Reviews

5 motivos para não comprar o Samsung Galaxy S6

Parece que na ânsia de se manter absoluta no seu reinado no mundo dos smartphones, a Samsung acabou perdendo um pouco de sua criatividade e, procurando inovar, cometeu algumas falhas graves na criação de seu mais novo modelo de aparelho: o Samsung Galaxy S6.

Não há dúvidas de que o telefone é muito bonito e possui algumas funcionalidades bacanas. Mas houveram falhas que não podem ser desconsideradas e pelas quais julgo ser inviável comprá-lo. Nesse artigo, vou lhe apresentar 5 motivos para não comprar o Galaxy S6.

1 – O valor

A Samsung realmente surtou! Criou um celular de última geração, gastou horrores para isso e agora, quando vai colocar o produto no mercado, quer sacrificar o consumidor para pagar a conta. O preço realmente é de arrepiar: no lançamento, o Samsung Galaxy S6 foi oferecido por nada menos que R$3.299,00 (três mil, duzentos e noventa e nove reais)! Sei que o telefone é bom, mas ele não vale tudo isso. Mesmo porque muitos de seus concorrentes, que também estão lançando celulares de última geração, não estão cobrando tão caro por eles.

Isso sem falar da versão Edge, que chegou a ser vista no lançamento por R$ 4.300!!! Até brincamos com esse preço surreal num outro post.

2 – A bateria não é mais removível

Essa é outra péssima inovação. Um telefone com bateria fixa normalmente causa muitos transtornos para a pessoa que o utiliza. Isso porque algumas vezes é necessária a retirada da bateria para alguns procedimentos simples no aparelho, o que se torna inviável quando a bateria é fixa.

Quem já utilizou algum celular Samsung já deve ter passado por aquele tipo de travamento que só é resolvido retirando a bateria do aparelho. E com a bateria fixa? Comofaz?

3 – A entrada para cartão SD (de memória) foi retirada

Tudo bem que o celular possua boa memória de armazenamento interno, mas isso não significa que o bom e velho cartão de memória deva ser eliminado da nossa vida e do mundo da informática. Manter essa funcionalidade seria interessante porque o cartão SD facilita bastante o trabalho de transferência dos artigos de um local para o outro.

4 – O aparelho não é mais à prova d’água

E para quem se habituou a utilizar a linha dos “S” da Samsung e se acostumou com um aparelho à prova d’água, pode começar a se preparar para desacostumar, porque o Galaxy S6 não é mais à prova d’água. Uma outra péssima mudança que poderia ter sido evitada para agregar mais valor ao produto.

5 – O aparelho sofre de superaquecimento

Quando o aparelho é ligado à tomada para recarregar ou o usuário se utiliza dos aplicativos, o aparelho costuma esquentar bastante, o que é muito perigoso. Afinal, um celular esquentando emite ainda mais radiação do que normalmente já emite e pode até mesmo explodir, quando há o risco de provocar lesões, queimaduras ou coisas do tipo.

Conclusão

O meu conselho é para que você não perca seu tempo com o Galaxy S6. Há aparelhos melhores e mais baratos que vão atender perfeitamente às suas necessidades, como é o caso do LG G3 e do Moto X de segunda geração (ambos com novas versões chegando no mercado em breve).