Reviews

Review LG Volt: uma bela tela para enfrentar a concorrência

A LG costuma se sair muito bem no segmento intermediário, desenvolvendo aparelhos com hardware competente, boa construção e ótimo preço. O LG Volt é mais um smartphone Android com excelente custo benefício. Mas será que ela se sai bem frente à uma concorrência cada vez mais forte?

Isso é o que veremos nesse pequeno Review. Se você está em dúvida sobre qual aparelho comprar, esse artigo pode te ajudar bastante. Pois iremos comparar as principais características do Volt com seus concorrentes diretos na faixa de preço: o Samsung Galaxy Win 2 Duos e o Motorola Moto E de segunda geração. Todos podendo ser encontrados na faixa entre R$ 500 e R$ 600.

O LG Volt foi lançado por um preço bem alto para o que ele entrega: R$ 799. Mas aqui no Rio de Janeiro, por exemplo, já é possível comprar o aparelho por apenas R$ 500. Por isso vou utilizar a faixa de preço de R$ 500/R$ 600 nesta análise, já que esse é o valor que considero justo pro aparelho.

Especificações

  • Processador Quad Core de 1.3 gHz;
  • Android 5 Lollipop;
  • 1 GB de RAM;
  • Dual Chip 3G / Wi-fi / Bluetooth 4 / microUSB;
  • Tela IPS de 4.7 polegadas e resolução HD (1280 x 720 px) + Gorilla Glass 3;
  • Câmera fotográfica de 8 MP com flash e HDR;
  • Câmera frontal de 1.3 MP;
  • TV Digital e Rádio FM;
  • Bateria de 2020 mAh.

Tela

A tela é o ponto que se destaca entre os concorrentes. Se esse quesito é fundamental pra você, talvez o Volt seja o seu futuro aparelho.

Ele possui a resolução de tela maior que as encontradas nas telas do Moto E e Galaxy Win 2. Isso resulta em maior nitidez de imagem, excelente brilho e ângulos de visão mais amplos. Inclusive ele bate a concorrência debaixo mesmo debaixo de sol.

Hardware

Utilizamos o Antutu BenchMark para avaliar a performance dos aparelhos, e o LG Volt apresentou desempenho mediano e bem próximo da concorrência. Veja o gráfico abaixo:

 

Na prática o aparelho se sai bem em todas as tarefas do dia-a-dia, com aplicativos respondendo rápido e interfaces fluindo sem engasgos. Jogos mais simples como Crossy Road rodam muito bem, porém jogos 3D mais pesados apresentam velocidade de quadros um pouco reduzida. Mas nada que atrapalhe a jogabilidade. O Galaxy Win 2 acaba sendo uma melhor escolha para quem prioriza jogatina no smartphone.

Câmera

A câmera do LG Volt pode ser considerada, no máximo, uma câmera mediana. Assim como a câmera do Moto E, ela produz fotos com qualidade bastante duvidosa, seja em boas condições de luz ou em ambientes mais escuros. As imagens produzidas pelo Volt possuem uma quantidade considerável de ruídos, distorção nas cores e contraste bastante longe do ideal. O HDR ajuda bastante em fotos com boa luminosidade, mas no final das contas não tem pra ninguém: no quesito câmera a Samsung vence de lavada.

Bateria

A bateria do LG Volt aguenta um dia inteiro de uso moderado, apresentando desempenho muito parecido com o do Galaxy Win 2. Nesse quesito, quem se destaca é o Moto E, que combinando a tela menor com a bateria maior, dá uma surra nos companheiros coreanos.

Construção

O Volt possui excelente acabamento e uma ótima pegada, graças à sua traseira curva. Ele é confortável de usar e passa um ar bastante sofisticado.

Assim como no Galaxy Win 2, o LG Volt possui uma antena integrada ao corpo do aparelho para a recepção do sinal de TV Digital, algo que é feito através de um acessório para fones de ouvido no Moto E.

Eu particularmente acho a solução da Motorola mais elegante, além de evitar que as pessoas assistam TV com os alto-falantes ligados.

Conclusão

A ausência do 4G é um ponto fraco do LG Volt, já que tanto o Galaxy Win 2 quanto o Moto E possuem o recurso.

No final das contas, para escolher o seu aparelho ideal você terá que selecionar qual o recurso é o mais importante para o seu uso.

Se a tela é o principal pra você, vá de Volt. Se ter uma câmera de qualidade é fundamental, vá de Galaxy. E se a duração da bateria é o que realmente importa, vá de Moto E.