Opinião

5 motivos para não comprar o iPhone SE

O iPhone SE está causando um rebuliço na Internet: são centenas de fóruns, grupos de Facebook e comentários de blogs fervilhando de discussões em torno do tema.

Muita gente está animada com a possibilidade de um iPhone mais acessível, compacto e com o mesmo poder do 6S. Porém mais gente ainda está decepcionada com o novo lançamento da Apple.

Neste post reuni todas as opiniões negativas que tenho visto pela Internet. Motivos pelos quais você não deve comprar o “novo” celular da Apple. Acompanhe:

#1. Design de celular velho

Apesar de contar com o mesmo poder de processamento de um iPhone 6S, o iPhone SE repete o mesmo design do já idoso iPhone 5S, e isso é algo bem brochante. Você gasta um dinheirão para comprar um celular novinho, e leva para casa um visual de quase 3 anos atrás.

#2. Câmera frontal ridícula

O Brasil ama selfies, o mundo ama selfies. E apesar de saber disso, a Apple, do alto da sua arrogância decide colocar uma câmera frontal de apenas 1.2 MP (e lente de ângulo fechado) em seu novo aparelho.

Num mercado onde Androids mais acessíveis oferecem câmeras de 5 MP com lentes de ângulo amplo como padrão (há opções de 8 MP e até 13 MP), é simplesmente descabido pagarmos uma pequena fortuna num celular com uma câmera frontal tão simples quanto à do iPhone SE.

#3. Bateria medíocre e nada de carregamento rápido

Todo mundo sabe que a bateria dos iPhones duram pouco, e, apesar de a Apple jurar de pé junto que implementou recursos de software que irão garantir duração muito maior que a do iPhone 5S, a gente sabe que não dá para fazer milagres com baterias de baixa capacidade como as que a Apple utiliza.

Para você ter uma ideia, o iPhone 5S contava com uma bateria de apenas 1560 mAh, enquanto todos os Androids da época já utilizavam baterias acima dos 2000 mAh.

Mesmo que a Apple tenha aumentado a capacidade da bateria do iPhone SE para algo em torno dos 2000 mAh, isso não chega nem perto dos Androids com baterias de 3600 mAh da atualidade.

E não esqueça que muitos Androids na faixa dos R$ 1.500 já contam com carregamento turbo de bateria, coisa que não existe no universo iPhone.

#4. Tela pequena demais

Como nós já falamos algumas vezes aqui no blog, já foi comprovado que o tamanho de tela mais confortável para um smartphone é 4.7 polegadas. Ele é grande o suficiente para oferecer conforto visual à todos os públicos, e pequeno o suficiente para ser usado com apenas uma mão.

Além disso, versões mais recentes do iOS são péssimas para telas menores. Por exemplo: pegue um iPhone ou iPod Touch de 4 polegadas e tente mover o volume da música na tela de bloqueio sem clicar nos botões |<< > >>| – é um inferno. Isso sem falar no tamanho dos elementos de navegação pela interface, que são pequenos e pouco visíveis.

Esse é um problema que vai ficar mais evidente quando todo mundo chegar nas lojas e for comparar seus aparelhos de 5 polegadas com o iPhone SE.

#5. Custa mais de R$ 2.500 no Brasil

Nos EUA o iPhone SE possui um preço bastante competitivo, inclusive saindo de graça para quem fizer contrato com uma operadora.

Mas no Brasil a história é outra: os altos impostos e a percepção de luxo sobre a marca fazem com que o iPhone SE seja bem mais caro que seus concorrentes Android.

Pelos meus cálculos, com o valor de um iPhone SE no Brasil dá para você comprar um Moto X Style e ainda sobra uma grana para trocar de sofá.


E você o que achou do iPhone SE? Acha que vale à pena? Você pensa em comprar?

Compartilhe suas opiniões nos comentários!