Reviews

Review: Samsung Galaxy SIII Mini mostra que Androids intermediários estão mais fortes que nunca

Atualmente a categoria “smartphones intermediários” é totalmente dominada por aparelhos com sistema Android. E com a grande diversidade de dispositivos disponíveis no mercado, escolher um pode se tornar uma tarefa difícil. Ainda mais quando uma fabricante resolve lançar vários aparelhos dentro da mesma categoria.

É o caso da Samsung, que está lançando o Galaxy SIII Mini na mesma categoria onde já estão Galaxy SII Lite, Galaxy Ace 2 e Galaxy S Duos – o que pode confundir bastante a cabeça do consumidor. Mas há um grande diferencial neste aparelho: ele é o primeiro intermediário a chegar no Brasil já rodando Android 4.1 Jelly Bean.

Lançar uma versão compacta e mais acessível do aparelho que é o grande sucesso da marca – o Galaxy SIII – parece uma boa ideia. Mas atenção: apesar da semelhança física, o SIII Mini possui especificações mais humildes que seu irmão maior:

  • Disponível nas cores branco e azul;
  • Tela Super AMOLED de 4 polegadas e 480×800 pixels de resolução;
  • Vidro Gorilla Glass;
  • Processador Dual Core de 1GHz e 1GB de RAM;
  • Android 4.1 (Jelly Bean);
  • Conectividade Wi-Fi, Bluetooth 4, 3G, NFC;
  • Entrada para microSD até 32GB;
  • Câmera de 5MP com auto foco e flash;
  • Câmera frontal VGA;
  • Gravação de vídeo HD;
  • 8 GB de armazenamento interno;
  • Bateria de 1500 mAh;
  • Rádio FM;
  • TouchWiz Nature UX(mesma interface do Galaxy S3).
Passei uma semana com o aparelho(branco), e agora compartilho com vocês todas as minhas impressões. Já de cara, posso dizer que ele é encantador em vários aspectos.

Design

O SIII Mini é super leve, mais leve inclusive que o iPhone 5. Possui ótimo acabamento, boa pegada, e por conta de seu tamanho, é ótimo para usar com uma mão só, ao contrário do SIII maior. Além de tudo isso, o aparelho parece ser bem resistente: no nosso primeiro dia de testes, deixamos o Mini cair no chão, de uma altura de aproximadamente 70 cm, o bichinho saiu sem nenhum arranhão.

Todos os detalhes do design orgânico do SIII estão presentes na versão Mini: magrinho, cheio de curvas e o vidro com cantos arredondados fazem dele um aparelho super sexy. Na minha opinião ele é até mais bonito que o irmão grandalhão, principalmente por sua tela de tamanho mais razoável, que deixa os elementos da frente do celular melhor distribuídos (a tela gigante do SIII parece esmagar os botões, sensores e alto-falante contra a moldura).

[nggallery id=4]

Tela

A tela Super AMOLED do Galaxy SIII Mini é a mesma encontrada no SII Lite. Mesma resolução, cores vivas, amplo ângulo de visão, e excelente contraste (com preto que é preto de verdade!). Apesar do padrão de pixels utilizado na tela ser o PenTile, que deixa os pixels um pouco mais visíveis, a tela apresenta ótima definição. Assistir vídeos nela é um verdadeiro deleite.

Velocidade

A interface Nature UX da Samsung – a mesma presente no Galaxy SIII – roda sem engasgos no Mini. Graças ao Android 4.1, que já vem instalado de fábrica. A personalização está cheia de recursos bacanas e com visual muito bem resolvido.

Confira no vídeo abaixo um passeio pela interface do Mini:

Mas não só de interface vive um aparelho. Testamos vários aplicativos no SIII Mini e ele rodou todos muito bem. O Facebook abre, carrega a timeline e faz rolagem num instante. Games 3D como Dead Trigger e Pitfall também funcionaram com fluidez impecável.

Câmera

A câmera do Mini faz bonito e pode ser considerada uma das melhores câmeras de 5 MP da atualidade em smartphones. Em boas condições de luz, fotos com excelente definição e contraste, cores vivas e pouco ruído. Veja o exemplo:

Clique na imagem para ampliar

Na gravação de vídeo, a qualidade é apenas OK. E na câmera frontal a qualidade de imagem é bem fraca, sendo boa apenas para videochamadas, nada mais.

Áudio

Excelente qualidade de som no fone de ouvido, tanto para a rádio FM quanto para o player de música (graves poderosos). O alto-falante também tem um ótimo som, mas poderia ser um pouquinho mais alto (tristeza para quem curte dar festa no coletivo). Nas ligações a voz é cristalina, se você estiver numa boa área de cobertura, claro.

Bateria

Com uso moderado de internet, redes sociais, música e ligações a bateria apresentou excelente duração com quase 2 dias inteiros de vida. Bastante razoável para um smartphone desta categoria (a maioria não aguenta 1 dia).

Comparativo

O Galaxy SIII Mini é um aparelho com especificações muito parecidas com a do já bem sucedido Galaxy SII Lite. Mas há algumas diferenças que podem ser cruciais na hora da compra. Acompanhe:

Vantagens do Galaxy SIII Mini sobre o Galaxy SII Lite:

  • Já sai da loja rodando Android 4.1, enquanto o SII Lite ainda está preso no 2.3 (mas será atualizado já já);
  • É razoavelmente mais leve que o SII Lite;
  • Fone de ouvido com controle de volume (o fone que vem com o SII Lite possui apenas o botão atender/play/pause);
  • Câmera fotográfica com Zoom (o SII Lite não possui o recurso, mas ele será inserido na atualização que o aparelho receberá em breve para Android 4.1);
  • Fotos melhores (veja o exemplo abaixo);
  • GPS com GLONASS capta posição bem mais rápido que no SII Lite;
  • Possui mais memória RAM que o SII Lite (1GB contra 768MB);
  • Bluetooth v4.0 contra v3.0 do SII Lite (mas quem se importa?).

Vantagens do Galaxy SII Lite sobre o Galaxy SIII Mini:

  • Mais barato (por volta de R$ 870, contra R$ 1.099);
  • Possui sensor de luminosidade ambiente, que regula automaticamente o brilho da tela. O SIII Mini não conta com o recurso;
  • Possui câmera frontal melhor que a do Galaxy SIII Mini (1.3 MP contra VGA);
  • Possui resposta vibratória aos toques(Haptic feedback) o SIII Mini não.
Fotos mais claras no SIII Mini. Obs.: Galaxy S Advance é o SII Lite brasileiro.

Conclusão

O Galaxy SIII Mini é um excelente Android intermediário; bonito, com hardware de ótimo desempenho e rodando Android 4.1, pode ser um grande sucesso em 2013.

Seu único problema é o preço de lançamento. Atualmente, ele é vendido pelo mesmo preço que o Motorola Razr i, que mesmo rodando uma versão anterior do Android (4.0) é superior em todos os aspectos.

Esse cenário deve melhorar nos próximos meses, com o preço do Mini caindo abaixo dos mil reais. Aí sim, ele deve ficar extremamente competitivo.

Com imagens: [GSMArena]