Samsung Galaxy M51: a maior bateria do mercado

A Samsung já havia abalado o mercado com os 6.000 mAh de bateria do Galaxy M31, mas, quando outras começaram a fazer o mesmo, ela tomou a frente novamente lançando o Samsung Galaxy M51, com absurdos 7.000 mAh de capacidade.

E apesar da bateria ser o destaque, o restante da ficha técnica do modelo não fica para trás. O M51 possui tela grande com tecnologia Super AMOLED Plus, processador intermediário com boa potência e conjunto quádruplo de câmeras.

O preço de lançamento foi bem salgado, mas já é possível encontrá-lo por menos de R$ 2.000 no varejo, valor bacana por tudo que o aparelho oferece.

Vá direto para:

Samsung Galaxy M51: ficha técnica, preço e avaliação - Mobizoo

O Samsung Galaxy M51 ainda segue a fórmula de intermediários da fabricante, com sua construção em plástico e pintura totalmente lisa. O módulo “dominó” para alocar as câmeras também é semelhante ao de outros modelos, então nada de surpresas na estética.

Sua tela é grande, de 6,7 polegadas e com tecnologia Super AMOLED Plus. Ela possui a resolução Full HD+ e proporção 20:9, que deixa o celular mais “esticado”, melhor para segurar e assistir vídeos.

O processador é o Snapdragon 730, chip octa-core que alcança até 2,2 GHz. Junto aos 6 GB de RAM, ele roda praticamente qualquer app da Play Store sem problemas de desempenho. O armazenamento interno é de 128 GB com espaço para cartão de memória.

No campo fotográfico, o Samsung Galaxy M51 apresenta conjunto quádruplo de câmeras. A principal tem 64 MP; a secundária possui 12 MP e lente ultrawide; a terceira tem 5 MP e lente macro; a quarta também tem 5 MP e é usada como sensor de profundidade. A câmera frontal tem 32 MP, recurso HDR e filma em 4K.

A cereja do bolo deste lançamento Samsung são os 7.000 mAh de bateria, cuja autonomia chega a dois dias tranquilamente. O celular possui carregamento rápido de 25W e carrega completamente em menos de duas horas.

Ficha técnica

  • Modelo SM-M515FZKLZTO;
  • Android 10 com One UI 2.5;
  • Tela Super AMOLED Plus Full HD+ de 6,7 polegadas;
  • Proteção Gorilla Glass 3;
  • Chipset Qualcomm Snapdragon 730 Octa-core (2,2 GHz);
  • GPU Adreno 618;
  • 6 GB de RAM;
  • 128 GB de armazenamento interno + entrada para micro SD;
  • Câmera traseira quádrupla:
    Wide 64 MP f/1.8 com autofoco PDAF;
    Ultrawide 12 MP f/2.2;
    Macro 5 MP f/2.2;
    Sensor de profundidade 5 MP f/2.4;
  • Gravação de vídeo 4K a 30fps;
  • Leitor de impressão digital lateral;
  • Sensores: acelerômetro, proximidade, bússola, giroscópio;
  • Bluetooth 5;
  • NFC;
  • GPS, Glonass, Beidou, Galileo;
  • Tem conexão de 3,5mm;
  • USB Tipo C;
  • Bateria de 7000 mAh com carregamento rápido de 25w + carregamento reverso.
Samsung Galaxy M51 - Design

Avaliação

Prós

  • Uma das maiores baterias do mercado;
  • Tela grande com tecnologia Super AMOLED Plus;
  • Muita RAM e armazenamento interno;
  • Bom conjunto de câmeras.

Contras

  • Pesado (213g);
  • Construção em plástico;
  • Sem proteção contra água.

Pontuação Antutu Benchmark

Samsung Galaxy M51 - Antutu

Preço

O Galaxy M51 foi lançado no Brasil por R$ 3.499, preço que obviamente é um absurdo, afinal esse é o valor do Galaxy S20. No momento da publicação desta análise já é possível encontrá-lo por R$ 1.979, que apesar de ainda estar um pouco salgado, já está dentro dos “padrões” de celulares do nível dele.

Celulares com a mesma configuração estão na mesma faixa de preço, e mesmo que levemente mais baratos, não possuem a bateria de 7.000 mAh. Se você está interessado no Galaxy M51 justamente pela sua enorme bateria, vale a pena comprá-lo por esse valor.

O que você achou do Galaxy M51? Conte aí nos comentários!

Mais sobre: Samsung