Ficou mais difícil importar da China uma bateria para celular

Na semana passada eu tentei comprar uma bateria para celular na GearBest – mais especificamente uma substituta para a original do meu velho Galaxy S5 (que eu uso de backup quando não estou testando nenhum aparelho), mas acabei sendo surpreendido por uma informação desagradável que eu quero compartilhar com você.

Hoje em dia os smartphones com bateria removível são raros e, mesmo que você tenha um, ainda vai sofrer um bocado para encontrar a bateria original do seu modelo no mercado brasileiro.

No Mercado Livre por exemplo, existem muitos vendedores que juram de pés juntos que as baterias que vendem são 100% originais, mas é só você entrar nos comentários de compradores para ver que na realidade tratam-se de peças paralelas, que apresentam performance bem inferior ao esperado.

Eu mesmo passei por isso procurando este componente para o meu aparelho, e depois de muito apanhar, decidi apelar para “a fonte”, ou seja, a China.

Bateria para celular - Mobizoo

Como eu já estou muito acostumado a importar, nem pensei duas vezes, e tratei de encomendar a bateria original do meu Galaxy S5 na GearBest, que aliás estava com um preço ótimo (apenas 10 dólares!).

Como sempre tudo correu muito bem com a compra, mas a má notícia chegou no dia seguinte, quando a loja me enviou um email informando que a empresa responsável pelo transporte do produto se recusou a enviá-lo, por conta de sua “natureza perigosa“.

Entrei em contato com a GearBest para saber mais sobre esse tipo de situação, e fui informado que isso tem acontecido por conta das novas normas de transporte aéreo de baterias de lítio estabelecidas no início de 2017 pela IATA (International Air Transport Association), após os incidentes com o Galaxy Note 7.

As novas normas proíbem o transporte de certos tipos de bateria para celular nos compartimentos de carga das aeronaves, e estabelece regras rígidas para o transporte de outros tipos de bateria, como é o caso das Power Banks (carregadores portáteis), que agora só podem ser levadas pelos passageiros na bagagem de mão.

Ou seja, agora é preciso estar muito bem informado(a) antes de trazer uma bateria de fora, seja por importação ou durante uma viagem.