Dicas

7 dicas de ouro para aproveitar a Black Friday 2016

A Black Friday está chegando e o que tem de gente esperando o evento para poder fazer as compras não é brincadeira! Mas é preciso ficar muito atento para não cair em ciladas e poder aproveitar boas ofertas de verdade.

Se você também quer aproveitar a Black Friday para economizar muito, se liga nesse guia que preparamos com as melhores dicas para comprar bem durante o evento!

black-friday-correria

1. Prepare o computador e internet

Durante a Black Friday, em uma questão de segundos você pode perder aquela super oferta que você estava esperando. Então se você pretende aproveitar as ofertas da Black Friday online, é bom cuidar para que nada dê errado na hora da compra.

Faça uma limpeza no seu computador e prepare o suas caixas de email para ficarem bem organizadas, recebendo alertas categorizados por loja.

Se for possível, faça uma faxina geral no seu computador, para garantir que nenhum malware ou configuração errada te atrapalhe no momento da compra.

É recomendado também verificar e atualizar os firmwares do seu modem e roteador WiFi, e reiniciá-los horas antes do evento para que seja despejada a carga de memória acumulada. Assim você terá melhores chances de ter uma boa conexão com a internet para comprar online.

2. Cadastre-se nos sites para receber as ofertas Black Friday em primeira mão

Muitas vezes as pessoas cadastradas têm prioridade para receber algumas ofertas. A dica aqui é realizar o cadastro nas lojas que você tem mais interesse e ficar ligado no seu inbox para poder aproveitar o momento exato em que a oferta é publicada.

Os sites costumam ter duas opções de cadastro: o de newsletter normal e um especial exclusivo para a Black Friday. Escolha o segundo para receber ofertas exclusivas do evento. Assim você não continuará a receber emails promocionais após a BF.

3. Procure por lojas com o selo Black Friday

Existe uma boa maneira de garantir que o produto que você está de olho é ofertado por uma loja que realmente pratica descontos condizentes com o evento. É o selo Black Friday.

Ele foi desenvolvido pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, e se a loja possuir o selo, pode confiar na oferta sem dúvidas, porque ela é garantida.

4. Fique atento aos sites fraudulentos e cuidado com o Google Shopping

Quando a esmola é demais, o santo desconfia, não é mesmo? Só de pesquisar produtos já dá pra perceber que o número de lojas fraudulentas cresceu muito nas últimas semanas.

O pior de tudo é que nos últimos dias pudemos notar que várias lojas que são potencialmente fraudulentas estão sendo listadas no resultado de busca do Google para a plataforma Google Shopping.

São lojas que foram abertas exclusivamente para fraudar a Black Friday, então como elas são recentes, o Google não tem um histórico dela, nem denúncias. E elas também não se encontram ainda nas listas negras que o Google consulta previamente antes de listar uma loja em seus resultados.

Se a loja for antiga, é fácil procurar no Google a opinião de outros usuários sobre a reputação dela. Mas se for uma loja que abriu no último mês, aí isso não vai funcionar. Por isso, todo cuidado é pouco.

fraude
O preço do produto está muito abaixo do normal, tornando a loja potencialmente suspeita. Apesar disso o Google Shopping exibiu o resultado contendo a loja em questão.

As lojas fraudulentas disponibilizam telefones de contato, email, CNPJ, tudo bonitinho. Mas tudo para te enganar. Cuidado! Elas sabem que a maioria dos consumidores não verificam essas informações. E em alguns casos elas organizam até call centers falsos para você ligar e achar que está seguro.

Em geral, o site de loja fraudulenta tem um visual muito genérico, ou seja, eles são muito semelhantes uns com os outros. Mas a melhor dica para matar a charada é desconfiar de qualquer loja que incentiva demais o pagamento por boleto, ou pior, transferência bancária. Essas modalidades de pagamento são as preferidas pelos fraudadores por serem mais difíceis de serem rastreadas.

a
A loja diz que aceita cartão, mas na hora de realizar o pagamento, apenas boleto está disponível.

Algumas chegam até a oferecer PayPal, Bcash, PagSeguro e Cartões de crédito para parecerem confiáveis. Porém ao escolher essa forma de pagamento, o preço aumenta consideravelmente (30%, as vezes 50 ou 100% do preço ofertado) à título de “Taxas da modalidade de pagamento” ou “Taxas do Cartão”. Não caia nessa.

Existem várias listas para consulta de lojas fraudulentas, é bom conferir antes de fechar o negócio:

5. Confira o histórico de preços do produto e crie alerta de preços

usando-o-zoom-para-ver-historico-de-prec%cc%a7os

Faça uma lista daquilo que você pretende comprar na Black Friday. Depois cadastre em sites que oferecem histórico de preços e a função de receber alertas quando o produto alcançar o preço que você estipulou. Alguns bons exemplos são o zoom.com.br, jacotei.com.br e o baixou.com.br.

Fazendo isto você está a um passo da sua grande compra na Black Friday \o/

6. Fique ligado nos fóruns, aplicativos e sites especializados

Existem várias comunidades online que são feras em aproveitar um bom desconto. Se ligue nelas, assim você tem uma boa chance de ficar sabendo de uma ótima promoção antes que a maioria das outras pessoas.

As nossas melhores recomendações são:

7. Fique acordado à meia-noite

Já ouviu aquela frase “Deus ajuda quem cedo madruga”? Então, é isso mesmo! A Black Friday de 2016 tem início oficial à zero hora do dia 25 de novembro. Então vale a pena ficar acordado até mais tarde no dia 24 (quinta-feira) para poder catar as melhores promoções quentinhas assim que o relógio virar o ponteiro!

Agora você já é está preparado para poder aproveitar ao máximo as ofertas da Black Friday? Curtiu? Tem mais alguma dica? Conte pra gente nos comentários!

E boas compras!