Análise Ulefone Power 2: o chinês peso-pesado da bateria

Hoje em dia é possível comprar uma infinidade de modelos chineses de smartphones com qualidade muitas vezes superior à dos disponíveis por aqui, porém poucos têm proposta tão agressiva no quesito duração de bateria quanto o Ulefone Power 2.

Equipado com uma monstruosa bateria de 6050 mAh de capacidade, o dispositivo da Ulefone promete até 3 dias inteiros de autonomia, e ainda pode ser usado como uma Power Bank, para carregamento de outros aparelhos.

Mas, será que ele realmente cumpre o que promete? E nos outros quesitos, ele se sai bem?

Bom, eu passei algumas semanas usando o Ulefone Power 2 como meu celular principal, e a seguir você irá conferir essas e outras respostas.

Traseira do Ulefone Power 2 - Mobizoo

O Ulefone Power 2 é um celular de peso que não pesa no bolso

O Ulefone Power 2 é o sucessor de um dos primeiros celulares chineses com foco em bateria, e nesta segunda versão trouxe melhorias importantes; entre elas o reposicionamento do leitor de impressão digital para a parte frontal (muito melhor em termos de usabilidade), a ampliação das memórias (a RAM foi de 3 para 4 GB e o armazenamento foi de 16 para 64 GB), e a atualização do Android para a versão 7 Nougat.

Em termos de preço o modelo fica na casa dos R$ 900 (já com a taxa de importação incluída), concorrendo diretamente com os nacionais Motorola Moto G5 e Asus Zenfone 3 Max 5.5.

E se você já está se perguntando se ele vale a pena frente aos oponentes, é hora de checar a lista de prós e contras:

Prós e contras

Prós:

  • Uma das melhores telas que já testei;
  • Muito veloz na multitarefa;
  • Acabamento bonito e com materiais de primeira;
  • Câmeras fazem boas fotos;
  • Traz um monte de brindes legais na caixa;
  • Leitor de impressão digital é competente e ainda conta com recursos extras.

Contras:

  • É muito pesado;
  • Interface com modificações horrorosas;
  • Desempenho com games fica abaixo do esperado;
  • O software da câmera é bastante limitado;
  • Bandeja de chips é híbrida – ou você usa 2 chips ou 1 chip + 1 micro SD.

Unboxing

Design

Apesar de ser um celular grande e pesado por conta de sua enorme bateria, o Ulefone Power 2 apresenta design sóbrio e pegada que não desagrada, e pode até ser considerado bonito e confortável dentro de suas limitações.

Câmera do Ulefone Power 2 - Mobizoo

A traseira em metal possui quinas ligeiramente côncavas que colaboram um bocado para o encaixe e segurança do aparelho nas mãos – diminuindo consideravelmente o risco dele escapulir, mas é preciso ter em mente que o peso dele não passa desapercebido, e pode ser que ao final de um dia de uso intenso você fique com a mão dolorida (como a minha ficou).

Não é à toa que a própria fabricante manda no kit do aparelho um suporte de dedo para te ajudar a segurá-lo.

Tela do Ulefone Power 2 - Mobizoo

A bela tela do Ulefone Power 2 é protegida pelo vidro Gorilla Glass de cantos curvos (2.5D), e conta com revestimento oleofóbico que o mantém livre das marcas de dedo.

Lateral direita do Ulefone Power 2 - Mobizoo

Na lateral direita do dispositivo há apenas os botões Power e Volume, e do lado esquerdo está a gaveta híbrida de chips, onde você pode inserir 2 nano sim de operadoras ou 1 nano sim + 1 cartão de memória.

Lateral esquerda do Ulefone Power 2 - Mobizoo

Na parte superior há apenas a entrada para fones de ouvido, e na parte inferior estão o microfone, o alto falante e o conector micro USB.

Parte inferior do Ulefone Power 2 - Mobizoo

Tela

Eu adoro quando isso acontece: a tela IPS Full HD de 5.5 polegadas do Ulefone Power 2 é tão boa, mas tão boa, que nem precisarei me estender nos comentários.

Parte frontal do Ulefone Power 2 - Mobizoo

Para resumir, vou apenas dizer que sua reprodução de cores é impecável, seu contraste e ângulos de visão são quase tão bons quanto os de uma AMOLED (com pretos bem bacanas), e seu brilho é forte quando tem que ser (no sol) e bem baixo quando é necessário (na hora de dormir).

Há ainda um modo noturno que deixa a temperatura de cor mais agradável para os olhos durante a noite, e eu gostei tanto dele, que o deixei ativado o tempo todo.

Câmeras

O conjunto fotográfico do Ulefone Power 2 não decepciona, mas também não impressiona.

Apesar de possuir abertura pequena (f/2.2), a câmera principal do dispositivo é capaz de tirar boas fotos em ambientes iluminados, mas é importante avisar: instale um software próprio para esta função, pois o que vem com o aparelho é bastante limitado.

Além disso, o modo HDR é lento como em celulares mais antigos, exigindo que você segure bem firme e espere alguns segundos até a imagem ser efetivamente capturada.

Veja alguns exemplos:

Foto feita com o Ulefone Power 2 - Mobizoo
Foto feita com o Ulefone Power 2 - Mobizoo
Foto feita com o Ulefone Power 2 - Mobizoo
Foto feita com o Ulefone Power 2 - Mobizoo
Foto feita com o Ulefone Power 2 - Mobizoo

Assim como acontece em outros modelos desta faixa de preço, o Ulefone Power 2 granula um bocado as fotos em situações de pouca luz, mas pelo menos ele não entope as imagens com distorções de pós-processamento, te dando a chance de salvá-las com filtros e edições.

Foto feita com o Ulefone Power 2 - Mobizoo

A câmera frontal também apresenta resultados satisfatórios, e fica dentro do esperado para a categoria, gerando imagens com bom nível de detalhe, e sem muitas distorções de cor e luz.

Selfie feita com o Ulefone Power 2 - Mobizoo

A gravação de vídeos da câmera traseira apresenta ótimos resultados em termos de qualidade, porém inacreditavelmente gera arquivos no antigo formato 3GP.

Ou seja, mais uma vez, é melhor instalar um outro aplicativo para gravar num formato “decente”.

Caso queira visualizar as fotos em tamanho grande, baixe este arquivo zip.

Desempenho

Graças aos seus 4 GB de RAM, o Ulefone Power 2 deixa os concorrentes comendo poeira quando o assunto é velocidade no carregamento de aplicativos e multitarefa, algo que, aliado à sua bateria de longa duração e tela grande, faz dele um dispositivo ideal para trabalhar.

Por outro lado, a GPU do modelo não é das melhores para gráficos 3D, e acaba ficando abaixo dos concorrentes no desempenho com games mais pesados.

Colocando na balança, temos um aparelho que fica “pau a pau” com seus principais rivais em testes de benchmark como o Antutu:

Antutu Benchmark Ulefone Power 2 - Mobizoo

O Android 7 Nougat embarcado no Ulefone Power 2 possui vários recursos extras interessantes inseridos pela fabricante – como os comandos por gestos e o modo noturno (que citei anteriormente) –, porém conta com uma das interfaces customizadas mais horrorosas que eu já vi num smartphone.

Felizmente é possível se livrar de boa parte dessas bizarras customizações com a instalação de um launcher.

Ah, e antes que eu me esqueça; o GPS do aparelho funcionou lindamente em todas as ocasiões que precisei. Digo isso pois essa é uma preocupação de muita gente que importa celulares da China.

Bateria

Como dito anteriormente, a Ulefone promete 3 dias inteiros de uso em seu celular, e olha, já vou te dizer logo de cara: ela entrega.

Dá só uma olhada nesse print, que tirei na manhã do terceiro dia de testes sem recarregar:

Pois é, depois de 2 dias de uso intenso sem ver a tomada, o Ulefone me informa que ainda tenho um dia inteiro de energia disponível. É ou não é impressionante?

E não para por aí: eu testei também o modo que batizei de “transfusão de sangue”, e usei o Power 2 para carregar uma penca de dispositivos, entre eles o Sony Xperia XA1 que eu também estava testando para o site.

Ulefone Power 2 funcionando como power bank - Mobizoo

No caso do celular da Sony (que possui bateria de 2300 mAh) por exemplo, o Ulefone foi capaz de oferecer 2 cargas completas para o “amiguinho”, e ainda ficou com uns 30% de carga para si.

Agora me diz:

Som

O Ulefone Power 2 não vem com fones de ouvido inclusos na caixa (apesar de vir com vários outros acessórios), e por isso tive que testar sua qualidade sonora com os fones que eu tinha disponível no momento, no caso os Piston Basic da Xiaomi.

A experiência foi bastante positiva quanto aos níveis de volume, graves e agudos, e posso até arriscar dizer que o som reproduzido pelo modelo é um dos melhores que já encontrei num smartphone chinês.

Som do Ulefone Power 2 - Mobizoo

No alto falante posicionado na parte inferior do aparelho o som também é bem alto, porém fica devendo um pouco nos graves.

Um detalhe interessante é que a Ulefone teve a “sacada” de deixar o som do alto falante vazar também pelo conector USB do dispositivo, evitando que o som seja abafado quando você acidentalmente tapa a saída principal com o dedo.

Especificações do Ulefone Power 2

  • Android 7.0 (em português);
  • 4G Dual Chip (2 nano sim);
  • Tela IPS Full HD de 5.5 polegadas (1920 x 1080 px);
  • Vidro 2.5 D (cantos curvos) com Gorilla Glass 3;
  • Chipset MediaTek MTK6750T octa core 1.5 GHz 64-bit;
  • GPU Mali T860MP;
  • 4 GB de RAM;
  • 64 GB de armazenamento interno;
  • Entrada para micro SD até 256 GB;
  • Câmera traseira de 5 elementos com 13 MP f/2.2 (ampliados até 16 MP por software) flash, autofoco e auto-HDR;
  • Câmera frontal de 8 MP (ampliados até 13 MP por software);
  • Gravação de vídeo Full HD;
  • Leitor de impressão digital frontal;
  • GPS;
  • Rádio FM;
  • Sensores: proximidade, luz, gravidade, giroscópio, bússola, acelerômetro;
  • USB Host (OTG);
  • Bluetooth 4.0;
  • Bateria de 6050 mAh com carregamento turbo.

Conclusão

Depois de quase 1 mês usando o Ulefone Power 2 como meu smartphone principal, posso dizer, sem medo de me arrepender, que ele vai deixar saudades.

A sensação de ter um celular que pode te acompanhar por dias sem precisar ser carregado é única, e o fato dele oferecer uma tela grande e de excelente qualidade, além da performance ultra veloz nas tarefas do dia-a-dia, só colabora com sua avaliação final.

Pelo mesmo valor cobrado pelos Moto G5 e Zenfone 3 Max 5.5 ele traz o dobro de armazenamento interno (64 GB), câmeras que apresentam resultados similares, e vários acessórios extras.

Ele só não irá agradar o público mais exigente com o desempenho para games, e pessoas que fazem questão de um celular muito leve, sem ligar muito para a duração da bateria.

Sendo assim, o meu veredito é:

Ainda não conhece a escala memética de avaliação do Mobizoo? Então veja como fazemos nossas análises de celular.


E aí, gostou da análise? Vai comprar o aparelho? Então que tal comprá-lo com um super desconto e ainda nos ajudar a manter o site? Basta clicar no botão abaixo:

COMPRAR

Deixo o meu agradecimento à GearBest, que gentilmente forneceu o celular utilizado nesta análise.

Mais sobre: ulefone