Os celulares mais vendidos no Brasil e no mundo

Recentemente eu percebi que não é nada fácil descobrir quais são os celulares mais vendidos do momento com algumas buscas na Internet, e por isso eu decidi reunir todos os dados importantes do mercado num único artigo.

Eu sei que nem sempre os aparelhos mais vendidos são aqueles com melhor custo-benefício, mas de qualquer maneira os números de vendas sempre nos dão boas pistas sobre o que está dando muito certo nas prateleiras, seja pelo design, ficha técnica ou puramente pela ações de marketing.

Os celulares mais vendidos no Brasil e no mundo - Mobizoo

iPhone XR é o celular mais vendido do mundo

No final do ano passado, a empresa britânica de pesquisas IHS Markit apresentou um relatório que apontava o iPhone XR como o smartphone mais vendido do mundo no primeiro semestre de 2019:

Lista dos celulares mais vendidos no mundo em 2019

A liderança do iPhone XR se manteve pelo segundo semestre, e nos dados consolidados para todo ano de 2019, apresentados pela Canalys, podemos ver que o modelo recebeu a companhia do iPhone 11, que teve seus primeiros meses de vendas bem quentes, e deve substituir o iPhone XR como líder em 2020.

Na concorrência temos a série A da Samsung abocanhando o terceiro, o quarto e o quinto lugar, seguida pela Xiaomi, com o super popular Redmi Note 7.

Celulares mais vendidos em 2019 - Relatório Canalys

Conclusão: a Apple segue dominando o segmento premium, a Samsung acertou em cheio na reformulação de seus intermediários, mas sofre com seus tops, e a Xiaomi segue crescendo forte e se aproximando cada vez mais da coreana.

A Xiaomi foi de longe a fabricante com o maior crescimento em vendas no ano passado (+23%), e a Huawei teve sua primeira queda em anos (-7% no último trimestre), consequência direta dos embargos feitos pelos EUA.

Fonte: Canalys

Smartphones intermediários são os mais vendidos no Brasil

No Brasil, em 2019, os smartphones intermediários dominam o mercado de celulares inteligentes. Segundo Samir Vani, Country Manager da MediaTek no Brasil, com a inclusão de recursos premium, este filão cresceu 11,2% e já responde por 70% das vendas no país.

Vani informa também que após a queda mundial de 4,1 nas vendas no ano passado, no primeiro trimestre de 2019, o mercado de smartphones no Brasil manteve-se retraído e com queda no volume de vendas, de 6,2% em unidades, segundo a consultoria GFK.

Porém, no Brasil o número de vendas de aparelhos intermediários só cresce. Isso porque, o número de unidades vendidas de dispositivos entre R$ 700 e R$ 1999 cresceu 11,2% no primeiro trimestre de 2019, em relação ao mesmo período do ano passado.

Vani atribui esse crescimento ao amadurecimento dos consumidores, que apesar de sensíveis à questão do preço, não querem mais um celular básico. E buscam, portanto, por dispositivos com melhores recursos. Chegando assim a um equilíbrio entre custo e performance.

Além disso, outro fator que contribuiu para o aumento nas vendas de intermediários, foi a chegada de recursos que antes eram vistos apenas nos modelos topo de linha.

Agora, portanto, o consumidor sabe que é possível contar com mais funções interessantes sem ter que gastar tanto. Como, por exemplo, a inteligência artificial que já pode ser encontrada em modelos que custam menos de R$ 900.

Além da IA, que permite controlar vários recursos do celular usando o comando de voz, os atuais dispositivos intermediários estão com tela e memórias cada vez maiores e câmeras com maior número de lentes.

Enfim, o mercado de smartphones intermediários só cresce porque os consumidores buscam por modelos cada vez mais poderosos e com preços mais acessíveis, e as fabricantes sabem disso.

Categorias mais populares por faixa de preço (Brasil/2019)

A seguir você confere o market share de cada categoria de smartphones presente no mercado brasileiro em 2019. Os dados são da GfK, contabilizando o período de janeiro a abril.

  • Smartphones até R$ 800: 20% do volume de vendas;
  • Smartphones entre R$ 800 e R$ 1.200: 36% do volume de vendas;
  • Smartphones entre R$ 1.300 e R$ 1.900: 21% do volume de vendas;
  • Smartphones entre R$ 2.000 e R$ 3.100: 11% do volume de vendas;
  • Smartphones acima dos R$ 3.200: 12% do volume de vendas.

Celulares mais buscados no Zoom em 2019

Para termos uma uma visão mais ampla sobre quais modelos estão realmente bombando em 2019, é legal também levarmos em consideração o volume de buscas que cada um deles teve durante o ano. Para isso, o site comparador de preços Zoom nos ajuda com o ranking dos mais procurados em 2019*:

  1. Xiaomi Redmi Note 7
  2. Xiaomi Redmi Note 8
  3. Samsung Galaxy A50
  4. Samsung Galaxy A30
  5. Samsung Galaxy A10
  6. Apple iPhone 8 Plus
  7. Samsung Galaxy A70
  8. Xiaomi Mi 9T
  9. Samsung Galaxy A20
  10. Motorola Moto G7 Play

*Os números mais recentes são de outubro de 2019.

Os celulares mais populares do Brasil (2019)

Este ranking mostra exatamente quais são os modelos de celulares que mais estão sendo utilizados agora no país. Ou seja, não estamos falando dos lançamentos mais recentes de 2018 e 2019, e sim dos modelos que venderam MUITO nos últimos anos, e por isso continuam em circulação.

É importante lembrar que sempre que alguém compra um modelo novo, repassa o seu usado para alguém, e desta forma ele continua ativo.

  1. Samsung Galaxy J2 Prime TV (4,36%)
  2. iPhone 7 (4,15%)
  3. Samsung Galaxy J5 (3,11%)
  4. Samsung Galaxy J5 Prime (2,91%)
  5. iPhone X (2,73%)
  6. Samsung Galaxy J7 Prime (2,67%)
  7. iPhone 6 (2,31%)
  8. iPhone 6S (2,17%)
  9. iPhone 7 Plus (2,13%)
  10. iPhone 8 (1,80%)
  11. iPhone SE (1,56%)
  12. iPhone 8 Plus (1,52%)

Fonte: DeviceAtlas

Participação no mercado por marca

Os dados da StatCounter para setembro de 2019 apontam que a Samsung conseguiu dar uma virada no cenário do ano passado, dando um “upgrade” considerável em sua liderança.

Enquanto isso, na Motorola aconteceu exatamente o inverso: a fabricante que cresceu bastante em 2018, caiu em 2019.

A Apple também cresceu, e certamente o sucesso do iPhone XR entra nessa conta.

Confira a lista completa com a variação de market share para cada fabricante:

  • Samsung: saiu de 34.73% em 2018, para 44,23% em 2019;
  • Motorola: saiu de 28.44% em 2018, para 22,94% em 2019;
  • Apple: saiu de 11.88% em 2018, para 13,79% em 2019;
  • LG: saiu de 9.99% em 2018, para 7,66% em 2019;
  • Xiaomi: saiu de 1% em 2018, para 4,22% em 2019;
  • Asus: saiu de 2.8% em 2018, para 2,6% em 2019.

A Xiaomi segue crescendo com força no país, mesmo que a gente saiba que grande parte disso se deve ao mercado cinza, que vende muito mais aparelhos da marca do que a representação oficial.

Agora eu quero saber de você: qual será o segredo destes celulares mais vendidos?

Apoie o conteúdo que você ama!

Desative o seu bloqueador de anúncios e nos ajude a manter o site :)