Reviews

Samsung Galaxy J1 2016, um celular que não faz sentido

No final do ano passado eu fiz a análise do excelente Galaxy J2 da Samsung, um smartphone de entrada completinho que custava em torno de 600 reais e provava que os consumidores podiam sim ter uma ótima experiência Android, mesmo gastando pouco.

Para minha surpresa, a Samsung lança no mercado o Galaxy J1 2016 com o mesmo posicionamento de preço do J2, porém com especificações inferiores em diversos quesitos.

O primeiro ponto que chama atenção no Galaxy J1 2016 é a tela menor e com resolução inferior que a vista no J2. Sério, Samsung, como você me lança, em pleno 2016 um celular com tela de resolução WVGA (480 x 800 px)? Isso era o que eu tinha no meu saudoso Galaxy SII Lite em 2012!

Antes de continuar com o desabafo, vamos dar uma olhada nas especificações completas do aparelho:

Especificações

  • 3G Dual Chip + Wi-fi b/g/n;
  • Processador Quad Core 1.2 GHz;
  • 1 GB de RAM;
  • GPU Mali T720;
  • Tela AMOLED de 4.5 polegadas (480 x 800 px);
  • Android 5.1.1;
  • TV Digital de alta definição com antena integrada;
  • 8 GB de memória interna (4.3 GB disponíveis);
  • Câmera de 5 MP com flash;
  • Câmera frontal de 2 MP;
  • Filmadora HD;
  • Rádio FM;
  • Entrada para cartão microSD de até 128 GB;
  • Bluetooth 4.1 A2DP;
  • A-GPS + Glonass;
  • Sensor de proximidade e acelerômetro;
  • USB Host – OTG (aceita pen drives e acessórios USB);
  • Bateria removível de 2050 mAh;
  • 131 g.

É verdade que a Samsung caprichou no design do aparelho, trazendo alguns detalhes do S6 e inovando com a frente de duas cores – provavelmente para desviar a atenção dos consumidores da falta de benefícios do novo modelo.

Um recurso importante para os brasileiros que a Samsung deixou de fora do Galaxy J1 2016 foi a TV Digital, presente no J2 em alta definição.

O Galaxy J1 2016 também conta com processador ligeiramente mais lento que o do J2: Quad Core 1.2 GHz contra Quad Core 1.3 GHz do irmão mais “velho”.

A empresa não mediu esforços para baixar os custos do seu novo smartphone, e por isso nem um cabo USB você vai encontrar na caixa. Eu particularmente achei uma economia porca.

No unboxing do canal TecnoAnálise você pode conferir toda a “fuleragem” da Samsung neste novo modelo:

Na boa, com o mesmo dinheiro, faz muito mais sentido comprar um Galaxy J2 com sua tela AMOLED qHD (960 x 540 px), sua TV Digital de alta definição, seu processador mais rápido e seu cabo USB.