Reviews

Lumia 435 chega para se tornar o smart mais barato da Microsoft

A Microsoft já provou que sabe fazer bonito nas categorias de base: após o enorme sucesso de vendas dos Lumias 520/530, ela traz um novo modelo de entrada pronto para abalar o mercado: o Lumia 435.

O modelo é um dos primeiros Lumias a chegar no Brasil já com a marca Microsoft no corpo (adeus, Nokia!), e conta com algumas boas cartas na manga para manter a linha em alta na categoria.

E apesar de ele se encaixar na mesma faixa de preço do Lumia 530, ele possui algumas vantagens sobre o modelo mais antigo que fazem dele uma melhor compra.

Vamos ver quais são os destaques no gadget?

Especificações:

  • Dual chip;
  • Sistema Windows Phone 8.1 (com atualização confirmada para Windows 10);
  • Tela LCD de 4 polegadas com resolução 480 x 800 pixels;
  • Processador Snapdragon Dual Core 1,2 GHz;
  • Chip gráfico Adreno 302;
  • Conectividade 3G+, Wi-fi, Bluetooth, A-GPS, microUSB;
  • 1 GB de RAM;
  • 8 GB de armazenamento + entrada para SD de até 128 GB;
  • Câmera fotográfica de 2 MP;
  • Câmera frontal VGA;
  • Rádio FM;
  • Bateria de 1560 mAh.

Prós:

  • Botões/ícones de navegação fora da tela, ampliando o espaço disponível (no Lumia 530 eles ocupam um bom espaço das 4 polegadas);
  • Desbloqueio com 2 toques na tela;
  • O dobro de RAM dos modelos de entrada anteriores: 1 GB contra os 512 MB dos Lumia 520, Lumia 530, Lumia 630;
  • Sensor de luminosidade (para controlar o brilho da tela automaticamente) (ausente nos modelos anteriores);
  • Bateria um pouquinho melhor que a dos modelos anteriores;
  • Preço: podendo ser encontrado por até R$ 250 em algumas promoções.

Contras:

  • Câmera fotográfica medíocre;
  • Ele é mais gordinho que outros aparelhos da categoria.

Vale a pena?

Em algumas lojas o Lumia 435 está sendo vendido por R$ 329, e por esse valor, ele simplesmente não vale o investimento. Principalmente por causa de um concorrente da mesma família.

Com a mesma quantia é possível levar pra casa o Lumia 630, um aparelho melhor que o 435 em quase todos os aspectos: tela maior, TV Digital, câmera melhor e processador muito mais poderoso.

Já com o preço de R$ 250 a coisa muda de figura: nesse caso, é quase impossível escolher outro aparelho. Mesmo no universo Android é difícil encontrar um smartphone com conjunto de hardware/software tão competente (palmas pra Microsoft!).

Quem já teve ou tem um Android de entrada está acostumado a conviver com falta de espaço para aplicativos, engasgos e lentidão. Isso simplesmente não acontece no 435.

Mas é claro que nem tudo são flores e você terá que fazer uma grande concessão: a câmera. Portanto não espere tirar boas fotos com o Lumia 435.  E não se sinta mal: as câmeras dos outros aparelhos de mesmo valor também não são nada animadoras.