Como escolher um celular Android [2018]

A popularidade do Android deve-se muito à grande variedade de celulares disponíveis com o sistema, atendendo aos mais diversos tipos de público e bolso. O problema é que isso também gera muita confusão na hora da compra, exigindo um pouco mais de conhecimento do comprador. Para saber como escolher um celular Android perfeito para você, é preciso paciência e informação.

Neste guia você irá conhecer todos os itens que deve levar em conta na hora de comparar os modelos, evitando frustrações com aparelhos que estão longe de atingir suas expectativas. Acompanhe.

Veja também:

Como escolher um celular Android [2018] - Mobizoo

A arte de como escolher um celular Android ideal para você ou para presentear pode ser dividida em 2 grandes blocos:

  • características dos aparelhos;
  • problemas mais comuns.

Vamos começar com a parte mais tranquila.

Quais são as principais marcas de celular Android?

Estas são as principais fabricantes presentes no Brasil, em ordem de força e presença no mercado:

  • Samsung;
  • Motorola;
  • Asus;
  • Sony;
  • LG;
  • Alcatel;
  • Quantum.

E estas são as principais marcas de importados da China:

  • Xiaomi;
  • OnePlus;
  • Huawei;
  • Meizu;
  • Ulefone;
  • Elephone;
  • Vernee;
  • Cubot.

O que é que nem todo celular Android tem?

Nem todo smartphone Android conta com todos os recursos de conectividade disponíveis no mercado, como é o caso do NFC, que permite, entre outras coisas, o pagamento de despesas por aproximação do dispositivo.

Além disso, pode ser que o modelo que você está namorando não possua o recurso de OTG no conector USB, impedindo que você use pen drives, teclados e outros periféricos no aparelho.

Quais são os tipos de tela?

O tamanho da tela de um celular pode ser importante para você, mas nada é mais importante do que a qualidade. Cada tecnologia de tela possui vantagens e desvantagens, além de variações de exibição:

  • AMOLED (cores vibrantes, contraste superior, porém tem mais chances de apresentar burn-in);
  • LTPS (a mais equilibrada – bom contraste, boa representação de cores, poucas chances de burn-in);
  • IPS (contraste inferior à LTPS, cores satisfatórias, poucas chances de burn-in);
  • TFT (a pior em quase todos os quesitos).
Diferenças entre os tipos de tela dos celulares Android: IPS, LTPS, AMOLED - Mobizoo

Bom, agora que você já conhece as principais características de um celular Android, chegou a hora de conhecer seus problemas mais comuns.

Nem todos os modelos recebem atualizações do Android

Esse é o principal problema encontrado pelos usuários da plataforma. Você compra um celular com hoje, com a versão 7 do sistema, e muito provavelmente irá permanecer para todo sempre com ela. É um problema que nem o Google, nem as fabricantes conseguiram resolver, mas estão trabalhando pra isso. Oremos.

Raramente os aparelhos mais baratos são atualizados, como é o caso da linha Moto E da Motorola, modelos intermediários de grandes marcas costumam receber ao menos uma atualização, e os tops normalmente recebem 2 atualizações.

Nem todos os modelos rodam todos os aplicativos

Outro problema típico do Android: a grande fragmentação do sistema faz com que os desenvolvedores de software fiquem malucos na hora de publicar seus aplicativos. Como garantir que um programa funcione perfeitamente numa infinidade de aparelhos diferentes? Existem aplicativos que só “rodam” em celulares com hardware mais sofisticado, outros que precisam de uma versão mais recente do sistema.

Resumindo, quanto mais poderoso o hardware, e mais recente for o sistema do aparelho, maior é o número de aplicativos que ele pode “rodar”. Os aparelhos mais baratos sempre terão algum tipo de restrição nesse sentido.

O visual do sistema pode variar

Existem características de design de interface (gaveta de aplicativos, barra de notificações, menus) que apesar de todo aparelho Android possuir, podem ser exibidas de formas completamente diferentes entre celulares de marcas distintas. São as famosas “personalizações” que as fabricantes e/ou operadoras fazem. Estas podem tanto melhorar a navegação no aparelho como piorar, e muito. Vale então dar uma conferida nos Launchers disponíveis no mercado, eles podem resolver facilmente essa questão.

Conclusão

Agora que você já conhece com um pouco mais de profundidade o mundo Android, vale lembrar que a melhor maneira de escolher um aparelho é o testando em mãos e que o mercado é cíclico, ou seja, as vezes vale à pena esperar para comprar um celular melhor por um preço menor.

E seus amigos, será que eles sabem como escolher um celular Android? Compartilhe esse guia com eles e aproveite para deixar suas dúvidas nos comentários!