Reviews

Com processador Intel e bela tela, Motorola Razr i entra na briga dos intermediários

O primeiro smartphone Android com processador Intel do Brasil é da Motorola. O Razr i é um modelo intermediário que esbanja potência e conta com uma belíssima tela para agradar até os mais exigentes consumidores.

O aparelho já pode ser encontrado nas lojas por 1.169 Dilmas, e deve dar trabalho para a Samsung nas vendas até o Natal.

Seus principais concorrentes, Galaxy SII Lite e Galaxy S Duos possuem preço muito próximo ao do Razr i, mas suas especificações são bem mais humildes.

Especificações

  • Tela Super Amoled de 4.3 polegadas com resolução 540×960 px (pixels pos polegada: 256);
  • Android 4.0 atualizável para 4.1;
  • Processador Intel Atom de 2GHz + 1 GB de RAM;
  • Memória interna de 8 GB + entrada para microSD de até 32 GB;
  • Câmera fotográfica de 8 MP com autofoco, botão disparador, estabilizador, HDR e Flash;
  • Gravação de vídeo Full HD;
  • Acabamento traseiro em Kevlar e vidro Gorilla Glass na tela;
  • 3G, Wi-fi, hot spot, DLNA, A-GPS, NFC;
  • Bateria de 2000 mAh.

O Android Central publicou um vídeo que mostra alguns detalhes bacanas do aparelho. Confira:

Design

O desenho do Razr i segue o padrão adotado nos demais aparelhos linha; um visual mais masculino, com traseira especial texturizada em Kevlar, muito preto e grafite.

O acabamento é de primeira e o aparelho passa a impressão de que não quebrará nem tão fácil, nem tão cedo.

Seu tamanho também merece elogios. Assim como o Razr original, o Razr i possui tela de 4.3 polegadas, mas como a moldura em torno da mesma é mínima – já que os botões touch foram embora – o novo aparelho acaba sendo bem menor que seu antecessor. Grande vantagem pra quem não curte a idéia de segurar um tablet na orelha.

[nggallery id=2]

Interface

Agora que a divisão móvel da Motorola pertence ao Google, a personalização em cima da interface do sistema Android está cada vez mais sutil, e no Razr i a experiência que o usuário terá já é bem próxima à de um Android puro.

Android quase puro da Motorola

Velocidade

A velocidade não é um problema para o aparelho, que em nossos testes se aproximou bastante de aparelhos top-de-linha, como o Sony Xperia S e Samsung Galaxy Note.

Um fator importante que se deve ressaltar nesse aparelho é que ele simplesmente não roda alguns aplicativos da Play Store. Há alguma incompatibilidade com a arquitetura da Intel que deve ser resolvida em breve.

Câmera

Aqui uma boa surpresa: as fotos tiradas com o Razr i são excelentes e superam todas as expectativas que um aparelho médio poderia gerar. Dá uma olhada no exemplo abaixo:

O botão disparador da câmera é uma adição muito bem-vinda para a galera que tira muitas fotos com o celular. E o modo HDR pode ajudar muito àqueles que não conseguem tirar boas fotos.

Bateria

Com 2000 mAh e tela AMOLED que faz um ótimo trabalho na economia de energia, o Razr i faz bonito no quesito “vida longe da tomada”. Com uso moderado, ele aguenta bem até 2 dias ligado.

Com imagens: [Omio]