Opinião

Guia Mobizoo anti-picaretagem na Black Friday

Infelizmente vivemos no país da malandragem, das pessoas que querem levar vantagem em tudo, custe o que custar. Nossas empresas, órgãos públicos, e qualquer outra instituição são apenas o reflexo desta sociedade.

Diversas práticas desonestas são comuns no nosso dia-a-dia, e infelizmente o comercio online (este que eu tanto defendo aqui e para meus amigos), não está livre delas.

Tristemente uma destas práticas tornou-se padrão nesse período que precede a Black Friday: o inflacionamento sorrateiro dos preços.

Este “fenômeno” tem acontecido todos os anos desde que o evento Black Friday se instalou no Brasil, e uma das categorias de produtos que mais sofre com ele é a de eletrônicos.

De repende, produtos que você comprava por um determinado valor durante o ano passam a custar o dobro, para que os descontos aplicados na Black Friday pareçam bem maiores do que de fato são. É o famoso “Vendendo tudo pela METADE do DOBRO”.

Para proteger nossos leitores dessas verdadeiras “pegadinhas” de mal gosto, estaremos disponibilizando neste post todos os preços reais e inflados que econtrarmos. Fique ligado(a) aqui e não caia numa cilada!

O LG G3, que custava R$ 1079 no Submarino há pouco tempo, agora custa R$ 1.399.
O Motorola Moto X 2ª Geração, que custava R$ 999 na Americanas há pouco tempo, agora custa R$ 1.499.
O Samsung Galaxy E7, que custava R$ 809 no Submarino há pouco tempo, agora custa R$ 1.349.
O Moto G 3ª Geração Colors HDTV, que outro dia custava R$836 no Shoptime, agora custa R$ 1.099.
O Samsung Galaxy E5, que custava R$ 649 no Submarino há pouco tempo, agora custa R$ 857.
O Microsoft Lumia 535, que outro dia custava R$ 319 no Shoptime, agora custa R$ 599.