Smartphones

Defy Mini, novo Android da Motorola chega pra brigar na categoria que mais vende no país

No crescente mercado brasileiro de smartphones dominam os aparelhos mais em conta, aqueles que mais se aproximam do preço dos celulares “comuns”. Segundo o Gizmodo, os aparelhos Android mais baratos vem estimulando o grande público a migrar para a tecnologia.

E com as vendas bastante aquecidas nesse segmento onde os aparelhos custam algo em torno de R$600, as fabricantes não medem esforços para conquistar novos clientes.

A Motorola demorou um pouquinho para entrar nessa categoria. A linha Spice, sua primeira tentativa de emplacar entre os baratos, vendeu pouco e foi bastante criticada.

Bateria que dura pouco e tela ruim estão entre as maiores reclamações

Agora a empresa traz ao Brasil a versão compacta e simplificada do Defy, o Defy Mini, que já pode ser encontrado nas lojas por R$539.

Dessa vez ela acredita que a resistência do aparelho pode ser o diferencial que faltava para alavancar as vendas, já que o Defy vendeu bastante.

Especificações:

  • Tela de 3.2 polegadas com resolução 320×480 pixels e vidro Gorilla Glass;
  • Processador 600Mhz;
  • 512MB de memória interna;
  • Câmera fotográfica de 3MP com Flash;
  • Filmadora VGA;
  • Câmera frontal para videoconferência;
  • Resistente à água e poeira;
  • 3G / Wi-fi com hot spot / GPS / Bluetooth;
  • Rádio FM.

O irmão mais velho “prega peça” no mais novo

O novo Defy Mini terá muitos obstáculos para conseguir o sucesso esperado. Na categoria dos “Minis”, o novo Galaxy Mini 2 da Samsung está chegando com processamento superior e mais memória, enquanto o Xperia Mini da Sony traz gravação de vídeo em HD.

O pior de tudo é que o Mini da Motorola irá enfrentar concorrência dentro de casa também. Seu irmão mais velho(e superior) já pode ser encontrado por R$699.

O Motorola Defy original possui tela maior e melhor, mais processamento, melhor câmera e mais espaço para instalar aplicativos. O único problema ao escolher o modelo antigo será a versão do sistema Android; o Defy sai de fábrica com a 2.1, enquanto o Mini sai com a 2.3. Mas isso não chega a ser um impeditivo, já que é possível atualizar o Defy com a versão 2.2 original, ou instalar o Android 2.3 através de uma ROM customizada.

Dual Chip?

No site da Motorola ainda não há confirmação, mas ao que tudo indica o Defy Mini vendido no Brasil é Dual Chip. Os indícios aparecem no Walmart e no Magazine Luiza, e se forem confirmados, o aparelho terá um grande trunfo contra a concorrência.

Entramos em contato com a Motorola, mas até a publicação deste post ainda não tínhamos recebido a informação. Assim que tivermos uma resposta publicaremos aqui. Fiquem ligados.

Atualização: Está confirmado! Acabamos de receber do Ponto Frio um email que mostra que o Defy Mini vendido no Brasil é sim Dual Chip. Isso certamente deixa o aparelho muito atraente.

Quem vai comprar? Responda nos comentários!