Odeia Supermercado? Esses aplicativos vão te ajudar a fazer compras sem sair de casa

Até existe gente que curte ir num supermercado, mas a grande maioria da população ou odeia, ou simplesmente não têm tempo.

E foi pensando nessas pessoas, que empreendedores e grandes redes varejistas criaram serviços online que facilitam a tarefa de abastecer a geladeira e a despensa.

Veja quais são os principais sites e aplicativos disponíveis no Brasil, e descubra como eles podem te ajudar à fazer compras sem sair de casa.

Supermercado online - Mobizoo

Sem tempo para o supermercado

O dia-a-dia das pessoas de maneira geral está ficando cada vez mais acelerado, e por consequência seus hábitos de consumo também estão mudando, incluindo a forma de “fazer supermercado“.

O tempo livre está cada vez mais valorizado, e por isso a economia de tempo nas tarefas mais rotineiras se tornou fundamental.

Resumindo; cada vez menos pessoas estão interessadas em perder horas empurrando carrinho, conferindo preços, e passando produtos no caixa, um a um.

Percebendo essa tendência, grandes redes de supermercados estão investindo cada vez mais nas vendas online, e empreendedores estão criando serviços inovadores de entrega por meio de sites e aplicativos, tornando mais práticas e rápidas as compras de mês, e também aquelas “comprinhas” de final de semana.

Supermercado Now

Os aplicativos de supermercado online são pensados para que as entregas cheguem rapidamente e os produtos sejam selecionados e frescos, como o consumidor deseja.

Entre eles está o Supermercado Now, cujo diferencial está na possibilidade do consumidor escolher como deseja receber cada item, como uma fruta mais madura ou os frios mais finos, por exemplo.

O Supermercado Now garante que a entrega seja feita em até 2 horas, graças a um inovador planejamento de logística.

A grande “sacada” para que as entregas ocorram mais rapidamente são os compradores profissionais, pessoas que vão ao supermercado, escolhem os produtos e entregam na casa do cliente.

O aplicativo Supermercado Now localiza o entregador disponível, chamado de shopper, e envia o pedido com as características da compra que ele deverá levar até o cliente.

Os shoppers, são profissionais autônomos que têm disponibilidade para fazer compras em algum período do seu dia. Para executarem este serviço, recebem por entrega, e a taxa é de aproximadamente 20 reais.

O app do Supermercado Now está disponível para Android e iOS.

HomeRefill

O recém-lançado aplicativo HomeRefill promete tornar a “compra do mês” mais organizada e menos cansativa.

Criado por uma startup de um grupo de empresários, a ideia do HomeRefill é fazer com que as pessoas aposentem o carrinho de supermercado e programem a compra do mês, aquela dos produtos básicos, como arroz, feijão, óleo, sabão em pó, papel higiênico, etc.

Para isso, basta que o cliente programe e monte sua lista de compras, com os produtos e as quantidades, defina a data de entrega e de reposição.

A proposta do aplicativo HomeRefill, é a de vender os produtos diretamente dos distribuidores e produtores. Para isso, o aplicativo lançado a poucos meses já conta mais de 200 fornecedores.

Após a primeira compra, um algoritmo monitora a lista de produtos criada e oferece as marcas com preços mais em conta de acordo com o perfil do consumidor.

Antes de seu lançamento, o aplicativo passou por um período de testes e foram identificados oito perfis de consumidores:

  • solteiro;
  • casal sem filho;
  • casal com filhos até 3 anos;
  • casal com filhos até 12 anos;
  • casal com filhos mais velhos;
  • repúblicas;
  • pequenos escritórios;
  • consumidores idosos.

Ao fazer o cadastro na plataforma, o cliente fará a escolha do perfil no qual se encaixa.

São mais de 2 mil produtos disponíveis. O consumidor faz a compra com cartão de crédito e recebe a compra sete dias após a confirmação do pagamento, com frete grátis.

Calcula-se que com a entrega direta do fornecedor e o frete grátis, o consumidor economiza, em média, 15% do valor total em comparação à compra tradicional em supermercados.

Pão de Açúcar Mais

A conhecida e conceituada rede de supermercados Pão de Açúcar também tem seu site e aplicativo, o Pão de Açúcar Mais, para compras online. Neles, o consumidor encontra todos os principais produtos das lojas da rede.

O primeiro passo para a utilização do serviço online é fazer um cadastro simples e rápido. No caso do cadastro simplificado, o cliente não precisa informar o endereço, porém os preços exibidos, são por padrão, os de São Paulo.

Ao informar o CEP, o consumidor descobre se o serviço de entrega está disponível em sua cidade e conhece os preços do Pão de açúcar mais próximo.

O aplicativo do Pão de Açúcar Mais oferece listas prontas, que facilitam no processo de seleção dos produtos. Pode-se optar também por receber a compra em casa, em dois dias no máximo, ou retirá-la na loja.

Na primeira compra feita pelo aplicativo, o cliente ganha o frete grátis. Atualmente, o app atende às cidades de São Paulo (e o interior paulista), Rio de Janeiro e Brasília.

Os valores do frete podem variar, entre R$ 15,90 até R$ 50, dependendo da cidade ou bairro.

O aplicativo do Pão de Açúcar Mais oferece também descontos progressivos para as compras. E, acima de R$ 900 não há cobrança de frete.

O app Pão de Açúcar Mais está disponível para Android, iOS e PC.

Delivery Extra

No site Delivery Extra, do Grupo Pão de Açúcar, é possível encontrar uma grande variedade de produtos e marcas. Desde bebidas até eletrônicos.

As compras são pagas com cartão de crédito e o cliente pode acompanhar no site o status da entrega de suas compras.

O Delivery Extra, também participa do programa de recompensa Clube Extra, onde o consumidor acumula pontos que valem descontos.

O site Delivery Extra possibilita também que o consumidor retire seu pedido na loja ou escolha entre as entregas: expressa (2 dias) ou super expressa (no mesmo dia).

Além disso, na primeira compra online acima de R$ 50 o frete é grátis.

Você já fez ou costuma fazer compras de supermercado em sites ou aplicativos? Conta pra gente a sua experiência!

Gostou do artigo? Compartilhe!