Opinião

A importância dos smartphones nas manifestações contra o governo

Depois de um domingo histórico para o Brasil, com manifestações que levaram milhões de pessoas às ruas contra o governo corrupto e a gestão incompetente, é hora de refletirmos um pouco sobre o nosso papel nessa tão desejada mudança.

E a revolução pode começar nesses maravilhosos aparelhinhos que carregamos no bolso, nossos smartphones. Seja antes, durante ou depois dos protestos, os recursos desses dispositivos podem nos ajudar a registrar, cobrar, e exercer cada vez mais a nossa cidadania.

Acendendo a chama da mudança

Você pode estar do lado que for, mas uma coisa não pode negar: nunca o brasileiro falou tanto sobre política. Basta uma rápida olhada nos trendig topics das redes sociais para comprovar. É um tal de “fora Dilma”, “esquerda caviar”, “elite branca”, “coxinha”, “reforma política”, “bolsa família”, “mídia golpista”, que só comprovam que o povo nunca esteve tão informado e conectado nas questões políticas e econômicas de seu país. Eu sei que ainda estamos longe de sermos um povo politizado, mas é fato que entramos numa estrada sem retorno.

E muito desse envolvimento só foi possível graças à popularização dos smartphones. Hoje é possível fazer barulho em nível nacional no instante em que somos maltratados pelas mazelas de nossas cidades. Algo impensável há 10 anos.

Filmamos as condições precárias dos hospitais públicos, twitamos sobre os péssimos serviços de transporte, e principalmente; compartilhamos informações chocantes sobre a corrupção e a farra feita com os recursos que saem dos nossos bolsos.

Com tanta insatisfação acumulada, não nos resta outra saída a não ser usar nossos celulares e seus poderosos aplicativos para articular atos de revolta, repúdio e busca por mudança.

Depois dos protestos, as pequenas ações no dia-a-dia

Sabe como você pode ser ainda mais decisivo na política do nosso país? Exercendo a sua cidadania TODOS OS DIAS.

Dê o exemplo, faça sempre o correto e estimule seus amigos através do Facebook, Twitter, Whatsapp e companhia.

Use também os aplicativos desenvolvidos para te proteger da roubalheira:

  • GAZO para sempre abastecer seu veículo nos postos com os melhores preços (Android, iOS);
  • JuroCerto para ficar ligado(a) nos juros cobrados pelas instituições financeiras (Android, Windows);
  • MedSquare para avaliar os serviços de saúde da sua região (Android, iOS);
  • Moovit para acompanhar a eficiência (ou não) do transporte público da sua cidade (Android, iOS, Windows);
  • Transparência Brasil para rastrear cada passo dos políticos do país, com informações sobre processos, bens, receitas de campanhas e inelegibilidade (iOS, Windows);
  • Colab.re para fiscalizar os serviços dos governos locais e botar a boca no trombone (Android, iOS).