso sem falar nos acessórios que acompanham o dispositivo.

Como eu disse acima, os iPhones estão vindo sem carregador e fones de ouvido na caixa, enquanto o S20+ traz um carregador de 25w, fones de ouvido AKG e uma capinha.

Perguntas e respostas

  • O iPhone 11 possui entrada para fones de ouvido? Não.
  • O iPhone 11 é à prova d’água? Sim. Você pode mergulhá-lo em água doce por até 1 metro.
  • A bateria do iPhone 11 aguenta o dia todo? Com certeza: Na verdade dura até mais que um dia com uso moderado.
  • Tem carregador turbo? Não. Você tem que comprar à parte.
  • Tem biometria facial? Sim.
  • O alto falante é estéreo? Sim.
  • Tem memoji? Sim.

Veredito

Se você possui um iPhone 6, 7 ou 8, e não vê a hora de entrar na era da tela ampla com notch, o iPhone 11 de 128 GB é sem dúvida uma ótima opção.

Por aproximadamente R$ 4.200, você leva para casa um aparelho que ainda é muito competente em termos de câmera e processamento, com uma bateria excelente, e claro, atualizações garantidas.

O iPhone 12 com a mesma capacidade vai te oferecer um design renovado, tela melhor e com menos bordas, mais processamento e câmeras melhores, porém, a diferença de preço é bem salgada: ele custará praticamente O DOBRO da geração anterior.

Agora conta aí nos comentários: você acha que o iPhone 11 é uma boa compra na faixa dos R$ 4.200?

Mais sobre: iPhone